segunda-feira, 31 de maio de 2021

Lockdown fecha oito cidades na região de Tupã a partir de quinta-feira

Prefeitos de oito municípios da microrregião de Tupã vão adotar lockdown de quatro dias a partir de quinta-feira, 04, para controle da epidemia de covid-19 com fechamento de todos os estabelecimentos, inclusive os reconhecidos como serviços essenciais.
O fechamento foi definido em encontros realizados a sexta-feira e sábado (28 e 29/05), na sede da Acert, em Tupã. Participaram os prefeitos Aldo Mansano (Arco-Íris), Manoel Rosa (Bastos), Paulo Sérgio de Oliveira (Herculândia), Carlos Alberto Freire (Iacri), Gilmar Martin Martins (Parapuã), Walter Rodrigo da Silva (Queiroz), José Ferreira de Oliveira Neto (Rinópolis) e Caio Aoqui (Tupã).
Os prefeitos informaram também que buscarão a adesão de outros municípios, como Osvaldo Cruz e Inúbia Paulista para que o resultado das ações possa ser mais efetivo.
O lockdown regional vai até domingo (06/06). Os serviços de delivery estão autorizados. Já os atendimentos de retirada e drive-thru também estarão suspensos. Os únicos setores que poderão continuar atendendo normalmente são as farmácias e postos de combustível.
Os prefeitos também anunciaram a intensificação das ações de fiscalização em todos os municípios, que podem resultar em autuações e imposições de multas a qualquer indivíduo ou estabelecimento que estejam descumprindo as leis do Plano São Paulo. O valor da multa no CPF é de R$ 552,71 e R$ 5.294,38 para estabelecimentos.
Os prefeitos da microrregião de Tupã também vão agendar audiência na quarta-feira (03/06) com o secretário estadual de Saúde, Jean Carlo Gorinchteyn, e o secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, a fim de cobrar a instalação do hospital de campanha prometido para região, a ampliação da vacinação e maior apoio aos municípios, através de insumos e equipamentos.
Outra importante medida divulgada pelos prefeitos é a ampliação dos leitos de UTI Covid na Santa Casa de Tupã, que atende pacientes de toda região. Em acordo com a direção do hospital, os municípios, de forma proporcional à sua população, destinarão R$ 300 mil em subvenção à Santa Casa de Tupã. Os recursos possibilitarão a conversão dos 10 leitos da UTI B para UTI Covid, ampliando de 15 para o número de 25 leitos. Somados aos 5 leitos extras já abertos pela prefeitura de Tupã em parceria com a Santa Casa, o número de leitos para atendimento UTI pode chegar a 30.
O prefeito Paulinho, de Herculândia, que é presidente do Consórcio Regional de Saúde (CRIS), agradeceu a compreensão e coragem dos prefeitos e destacou a importância da união de todos os municípios, que apesar das diferenças e peculiaridades decidiram se pautar pelo bem maior, que é preservar a saúde da população.
Já o prefeito de Tupã pediu a colaboração de todos e ressaltou que o lockdown está sendo anunciado de forma antecipada para que a população possa se programar e utilizar os serviços que serão suspensos a partir da próxima quinta-feira com tranquilidade e sem atropelos.
Caio afirmou também que o lockdown é uma medida drástica, mas necessária para evitar o aumento dos casos e óbitos por Covid em Tupã e microrregião.
“Diante do pior momento que estamos passando nesta pandemia, é necessário união de todos para superarmos os desafios. Por isso, os oito municípios se uniram para definir ações conjuntas. Contamos com a colaboração da população no cumprimento não só das medidas que estarão sendo adotadas nestes 8 municípios, mas também das normas estabelecidas pelo Plano São Paulo”, afirmou.

Fonte: Giro Marília



Nenhum comentário:

Postar um comentário