quarta-feira, 17 de março de 2021

Guaimbê: moradores relatam tremor de terra na noite de terça-feira


Moradores de Guaimbê registraram na noite da terça-feira, 16 de março, sustos e medo com rápido tremor de terra identificado em diversos pontos da cidade. As histórias foram às redes sociais e repetem relatos já feitos há alguns dias na região.
Os relatos foram registrados por volta de meia-noite. Sensações de tremor em móveis e vidros são as informações mais comuns.
“Eu estava no sofá deitada e todo meu corpo começou tremer e ouvi os vidros”, conta a moradora Isabella Sales. “Aqui também tremeu, dei um pulo da cama. Misericórdia”, postou Cibele Cristina de Lima.
Outra moradora relatou tremores até no telhado e disse que parecia um vendaval. “Foi meio rápido, veio da sala para a cozinha, para os fundos. Foi muito estranho... e rápido”, disse Cidinha Esteves.
“Eu só ouvi o barulho, não senti o tremor”, contou Maria Donizete Camara de Assis.
As mensagens podem indicar uma resposta para o caso, que já foi sentido outras vezes em cidades da região, como na área de Catanduva.
No dia 09 de março, o Centro de Sismologia da USP recebeu diversos relatos de tremores e divulgou comunicado sobre o caso. Nada foi registrado nas estações da Rede Sismográfica Brasileira.
O mesmo fenômeno ocorreu em 26 de fevereiro: um tremor foi sentido praticamente nas mesmas cidades e nada foi detectado na rede sismográfica.
O comunicado diz que os efeitos relatados e a grande área de percepção indicam que muito provavelmente trata-se de choque provocado pela quebra da barreira do som por aviões a jato.
“Essa onda de choque pelo ar provoca vibração de janelas e portas e pode provocar leves tremores no chão também.” Ainda não há avaliação técnica sobre os relatos desta terça.

Fonte: Giro Marília

Nenhum comentário:

Postar um comentário