quarta-feira, 25 de agosto de 2021

PM da reserva é preso após ser acusado de dar tiros em residencial de Assis

Na noite da última segunda-feira, 23, policiais civis integrantes do Grupo de Operações Especiais (GOE) prenderam em flagrante o policial militar da reserva A.C.G., de 57 anos, após ter ido até o residencial condomínio Damha e efetuar disparos de arma de fogo; ninguém foi atingido.
A motivação foi uma discussão ocorrida em dias anteriores entre o investigado e outros condôminos.
Os policiais civis do GOE, coordenados pelo delegado Marcelo Armstrong, com apoio também de policiais militares, prenderam o autor dos disparos em flagrante delito já na sua residência, onde os policiais localizaram uma pistola oxidada, calibre .380, um carregador municiado e três caixas de munição e no lixo da residência foram apreendidos quatro cartuchos deflagrados.
A arma apreendida é registrada em nome do investigado, que teria utilizado uma outra arma para efetuar os disparos, a qual não foi localizada.
O indiciado vinha ameaçando os moradores, inclusive há registro de boletim de ocorrência por uma das vítimas, assim como estava impedido, por determinação judicial, de se aproximar delas. Ele foi preso por tentativa de homicídio e, por se tratar de policial militar da reserva, foi encaminhado ao 32° Batalhão da Polícia Militar de Assis, onde permaneceu preso.

Fonte: Assiscity



Nenhum comentário:

Postar um comentário