quarta-feira, 16 de junho de 2021

Combate à dengue em Garça passa a contar com ferramenta digital

Visando um combate mais eficiente à dengue no município, a Prefeitura de Garça adquiriu o programa Super Agente. O treinamento com a equipe da saúde que vai usar a ferramenta digital no dia a dia ocorreu na manhã desta quarta, 16.
De acordo com o secretário de Inovação e Tecnologia, Leandro Carvalho, o objetivo desse programa é automatizar todas as notificações que são realizadas em relação ao combate à dengue.
Atualmente tudo é feito manualmente em um mapa da cidade. O agente vai até o local, faz a notificação, vai até a Unidade de Saúde à qual ele está vinculado e a Unidade reporta à Vigilância Sanitária do possível caso encontrado.
Depois disso, a Vigilância faz o bloqueio a partir do endereço identificado em um raio de 100 metros. Todas as residências que estão neste raio são identificadas. A Vigilância avisa, via papel, a Unidade de Saúde onde está localizada a região onde o bloqueio deve ser feito.
Com a implantação do programa Super Agente, quando o funcionário identificar o foco da dengue, ele mesmo, com um tablet em mãos, vai mostrar no aplicativo onde é o endereço. Eletronicamente a Vigilância Sanitária será avisada. Ao receber os detalhes, o próprio sistema define a região do bloqueio onde será feita a verificação pela equipe.
A evolução da verificação das casas que estiverem na região do bloqueio também será registrada eletronicamente. Conforme o agente for passando por cada residência o sistema avisa a Vigilância sobre a situação: cor verde já foi verificada e não há nenhum foco; na cor amarela foi verificada e foi encontrado mais um foco do mosquito, e assim o controle será mais eficiente.
O processo atual, que é manual, dura em torno de dez a 15 dias, tempo que agora será usado no combate ao foco de Aedes aegypti encontrado. A expectativa é que tudo seja feito em, no máximo, dois dias, quando o Super Agente estiver funcionando.

Redação do Garca.Jor



Nenhum comentário:

Postar um comentário