segunda-feira, 20 de junho de 2022

Homem com esquizofrenia assassina a própria mãe em Marília

Um homem foi preso em flagrante por feminicídio após assassinar a própria mãe a facadas, no bairro Palmital, em Marília. A ocorrência foi registrada no domingo, 19. C. S. Y., 50 anos, confessou o crime para atendentes de uma praça de pedágio, localizada na SP 333, depois de tentar pagar pelo serviço enquanto passava a pé pelo local, consta no boletim de ocorrência. 
De acordo com o documento registrado no plantão da Polícia Civil, as atendentes estranharam o fato do homem chegar caminhando e mencionar que desejava pagar o pedágio. Decidiram, então, acionar a Polícia Rodoviária. Ele teria dito a elas que matara a "esposa".
Durante a abordagem, questionado pelos policias militares, o homem reiterou que assassinou a "esposa" e informou o endereço onde o crime foi consumado. Chegando lá, os policiais encontraram a mãe do indivíduo deitada sobre a cama, golpeada por faca, encontrada na estante da sala com marcas de sangue. O óbito foi confirmado pelo médico do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).
Na delegacia, o irmão de C. S. Y. disse aos policiais que ele sofre de esquizofrenia e que estava interditado pela mãe. A idosa estava prestes a completar 82 anos e acreditava que os sintomas da doença eram sinas de mediunidade. Por essa razão, o indiciado não recebia tratamento adequado, acrescentou o irmão.
Vizinhos da vítima também relataram à polícia que C. S. Y. normalmente não apresentava sinais de agressividade, apenas em episódios raros. Ele foi apresentado à Central de Polícia Judiciária (CPJ), onde foi registrada ocorrência de feminicídio, e permaneceu à disposição da Justiça.

Fonte: Jornal da Cidade de Bauru




Nenhum comentário:

Postar um comentário