quarta-feira, 23 de junho de 2021

Associação Comercial de Marília apoia novo formato de Zona Azul

A diretoria da Acim (Associação Comercial e Industrial de Marília) recebe com expectativa positiva o novo conceito de disciplina do uso das vagas de estacionamento nos principais corredores comerciais da cidade. De acordo com o presidente da entidade, Adriano Luiz Martins, comerciantes, comerciários e consumidores são unanimes na necessidade de haver uma melhor rotatividade no uso das vagas existentes. 
“A proposta é boa, moderna e necessária para melhorarmos o fluxo de pessoas entre as lojas”, disse o dirigente mariliense que esteve reunido na sede da associação comercial com representantes da empresa Rizzo Parking, que será a responsável pela administração da chamada “Zona Azul”, a partir do dia 15 de Julho, com o início da campanha de orientação, e a partir do dia 15 de Agosto o funcionamento com a cobrança de tarifa pelo uso.
No encontro realizado entre representantes da associação comercial e a empresa que venceu a concorrência pública para a implantação do sistema rotativo de estacionamento em Marília nos próximos 15 anos, foi explicado detalhes de como serão os procedimentos, afinal, para estacionar nos principais corredores comerciais da cidade será cobrada a tarifa de R$ 2,00 a hora, através de sistema totalmente digitalizado por aplicativo.
“O prazo máximo de pagamento é de 48 horas, e a fiscalização e a cobrança de multas ficará a cargo da Emdurb”, disse Thiago Balbino, diretor de operações da Rizzo Parking. “Haverá cobrança proporcional ao tempo utilizado”, acrescentou ao informar que aproximadamente 50 operadores da empresa estarão nas ruas do centro comercial, a partir do dia 5 de Julho, para orientar a população sobre o uso do aplicativo.
São mais de três mil vagas que serão administradas, sempre das 8 as 18 horas durante a semana, e aos sábados das 8 as 13 horas. “A partir do dia 15 de Agosto haverá um prazo de 30 dias, ou seja, até 30 de setembro, sem penalidades aos usuários, que receberão todas as orientações sobre o funcionamento do sistema”, disse Adriano Luiz Martins ao colocar a entidade como parceira neste processo de orientação, principalmente aos comerciantes e comerciários. 
“Desde 2017 estamos sem uma disciplina na Zona Azul o que nos anima com este novo sistema”, falou o vice-presidente da associação comercial, Carlos Francisco Bitencourt Jorge, que também está entusiasmado com a perspectiva de uma maior rotatividade no uso das vagas e a presença de mais consumidores entre as lojas da cidade, nos principais corredores comerciais no centro e nos bairros de Marília. “É importante dizer que haverá um tempo de tolerância de 15 minutos para aquelas casos mais rápidos”, falou.
Outro detalhe comentado no encontro realizado na sede da associação comercial foi quanto a isenção do pagamento de tarifa para os estacionamentos de motos, e para deficientes físicos e idosos, que terão 5% das vagas destinados para os idosos e 2% para os deficientes, devidamente sinalizados, com no máximo duas horas de ocupação da vaga. 
“Um trânsito organizado proporciona ao consumidor, principalmente, mais segurança”, disse Roberto Rizzo, diretor da empresa que se fixa na cidade. “Nossa empresa não realiza a multa”, apontou Thiago Balbino. “Nós coletamos os dados e encaminhamos ao órgão de trânsito no município, no caso a Emdurb, que dá prosseguimento aos procedimentos de cobrança”, explicou ao contar com o apoio da associação comercial no sentido de orientar os comerciantes sobre o novo sistema de rotatividade da Zona Azul.

Redação do Garca.Jor



Nenhum comentário:

Postar um comentário