quinta-feira, 28 de outubro de 2021

Família de assisense que morreu em acidente de trânsito em 2018 é indenizada

A família de Luiz Ernesto Pires Galvão, que morreu em acidente de carro no dia 15 de dezembro de 2018, vai receber R$ 90 mil como indenização pela sua morte.
O acidente aconteceu na Rodovia Rachid Rayes (SP 333) km 385,300, entre Assis e Echaporã, em trecho que passava por manutenção e a sinalização era precária, conforme constam dos autos.
Os condenados a indenizarem a família são a Entrevias Concessionárias de Entrevias S.A., a Zapone Engenharia e Comércio, empresa terceirizada contratada para fazer o serviço de manutenção e sinalização no trecho, e Reginaldo Aparecido Dalberto, motorista do caminhão VW/10.160 de Jaú, que bateu na traseira do veículo Siena Fiat de Assis, de Luiz Ernesto, que estava parado, onde era realizado o sistema de 'siga e pare".
O pedido inicial de danos morais sofridos pela morte de Luis Ernesto nesse acidente de trânsito era no valor de R$.1.116.060,00.
As partes envolvidas apresentaram suas defesas, mas não foram eximidas da responsabilidade do acidente. Porém, o juiz decidiu pela indenização no valor de R$ 90 mil, sendo R$ 30 mil para cada condenado, considerando que a indenização deve ser como uma reparação dos danos causados e elemento de penalização aos responsáveis pelo acidente. O processo é extinto com resolução de mérito.
Luiz Ernesto era muito conhecido na cidade, tinha uma lanchonete na Avenida Dom Antonio, onde costumava reunir muitos amigos, e se destacava pela sua alegria e bom humor. Amante do carnaval, integrava a Escola de Samba da Vila Operária. Mesmo passados quase três anos de sua morte, familiares e amigos ainda lamentam nas redes sociais.

Fonte: AssiCity



Nenhum comentário:

Postar um comentário