terça-feira, 1 de fevereiro de 2022

Sesi Vôlei Bauru conquista a Copa Brasil 2022

O Sesi Vôlei Bauru escreveu mais um capítulo glorioso em sua história. Com atuação impecável, a equipe venceu o Minas por 3 sets a 0 (25/18, 27/25 e 25/20), nesta segunda-feira (31), no ginásio Galegão, em Blumenau (SC), e faturou o título da Copa Brasil 2022, competição em que avançou à final pela primeira vez.
Além do título inédito, o Sesi Bauru garantiu vagas para a Supercopa, que reúne o campeão da Superliga e da Copa Brasil, e, como a equipe mineira é a atual campeã da Superliga, também para o Sul-Americano de Clubes, que dá ao campeão e vice vagas para o Mundial de Clubes. Ambas as competições ainda não têm datas previstas para serem realizadas.
Agora o Sesi Bauru retoma o foco para a Superliga 2021/22 para enfrentar o Barueri, na próxima sexta-feira (4), às 19h, no Sesi Altos da Cidade, em Bauru, pela quarta rodada do returno.
O primeiro set foi marcado por atuação bastante consistente do Sesi. Preciso em todos os fundamentos e com grande volume de jogo, a equipe controlou as ações desde o início, abriu vantagem e fechou a parcial em 25/18.
O segundo set foi mais equilibrado e sem nenhuma das equipes conseguir se distanciar no placar. Com 17/16 contra, o técnico Rubinho, do Sesi Bauru, pediu tempo. No recomeço, o Minas abriu 18/16, mas o Bauru buscou o empate em 18 pontos e passou à frente no 19/18, momento em que o Minas parou o jogo.
Novamente, o Minas abriu frente de dois pontos no 21/19 e Rubinho pediu tempo. O Sesi diminui a desvantagem para um ponto no 23/22 e foi a vez do Minas parar o jogo. O duelo seguiu emocionante e o time bauruense empatou no 24/24, passou à frente no 25/24 e fechou a parcial em 27/25.
O terceiro set novamente começou equilibrado. O Minas abriu frente de dois pontos, mas Bauru virou, chegando ao 9/7 e o Minas pediu tempo. No reinício, o Sesi seguiu com atuação consistente e aumentou a vantagem para quatro pontos no 15/11, momento em que o Minas parou o jogo.
O time mineiro reagiu e cortou a desvantagem para um ponto no 17/16, quando Rubinho pediu tempo. No reinício, o Sesi engatou boa sequência, abriu cinco de vantagem no 23/18 e fechou a parcial em 25/20, faturando o título inédito.

Fonte: Jornal da Cidade de Bauru



Nenhum comentário:

Postar um comentário