quinta-feira, 9 de junho de 2022

Desejo de privatização da Prefeitura de Marília, Daem tem protesto de servidores

Trabalhadores do Daem (Departamento de Água e Esgoto de Marília) fazem nesta quinta-feira, 09, um protesto contra a proposta de concessão do serviço de saneamento básico para a iniciativa privada.
A manifestações começou com uma reunião às 7h na garagem do departamento, localizada na avenida Santo Antônio, de onde um grupo seguiu em direção a sede administrativa, na rua São Luiz.
Os servidores pretendem organizar marcha e manifestação até o Paço Municipal para reivindicar uma audiência com o prefeito Daniel Alonso (PSDB).
O projeto de concessão, que foi reapresentado sem incluir o Plano de Carreira do Daem já aprovado nesta semana, também sofreu mudanças que segundo o Sindicato dos Trabalhadores causam insegurança.
Uma delas é sobre o destino dos servidores após a concessão. O plano prevê três alternativas: transferência para a iniciativa privada contratado como CLT, demissão voluntária do serviço público ou permanência no Daem, com possibilidade de transferência a qualquer órgão municipal.
Antes das alterações, o projeto previa especificamente transferência para a prefeitura. O projeto não detalha como será esse procedimento ou prazos para as mudanças.
O Daem seria transformado em uma agência reguladora dos serviços, com grande redução de mão de obra e de atividades.
 “Todos estão desesperados e com insegurança funcional, já que a maioria de vários anos de serviço público e se o projeto ficar da forma como está, perderão tudo que têm direito”, diz um comunicado do Sindicato.

Fonte: Giro Marília



Nenhum comentário:

Postar um comentário