terça-feira, 23 de novembro de 2021

Leila Pereira torna-se 40ª presidenta da Sociedade Esportiva Palmeiras

A Sociedade Esportiva Palmeiras conheceu no último sábado, 20, a sua nova presidenta para o triênio 2022/2023/2024. Em Assembleia Geral realizada no ginásio poliesportivo do clube social, a empresária Leila Mejdalani Pereira foi eleita com 1.897 votos dos associados e será a primeira mulher a presidir o Alviverde Imponente em toda a história. Ao todo, foram 2.141 votantes, sendo 244 em branco – a chapa Palmeiras de Todos, única inscrita para concorrer ao pleito, precisava superar os 50% de votos para ser eleita. O novo mandato começará oficialmente no dia 15 de dezembro.
Leila concorreu acompanhada dos candidatos a vice-presidentes Paulo Roberto Buosi, Maria Tereza Ambrósio Bellangero, Neive Conceição Bulla de Andrade e Tarso Luiz Furtado Gouveia – atual primeiro vice-presidente, Buosi foi reeleito. Como a eleição foi por meio de chapas fechadas, os vices não concorreram de forma independente.
A Assembleia Geral teve início às 8h e terminou às 17h. A votação foi realizada por meio de urnas eletrônicas, nas quais os associados optavam pela chapa número 100 ou o voto em branco. Estavam aptos a votar todos os titulares adimplentes com mais de três anos de matrícula, conforme relação disponibilizada previamente na Secretaria Geral, e se houvesse mais do que 50% de votos brancos, a eleição seria anulada e outra Assembleia Geral seria convocada.
Leila Pereira substituirá Mauricio Galiotte, mandatário de 2017 a 2021 e cuja gestão, além dos méritos financeiros e administrativos, ficou marcada pelas conquistas do Campeonato Brasileiro de 2018 e da Tríplice Coroa (Campeonato Paulista, Copa do Brasil e CONMEBOL Libertadores), em 2020.
Presidenta da Crefisa, do Centro Universitário das Américas (FAM) e gestora de outras 11 empresas do grupo, Leila Mejdalani Pereira nasceu no dia 11 de novembro de 1964 na cidade de Cambuci, no estado do Rio de Janeiro. Quando tinha menos de um ano de idade, a família se mudou para Cabo Frio, também no interior do estado do Rio.
Formada em Jornalismo e Direito, assumiu o comando da Crefisa em 2008. A vocação para os negócios, potencializada pelo incentivo do marido José Roberto Lamacchia, fez com que Leila Pereira entrasse no mundo empresarial e se tornasse uma das grandes executivas do mercado.
Com a Crefisa e a FAM sendo as principais parceiras do Palmeiras desde 2015, a empresária participou ativamente da reconstrução do clube e viu o investimento de suas empresas refletir nos títulos nacionais da Copa do Brasil de 2015 e 2020 e do Campeonato Brasileiro de 2016 e 2018, consolidando o Verdão como o Maior Campeão do Brasil, além do Campeonato Paulista e da CONMEBOL Libertadores, ambos em 2020.
Leila se tornou a conselheira mais votada da história do Palmeiras em 2017, com 248 votos, e foi reeleita em fevereiro deste ano também com resultado recorde, de 387 votos. Neste sábado, foi eleita a 40º presidenta da história do Palmeiras, sendo a primeira mulher no comando do clube.

Redação do Garca.Jor



Nenhum comentário:

Postar um comentário