segunda-feira, 25 de julho de 2022

Garça registra 11 problemas relacionados a pipas na rede elétrica neste ano


A CPFL Energia, concessionária de energia elétrica que atende Garça e região, apresentou um levantamento sobre as ocorrências registradas neste ano causadas por pipas nas redes elétricas das cidades atendidas. Na área de abrangência da companhia, entre janeiro e o final de maio passado, foram registrados 225 problemas causados por esses artefatos. 
Em Garça, ao longo dos cinco primeiros meses do ano, 11 ocorrências envolvendo pipas foram identificadas. Durante o ano passado inteiro, a cidade teve 29 problemas envolvendo os também conhecidos papagaios, ao passo que em 2020 foram 15 problemas observados.
Outras cidades também enfrentam problemas da mesma natureza. Em Marília, nos cinco primeiros meses do ano foram 44 ocorrências, contra 93 do ano de 2021 e 114 de 2020. Em Bauru, entre janeiro e maio, 43 registros foram efetuados nos cinco primeiros meses deste ano, contra 112 do ano passado inteiro e 128 de 2020.
A CPFL Energia orienta que empinar pipas deve ser uma ação a ser realizada em locais abertos e sem fios de energia elétrica, evitando, assim, que ocorrências possam ser registradas e que várias localidades fiquem sem o fornecimento de energia devido a esses artefatos enroscados na fiação.

Redução — A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) aprovou a RTE (Revisão de Tarifa Extraordinária) para duas distribuidoras: a CPFL Paulista, que atende Garça, e a CPFL Santa Cruz. A decisão já está em vigor. Com a aprovação, após o processo intitulado "revisão tarifária extraordinária de 2022", o valor das tarifas da CPFL Paulista terá redução, em média, de 2,44% e da CPFL Santa Cruz de 2,32%. 
A CPFL Paulista atende 234 municípios, com cerca de 4,8 milhões de clientes. Há três meses, a Aneel aprovou um aumento médio de 14,97% na tarifa da concessionária, considerando todos os tipos de consumidores. A alta entrou em vigor no dia 08 de abril. 
Segundo projeções da própria empresa, para uma família de quatro pessoas, que gasta em média R$ 290 por mês de energia, na prática, a redução equivale a uma média R$ 7 e o valor iria para em torno de R$ 283.

Redação do Garca.Jor



Nenhum comentário:

Postar um comentário