segunda-feira, 16 de agosto de 2021

Região passa a ter Centro de Avaliação e Performance para reprodutores bovinos

O Programa de Mestrado Profissional em Medicina Veterinária e a Central Senepol implementam o Centro de Avaliação e Performance para Reprodutores, com objetivo de aperfeiçoar as pesquisas na área de melhoramento genético. O projeto inovador permitirá a constante modernização e evolução em pesquisas relacionadas a área produtiva, garantindo eficiência e equilíbrio socioambiental.
De acordo com a Pró-reitora de Pesquisa, Pós-graduação e Ação Comunitária da Unimar, Fernanda Mesquita Serva, o Centro somará ao processo de ensino inovador da Universidade. “Esse é mais um projeto que une academia e as forças produtivas de nossa região, ampliando as atividades desenvolvidas no ecossistema da Unimar; o Mestrado Profissional de Saúde Animal já é uma realidade nesse cenário”.
Segundo o Médico Veterinário e Inspetor Técnico de Registro Genealógico da Associação Brasileira dos Criadores de Bovinos da Raça Senepol, Silter Fadel, o Centro surge para suprir as demandas desta área que está em ascensão. “A filosofia de aprimoramento aplicada pelo Programa de Melhoramento Genético da Raça Senepol em conjunto com o Programa de Produção e Reprodução Animal da Universidade, trará uma plataforma equilibrada, lastreada entre as bases acadêmicas e o meio profissional moderno voltadas diretamente ao campo, sempre com a preocupação socioambiental. A avaliação genética permitirá identificar reprodutores de elevados padrões raciais, eficiente em ganho de peso e conversões alimentares, com alta precocidade de terminação, garantindo rendimento e qualidade de carcaça carne, um produto almejado pelos selecionadores, criadores e consumidores finais”, explica.
Além de integrar a equipe de implementação do Projeto, Silter é mestrando no Programa Profissional em Medicina Veterinária da Unimar e seu projeto será desenvolvido no Centro de Avaliação e Performance para Reprodutores Bovinos.  “A minha pesquisa consistirá na avaliação de marcadores moleculares para a característica de marmoreio, um importante quesito para qualificação da carne bovina em especial para a raça Senepol, estando inserida nas parcelas que são subdivididas por índices ao quais serão alvo de pesquisas dentro do centro de performance”, conta.
A Central Senepol, parceira da Unimar, é uma empresa voltada para a produção in vitro (FIV) de embriões bovinos e está instalada na Fazenda Experimental da Unimar, sendo mais um diferencial do curso de Medicina Veterinária, uma vez que o local serve para o processo de aprendizagem dos acadêmicos, bem como os estágios.
Para o médico veterinário e proprietário da Central Senepol, Wanderley Zucoloto, o Centro tem uma função essencial no mercado. “Dentro do mercado nacional e mundial, o Brasil tem uma posição muito importante na produção de carne, por isso temos que ter uma biotecnologia na reprodução. O FIV nada mais é do que pegar uma doadora e fazer deste material genético mais de 50 filhos no ano. Assim, multiplicando uma genética de ponta e dando produtividade para o rebanho, que é uma das necessidades do país atualmente. Só que, para esta biotecnologia, é necessário possuir um laboratório especializado com Centro de Pesquisa e esta é a parceria que fizemos com a Unimar. Nós colocamos nosso laboratório aqui, onde produzimos mais de 10 mil embriões por ano, que são animais padronizados e de raça, que vão melhorar a pecuária brasileira”, detalha.
“O Projeto é muito perspicaz, principalmente no momento em que estamos passando com o avanço da tecnologia e desenvolvimento de atividades pecuaristas. O Centro tem potencial para ser uma referência nacional, assim como todos os projetos agropecuários realizados pela Universidade de Marília”, conclui Silter.
“A Unimar acredita em parcerias com esta para colaborar com o desenvolvimento da região e do país!”, finaliza Fernanda Mesquita Serva.

Redação do Garca.Jor



Nenhum comentário:

Postar um comentário