segunda-feira, 14 de fevereiro de 2022

Novotec Expresso tem 40 mil vagas em aberto em todo Estado

O governo do Estado de São Paulo anunciou, ao longo desta semana, a disponibilização de 40 mil vagas em cursos de qualificação profissional de 120 horas de duração do programa Novotec Expresso, no contraturno, nos formatos presencial e remoto, em todas as regiões paulistas. É o maior número da história do programa. Para Garça não há cursos presenciais previstos, mas é possível efetuar a inscrição em atividades remotas.
Além disso, estudantes participantes da iniciativa que estejam matriculados no ensino médio na rede estadual terão direito a receber um auxílio no valor total de até R$ 600, dividido em quatro parcelas mensais, ao longo da duração do curso.
São 38 opções de cursos que foram desenvolvidos para atender as demandas atuais do mercado de trabalho e os interesses dos jovens. Os cursos têm previsão de início para 14 de março e abordarão temas variados nas áreas de Gestão e Negócios, Produção Cultural e Design, Tecnologia da Informação e Comunicação e Meio Ambiente.
Para se inscrever nos cursos, o interessado deve acessar o site do Novotec, em www.novotec.sp.gov.br, fazer um cadastro simples e, na tela de inscrição, selecionar o município de interesse para verificar quais cursos estão disponíveis e, então, selecionar uma das opções. A comunicação com os inscritos é feita pelo e-mail cadastrado na hora da inscrição. O período de inscrições vai até 25 de fevereiro.
O Novotec Expresso não possui processo seletivo. Jovens entre 14 e 24 anos, com ensino fundamental completo, estão aptos a se candidatar para uma vaga. É importante ficar atento aos critérios de classificação utilizados para selecionar os alunos quando há mais inscritos do que vagas. O programa tem como premissa a paridade de gênero dentro das turmas e há prioridade aos estudantes matriculados no ensino médio da rede pública e das Etecs.
Para receber a bolsa, os jovens elegíveis deverão frequentar o curso e não podem ser beneficiários de seguro-desemprego. No caso dos jovens de 14 e 15 anos, será necessária a indicação de um responsável legal para o pagamento da bolsa e que a renda familiar seja de até três salários mínimos. O pagamento de até quatro parcelas será iniciado em abril e feito por meio do portal Bolsa do Povo.

Redação do Garca.Jor



Nenhum comentário:

Postar um comentário