segunda-feira, 6 de dezembro de 2021

Agudos, Bariri, Dois Córregos e Pirajuí vão ter unidades do Poupatempo

O governador do Estado de São Paulo em exercício, Rodrigo Garcia (PSDB), autorizou a liberação de R$ 14 milhões em recursos dos programas que compõem o Retoma SP para aplicação específica na região de Bauru.
Os municípios de Agudos, Bariri, Dois Córregos e Pirajuí ganharão novos postos do Poupatempo, beneficiando cerca de 130 mil habitantes e com repasse total do Estado de R$ 520 mil. Cada nova unidade conta com investimento de R$ 130 mil pelo Estado e tem capacidade para realizar cerca de 130 atendimentos por dia.
As estruturas de Ciretrans e Detrans serão transformadas em Poupatempo nessas cidades. A integração faz parte do plano de expansão anunciado em agosto de 2020 pelo governo paulista. O modelo já foi implementado em 97 unidades no Estado. 
As implantações serão viabilizadas em parceria com as prefeituras e contam com estrutura mais moderna e tecnológica, proporcionando segurança e comodidade. Atualmente, 70% dos atendimentos feitos nas unidades do Poupatempo são referentes a serviços oferecidos pelo Detran.SP.
O prefeito de Agudos, Fernando Octaviani (MDB), avalia como essencial a chegada do Poupatempo na cidade. "O Poupatempo vai agilizar muito vários serviços para a nossa população. Era um sonho antigo, porque as pessoas mais humildes tinham dificuldade de vir a Bauru, e agora terão essa facilidade", afirmou o prefeito de Agudos. O Poupatempo em Agudos vai funcionar no mesmo prédio onde está instalado o Detran.
Rodrigo Garcia confirmou o início das obras da segunda fase da modalidade Nossa Casa - CDHU para a edificação de 212 unidades habitacionais em Boracéia, Guarantã e Pongaí. Também foi autorizada a liberação de recursos do Programa Especial de Melhorias (PEM) no valor de R$ 1,4 milhão para obras de melhorias em conjuntos habitacionais já entregues em sete cidades: Avaí (R$ 200 mil), Arealva (R$ 200 mil), Bariri (R$ 150 mil), Boraceia (R$ 200 mil), Dois Córregos (R$ 250 mil), Getulina (R$ 250 mil) e Pederneiras (200 mil).

Fonte: Jornal da Cidade de Bauru



Nenhum comentário:

Postar um comentário