terça-feira, 24 de agosto de 2021

Mulher que tomou 'terceira dose' contra covid-19 é ouvida em Pirajuí

A Polícia Civil de Pirajuí ouviu na segunda, 23, a aposentada de 74 anos que, mesmo com o ciclo vacinal contra a covid-19 completo com duas doses da CoronaVac, no fim de maio, foi até uma unidade de saúde da cidade, alegando que não havia sido imunizada e recebeu "terceira dose", desta vez da AstraZeneca, com intenção de viajar para a Europa.
Em depoimento, a mulher, que mora em Santos, confessou que mentiu para as funcionárias da unidade de saúde de Pirajuí, cidade onde estava hospedada na casa de familiares, para receber vacina da AstraZeneca, só revelando a verdade depois, quando recebeu telefonema da equipe.
Ela admitiu que fez isso porque pretendia viajar para a Europa e disse que, pelo que ficou sabendo, lá, somente eram aceitos estrangeiros vacinados com a AstraZeneca. A aposentada havia recebido as duas doses da CoronaVac em unidades de Santos, em março e abril deste ano.
Segundo a Polícia Civil, a mulher também declarou que está arrependida e que possui interesse em ressarcir o prejuízo causado ao Estado, por meio da celebração de eventual acordo de não-persecução penal com o Ministério Público (MP).
O inquérito policial, que apura eventual crime de estelionato, segue em andamento, aguardando as oitivas das funcionárias da saúde. A Prefeitura de Pirajuí já enviou à polícia as informações solicitadas sobre gastos com a vacina. O caso é acompanhado pelo MP.

Fonte: Jornal da Cidade de Bauru



Nenhum comentário:

Postar um comentário