segunda-feira, 22 de fevereiro de 2021

Pedágios na SP 294: cobranças devem ter início no dia 01 de maio

A constrição de diversas praças de pedágio alo longo da SP 294 está em ritmo acelerado. A previsão do governo estadual é de que as sete áreas de cobrança instaladas na "Comandante João Ribeiro de Barros" estejam em funcionamento a partir de 01 de maio, Dia do Trabalhador.
A medida encarecerá ainda mais as despesas com viagens realizadas pelos usuários que utilizam diariamente a rodovia, principalmente para trabalhar.
Segundo informações do DER (Departamento de Estradas de Rodagem), somente no trecho entre Bauru a Panorama (km 367 a 668), a rodovia recebeu um volume médio diário de cerca de 64,3 mil veículos no ano de 2018. Esse número representa, praticamente, a quantidade de habitantes do município de Tupã.
Segundo informações da Artesp, as sete praças de pedágio serão instaladas nos seguintes locais da rodovia, com os respectivos preços: Piratininga (km 367), R$ 8,87; Jafa (km 426), R$ 8,00; Pompéia (km 477), R$ 8,13; Iacri (km 551), R$ 7,79; Inúbia Paulista/Lucélia (km 581), R$ 5,43; Junqueirópolis (km 623), R$ 6,04; e Dracena/Panorama (km 668), R$ 4,63. Até o momento, a empresa concessionária pela rodovia, a Eixo-SP, não informou se esses valores serão reajustados. Mas é provável que sejam solicitados ajustes antes da entrada em vigor das cobranças, considerando que o volume de tráfego caiu por conta da pandemia.
Para aliviar o bolso dos motoristas, a concessão permitiu um plano de descontos para quem transitar por essas praças de pedágio diariamente. As tarifas cheias poderão sofrer descontos progressivos, de acordo com o número de passagens pelas cabines automáticas de pedágio durante o mês, no mesmo sentido. Para quem utilizar o pagamento automático pelo sistema DUF (Desconto para Usuário Frequente), o valor da tarifa diminuirá a cada dia, dentro do mês. Além desse desconto, está previsto ainda um desconto de 5% no valor nominal da tarifa para os pagamentos realizados nas cabines automáticas.
A concessionária Eixo-SP é responsável pela operação, manutenção e modernização do lote Piracicaba-Panorama (PiPa), que abrange 1.273 quilômetros de rodovias. O lote Pipa é composto pela malha de 218 quilômetros hoje operada pela concessionária Centrovias, do Grupo Arteris, além do trecho operado pelo DER, que começou a receber as modernizações do Programa de Concessões Rodoviárias do governo de São Paulo. Recebem investimentos trechos das rodovias SP 304, SP 308, SP 191, SP 197, SP 310, SP 225, SP 261, SP 293, SP 331, SP 294, SP 284 e SP 425.
O plano de modernização e obras inclui a construção de 600 quilômetros de duplicações e novas pistas (contornos urbanos). Também haverá faixas adicionais e vias marginais, obras que melhoram a fluidez, o escoamento da produção regional e a segurança viária. Serão implantados, ainda, acostamentos, novos acessos e retornos, recuperação de pavimento, passarelas e ciclovias. O projeto estabelece que a cada quatro anos sejam realizadas revisões que possam adequar novos investimentos nas pistas. Assim, poderão ser antecipados ou feitos novos investimentos, como duplicações e faixas adicionais de acordo com a avaliação de novas demandas.
A concessão também prevê inovações do ponto de vista econômico, tecnológico e de segurança viária. O modelo considera uma tarifa quilométrica 23% menor em comparação à praticada atualmente. Haverá desconto de 5% para os usuários do pagamento automático. Além disso, a grande inovação tarifária da nova concessão é o Desconto de Usuário Frequente (DUF), modelo inédito no Brasil e que irá beneficiar os motoristas que utilizam o trecho rodoviário com mais frequência.
A concessionária Eixo-SP explicou em nota que teve o maior número de vagas abertas no ano de 2020. "Foram criados 5.721 postos de trabalhos diretos e indiretos na região", afirmou. O número leva em consideração a contratação das equipes administrativa, de operação e de manutenção das rodovias, de ambulâncias, guinchos e atendimento aos usuários. Considera também a contratação de empresas terceirizadas que executarão serviços e a contratação de empresas que fornecerão produtos, insumos e serviços.

Fonte: Diário Tupã



Nenhum comentário:

Postar um comentário