quarta-feira, 22 de setembro de 2021

Polícia Militar mata homem em abordagem na cidade de Ourinhos

Um rapaz identificado como Murilo Henrique Junqueira, de 26 anos, foi morto após trocar tiros com a Polícia Militar, na Vila Operária, em Ourinhos (distante 95 quilômetros de Marília).
O caso ocorreu na rua Elvira Ribeiro de Moraes. A Polícia Civil foi acionada com a informação de troca de tiros entre a equipe da Força Tática com um foragido da Justiça.
Segundo os policiais envolvidos na ocorrência, contra Murilo havia um mandado de prisão expedido pela Vara Criminal de Jacarezinho.
A PM recebeu informação de que o foragido estaria escondido na rua Moacir Cassiolato, no Parque Minas Gerais, e se deslocou até o endereço na tentativa de efetivar a captura.
Os militares relataram que estacionaram a viatura nas proximidades, desembarcaram, se aproximaram do imóvel, e se depararam com o jovem no portão.
Ao perceber a presença dos PMs, o rapaz fugiu no sentido da NEI Benedita Fernandes Cury, desceu por um terreno baldio, ao lado da escola, sentido a rua Mario Antônio Bacili.
Três policiais o perseguiram, a pé, enquanto dois retornaram para a viatura para tentar cercar o homem.
Murilo alcançou uma viela que liga rua Mário Antônio Bacili com a rua Elvira Ribeiro de Moraes e, no final dela, se deparou com a viatura. O militares desembarcaram e deram a ordem de parada.
O foragido teria virado o corpo, na intenção de recuar, e durante o movimento, sacou uma arma calibre 380.
Imediatamente, na intenção de repelir a agressão, um dos militares afirma ter efetuado três disparos e o outro mais um. Cessados os tiros, a equipe policial percebeu que Murilo estava neutralizado e a arma caída próxima dele.
De acordo com os policiais, o rapaz aparentemente possuía sinais vitais, porém não esboçava reação. O Samu foi acionado, conduziu o homem até a Santa Casa, onde não resistiu e morreu. Ele levou cinco tiros.
A perícia recolheu quatro cápsulas, sendo uma calibre 380 e as outras .40. A arma usada por Murilo foi apreendida e tinha numeração raspada. As pistolas dos policiais também foram apreendidas.
A ocorrência foi registrada como homicídio simples e morte decorrente de intervenção policial.

Fonte: Marília Notícia



Nenhum comentário:

Postar um comentário