sexta-feira, 23 de abril de 2021

Presidente da Nicarágua denuncia ataques a Cuba e Venezuela

O presidente da Nicarágua, Daniel Ortega, denunciou hoje, 23 de abril, as agressões sofridas pelos povos cubanos e venezuelanos, além da população de seu próprio país, ao discursar no fórum Reencontro com a Mãe Terra, organizado na Bolívia.
São povos que consideram necessário punir e punir, disse o presidente nicaraguense por videoconferência, referindo-se aos principais centros de poder do capitalismo mundial.
Ele criticou a falta de pensamento das cúpulas dos países desenvolvidos para lidar com as questões ambientais que afetam o mundo hoje.
Ele lembrou que todo o Caribe, incluindo suas ilhas, está entre as zonas mais vulneráveis ​​do planeta, nas quais os eventos climáticos não só causam danos à natureza, mas também à espécie humana.
Ortega destacou que os recursos para a guerra e modernização das armas atômicas são colocados mais facilmente nos orçamentos dos países desenvolvidos, “para impor uma política tirânica ao mundo", disse.
O fórum 'Reencontro com a Pachamama (Mãe Terra)' foi uma iniciativa do presidente da Bolívia, Luis Arce, que reafirmou o compromisso de seu governo com a geração de energia limpa e anunciou a reativação de um fundo de adaptação e mitigação das mudanças climáticas.
Em 2009, a Assembleia Geral das Nações Unidas proclamou o dia 22 de abril como o Dia Internacional da Mãe Terra.
Dessa forma, os Estados membros reconheceram a Terra e seus ecossistemas como sua casa comum e expressaram a necessidade de promover a harmonia com a Natureza para alcançar um equilíbrio justo entre as necessidades econômicas, sociais e ambientais do presente e do futuro.

Fonte: Prensa Latina



Nenhum comentário:

Postar um comentário