quarta-feira, 11 de maio de 2022

Homem de 41 anos morre após ter corpo queimado no Nova Garça

Um homem identificado como Roberto Alexandre Araújo, de 41 anos, morreu depois de ter o corpo queimado na noite de terça-feira, 10, no Nova Garça.
Segundo informações da Polícia Militar, a irmã dele – de 38 anos – chegou a ser presa por tentativa de homicídio, mas acabou liberada por falta de provas. O caso aconteceu às 18h37.
A equipe foi acionada para socorro a uma pessoa com o corpo em chamas em residência localizada no Jardim Nova Garça. No local, uma unidade de resgate do Corpo de Bombeiros já realizava os primeiros-socorros a um homem com queimaduras de terceiro grau.
Na residência, a irmã da vítima afirmou aos policiais militares que teria ouvido o irmão dizer que ia dar fim à própria vida. Entretanto, na UPA, o homem afirmou que tinha sido a irmã quem tinha ateado fogo nele.
Os policiais chegaram a dar voz de prisão em flagrante à acusada e a conduziram até a Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Marília. Na delegacia, a mãe da vítima e da acusada negou a acusação e afirmou que a filha não era autora do crime.
De acordo com o apurado, a mãe disse que a filha tomava banho no momento do ocorrido. Sem outras testemunhas, a acusada acabou liberada.
A vítima não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade de saúde. 
O caso foi registrado como homicídio e será instaurado inquérito policial para apurar as circunstâncias.

Fonte: Marília Notícia



Nenhum comentário:

Postar um comentário