sexta-feira, 3 de setembro de 2021

CDHU vai concluir casas abandonadas de programa federal em Pompéia e mais cidades

A CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano) vai assumir a conclusão de 585 casas do Programa Sub 50, do Governo Federal, em Pompéia e mais 14 municípios do Estado de São Paulo.
O programa Sub 50, direcionado a municípios com até 50 mil habitantes, tinha como objetivo a construção de moradias de interesse social. As construções foram interrompidas e os contratos com a instituição financeira Cobansa estavam paralisados.
São 40 casas em Pompéia e 22 em Cafelândia, além de Barra do Turvo (38 casas), Bofete (40), Casa Branca (50), , Dumont (39), Euclides da Cunha Paulista (40), Ilha Comprida (40), Iperó (38), Itaberá (40), Joanópolis (40), Potim (40), Pompéia (40), Reginópolis (40), Santa Branca (28) e Teodoro Sampaio (50).
As casas oferecem área útil igual ou maior que 43,00 m², pé direito de 2,60 m, azulejo até o teto nas paredes do banheiro e cozinha, janelas de alumínio ou aço galvanizado, acessibilidade para cadeirantes, entre outros benefícios. Infraestrutura completa.
Esses contratos vão ser rescindidos e novos compromissos, em convênio tripartite, serão assinados com base no Programa de Desenvolvimento Urbano (PDU), da Casa Paulista.
A CDHU receberá os recursos e fará a complementação para a produção dos empreendimentos. A Companhia já promoveu todas as vistorias para avaliar a situação de cada um dos conjuntos habitacionais.
O secretário Flavio Amary conduziu o encontro, realizado na sede da Secretaria da Habitação, que teve participação do secretário-executivo da Habitação, Fernando Marangoni, do presidente da CDHU, Silvio Vasconcellos, dos diretores da CDHU, Aguinaldo Quintana e Marcelo Hercolin, da secretária-executiva da Casa Paulista, Mayara Bernardes, dos prefeitos e demais representantes dos municípios.

Fonte: Giro Marília



Nenhum comentário:

Postar um comentário