terça-feira, 9 de novembro de 2021

Justiça de Pompeia julga acusado de matar um e deixar outros dois feridos

A Justiça de Pompeia julga, nesta terça-feira, 09, Douglas Cândido Jordão, conhecido como “Hulkão”. Ele é apontado como o autor dos disparos que mataram o jovem Luis Felipe Madureira Pereira, de 23 anos, em 10 de novembro de 2019.
Jordão é acusado de três homicídios duplamente qualificados. Um consumado e dois na forma tentada. O caso segue sob segredo de Justiça.
Na época do crime, “Hulkão” se apresentou na Central de Polícia Judiciária (CPJ) em Marília em 18 de novembro. Ele prestou depoimento e alegou legítima defesa.
O crime ocorreu em uma chácara na área rural de Pompeia. Outros dois homens, na época com 19 e 26 anos, também foram alvejados.
Segundo o Boletim de Ocorrência registrado na data do ocorrido, por volta de 5h34, a Polícia Militar foi acionada em uma festa universitária e constatou que uma das três vítimas iniciou uma discussão com dois homens – um de cor branca, estatura alta e barba, e outo mais baixo, de barba, que apresentava irregularidades nas orelhas, similar às de lutadores.
O homem mais baixo foi até um veículo de cor preta e, ao retornar, estava em posse de uma arma de fogo. Ele efetuou vários disparos que atingiram Luis Felipe no pescoço.
O rapaz de 26 anos foi atingido na coxa esquerda e o de 19 nas costas, ombro e nuca. Após os tiros, os dois acusados fugiram do local.
As vítimas foram encaminhadas para a Santa Casa de Pompeia, entretanto devido à gravidade dos ferimentos, o rapaz de 19 anos precisou ser transferido para o Hospital das Clínicas em Marília.
No BO constava ainda que os autores estariam trabalhando para um estabelecimento de Marília. Nenhuma das testemunhas soube informar o motivo da briga.

Fonte: Marília Notícia



Nenhum comentário:

Postar um comentário