segunda-feira, 11 de outubro de 2021

Rebanho bovino de Garça apresenta retração ao longo de 2020

O rebanho bovino da cidade de Garça diminuiu em 2020. O dado faz parte da PPM (Pesquisa da Pecuária Municipal), do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). 
No ano passado, o rebanho chegou a 33.845 cabeças, ao passo que em 2019 esse plantel era de 34.691. Fernão contava no ano passado com 32.800 bovinos, com um aumento expressivo em relação a 2019, quando o montante somava 6.157. Já Gália contava no ano passado com 17.658 cabeças de bois, sendo que no exercício anterior o número somava 15.482.
Garça também observou uma redução considerável no volume de galináceos. O ano de 2020 fechou com 117.780 dessas aves, contra 176.320 do ano de 2019.
No Estado de São Paulo, o maior rebanho de bovinos está na cidade de Presidente Bernardes, com 125,1 mil cabeças de gado. Em seguida aparecem Mirante do Paranapanema (121,4 mil), Cunha (121,1 mil) e Rancharia (115,3 mil).

Em 2020, o rebanho bovino nacional cresceu 1,5%, chegando a 218,2 milhões de cabeças, maior efetivo desde 2016. O Centro-oeste respondeu por 34,6% do total (75,4 milhões).
A maior alta foi na região Norte, 5,5%, ou mais 2,7 milhões de cabeças, somando 52,4 milhões. Mato Grosso segue líder, com 32,7 milhões de cabeças e alta de 2,3% ante 2019.

Redação do Garca.Jor


Nenhum comentário:

Postar um comentário