quinta-feira, 5 de agosto de 2021

Hospital Oncológico da Unimar é inaugurado e aguarda SUS

Inaugurado na tarde desta segunda-feira, 02, com uma equipe de excelência, o Hospital Oncológico Unimar (HOU) já nasce como referência ao tratamento de pacientes com câncer de Marília e região.
O tão desejado sonho do reitor da Universidade de Marília (Unimar), Márcio Mesquita Serva, hoje sai do papel e ganha as páginas dos noticiários com o primeiro atendimento no novo prédio. A primeira paciente já passou pelo local, que conta com 84 leitos clínicos – todos com vista para o vale – e 12 vagas de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).
Atendimento da primeira paciente no prédio estava agendado para esta terça-feira (3), a partir das 8h.
“Nasci em Marília e é aqui que pretendo ficar. E os investimentos que tivermos que fazer, serão aqui, para quem precisa. Criamos este hospital pensando em atender os que mais precisam, aqueles que são vítimas dessa doença demorada, cara, de cura lenta. Vamos colocar todos os equipamentos que estiverem ao nosso alcance para o HOU ser líder da região”, destaca o reitor.
“Quando chegamos aqui, não tínhamos nada. Hoje podemos oferecer para a população o que há de melhor em ensino e em saúde. Somos a quarta universidade do Estado e a cidade é referência em saúde. O sonho se tornou realidade, mas ainda temos uma longa jornada pela frente, que é fazer o melhor pelos marilienses e por quem é da região”, declara.
O HOU contará com o Pet Scan, aparelho que permite a identificação das células cancerígenas quase que instantaneamente.
Instalado na quarta torre do Hospital Beneficente Unimar (HBU), o Hospital Oncológico abriga também três salas cirúrgicas equipadas, além de atendimentos com nutricionistas, psicólogos, fisioterapeutas e os mais modernos aparelhos para a realização de quimioterapia, diagnóstico por imagem, laboratório para exames, farmácia clínica especializada, odontologia hospitalar, e hematologia.
“O objetivo sempre foi fazer a diferença, ter um cuidado integrado ao paciente oncológico. E é isso que nós priorizamos aqui. A partir de amanhã [hoje], já vamos ter várias quimioterapias de madrugada, sábados, domingos e feriados, não tem hora. Essa é uma doença que não pode esperar, vai ser prioridade sim”, garante a superintendente da Associação Beneficente Hospital Universitário (ABHU), Márcia Mesquita Serva.
Durante o evento, Márcia aproveitou a oportunidade para destacar o desafio de construir uma estrutura desse porte, para entregar a quarta torre durante a pandemia. Emocionada, a superintendente relatou dificuldades com a falta de materiais e mão de obra, além de atrasos.
A pró-reitora de Pesquisa, Pós-graduação e Ação Comunitária da Unimar, Fernanda Mesquita Serva, lembrou da parceria que a parte acadêmica tem com o hospital. “É um marco para os acadêmicos. Aqui é o espaço dos nossos alunos. É aqui que os nossos acadêmicos vão aprender na prática. São diversos os alunos que vão atender desde a psicologia, odontologia até a medicina”, comenta.
Ao discursar, Fernanda destacou ainda o orgulho que sente do pai e recordou quando surgiu a vontade de entregar este legado para Marília. “Em 2019 meu pai ficou internado em São Paulo para fazer o tratamento de um câncer. Ele estava sendo atendido no hospital e falou ‘eu quero essa estrutura lá em Marília, para o nosso povo’. E hoje vemos que esse sonho se tornou realidade”, recorda emocionada.
O médico Sérgio Afonso, coordenador do setor de oncologia do HBU, pontua que o foco do atendimento no Hospital Oncológico Unimar é o trabalho humanizado, de maneira que o paciente seja recuperado mentalmente e tenha esperanças de cura para a doença.
“A concentração de todos os recursos, exames, cirurgias e demais procedimentos torna o tratamento melhor, mais humanizado e mais eficiente. Ele deixa de ser um número para se tornar alguém. Nada substitui você ouvir da equipe médica um ‘bom dia, senhor José’. Estes pequenos detalhes fazem toda a diferença. Além da vista para o vale, que deve tornar a estadia mais agradável, nós contaremos com equipamentos de primeira qualidade para garantir mais conforto durante o tratamento, como é o caso da touca térmica, equipamento que proporciona menos queda de cabelo para pacientes em quimioterapia”, conta.
O deputado estadual Vinicius Camarinha (PSB), líder do governo na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), falou da amizade de longa data que mantém com a família Mesquita Serva e lembrou da parceria que tem com o hospital ao longo da sua trajetória de vida pública. Só nestes três últimos anos de mandato como parlamentar, já conseguiu repasses de mais de R$ 7 milhões para a instituição.
“A Márcia foi me pedir ajuda em São Paulo e, ao apontar que queria ter em Marília o Pet Scan, equipamento de última geração para o tratamento de oncologia, eu falei para ela que o Estado iria ajudar. Fizemos uma emenda no valor de R$ 2,5 milhões e a Unimar fez o aporte do restante, para totalizar os R$ 5 milhões que o aparelho custava. E fazendo uma prestação de contas, eu pedi para os meus assessores levantarem quanto já tínhamos repassado para o hospital, nem eu acreditei que já tinham sido mais de R$ 7 milhões”, comenta.
O prefeito Daniel Alonso (PSDB) destacou o empenho da família Serva em viabilizar a estrutura de saúde por meio do Hospital Beneficente Unimar.
“A gente fala para ele (Márcio), para de construir, a gente tem de se mobilizar para garantir o credenciamento do SUS, mas ele não para. Parabéns à família Serva, parabéns a todos que integram essa grande instituição que é a Unimar e o HBU, que foram fundamentais durante a pandemia”, homenageia.
Para o presidente da Câmara Municipal, Marcos Rezende (PSD), “um homem magnífico como o reitor Márcio Mesquita Serva parece que é um ser que não é deste planeta. Com a visibilidade que ele tem, nos proporciona um investimento desta magnitude  e com a capacidade científica e tecnológica dos grandes centros. Marília foi felizarda de ter na nossa cidade um reitor como o doutor Márcio. A entrega do hospital oncológico vai mudar todo segmento da saúde na nossa cidade”, completa.
A superintendente Márcia Mesquita Serva anunciou durante a inauguração do HOU, que deve protocolar ainda nesta terça-feira o pedido de credenciamento de leitos pelo Sistema Único de Saúde (SUS ).
Márcia destacou a realização do sonho do reitor Márcio Mesquita Serva e apontou que o próximo passo é tornar o atendimento acessível à população.
“Iniciar o atendimento para quem tem convênio ou particular já é um começo, mas o sonho só será completo quando estivermos atendendo a população. Com isso, vamos dar início nesta terça-feira ao movimento para garantir o credenciamento do hospital para atender pelo SUS”, ressaltou.
Ofícios foram endereçados para o prefeito Daniel Alonso e ao deputado Vinicius Camarinha.

Fonte: Marília Notícia



Nenhum comentário:

Postar um comentário