quarta-feira, 10 de março de 2021

Advogado vai à Justiça para pedir que seja reconhecido como Superman

Um advogado da cidade de Ponta Grossa, no Paraná, entrou com ação na Justiça do estado em que pede o direito de ser reconhecido como "Superman", personagem famoso das histórias em quadrinhos americanas. 
Na petição, endereçada ao juiz da Vara Cível da comarca de Ponta Grossa, Aldebaran Luiz Von Hollben cita, inclusive, a Warner Bros do Brasil, produtora de filmes do Superman, e também o Clube de Regatas do Flamengo. 
Fã antigo do personagem, Hollben alega que, quando criança, em 1978, tirou duas fotos em que aparecia com a camisa do time e o tênis do Superman. Em 1995, Christoper Reeve, ator que interpretava Superman no cinema, sofreu um acidente, ficou tetraplégico e morreu. 
Por isso, no entendimento do advogado, ele diz que tem o direito de herdar o título de super-herói sob o argumento do que ele chama de "sincronicidade (coincidência significativa)".
"Desta forma, as minhas fotos passaram a fazer sincronicidade (coincidência significativa) com o acidente. Na arte, a sincronicidade é rito de produção, com a arte apresentada é possível fundamentar uma ficção aonde surge um novo super-herói, com os mesmos superpoderes do Superman", diz Hollben no pedido.
Ele usa o argumento porque Christoper Reeve morreu depois de cair de um cavalo. Em uma das fotos, Hollben aparece com a camisa do Flamengo e o tênis do Superman sentado em um cavalo, num carrossel, perto de uma caveira - o que ,segundo ele, significaria a morte.
"É uma teoria de Yin-Yang, que diz que os fatos se relacionam por seus significados", afirmou Hollben ao SBT News. 
Hollben afirma ainda que pretende lançar um filme ou um documentário para explicar esse fenômeno. Sem ser muito claro na petição, o advogado sustenta que todos esses episódios envolvendo o personagem e as suas fotos ajudaram também o Flamengo a ganhar títulos. "Os fãs do Superman vão querer saber porque essa sincronicidade aconteceu, e vão comprar a resposta em formas de filme ou documentário", diz.
Para a reportagem, Hollben revelou que a intenção dele era fundamentar um pedido para conseguir participar dos filmes do Superman.
"Qual o critério que eles usam? Quando um brasileiro vai conseguir participar de um filme desses? Não vai conseguir nunca", afirmou. "Acho que isso pode levar o Brasil a uma conquista: de ter um personagem no filme da Superman. É um projeto que estou fazendo pelo Brasil". 
Nesta quarta-feira, 10 de março,, a juíza Erika Watanabe negou pedido feito por Hollben. 

Fonte: SBT News



Nenhum comentário:

Postar um comentário