quinta-feira, 18 de fevereiro de 2021

Parapuã vai ter maior unidade armazenadora de amendoim do país

A empresa brasileira Francfort Trade, especializada na exportação de amendoim, investe cada vez mais no setor. É responsável pela comercialização de 200 mil toneladas de amendoim brasileiro exportadas nos últimos cinco anos, trabalha com 25 exportadores e atende o mercado de 27 países.
Agora a meta é ampliar os serviços. No ano passado já investiu em reestruturação dos processos, adquirindo sistema de gestão operacional, reforçando o time de vendas/marketing e investindo na capacitação dos novos colaboradores. Mas o maior anúncio está na construção do primeiro silo de armazenagem de amendoim, que promete ser o maior do país.
A unidade armazenadora ficará em Parapuã, na região da Alta Paulista. Com um investimento realizado de R$ 20 milhões, a empresa pretende erguer seis silos de armazenagem que terão capacidade para guardar 60 mil toneladas de amendoim. Os produtores da região, umas das mais importantes cultivadoras do país, poderão utilizar o serviço de armazenagem.
A empresa também investe no plantio de amendoim e se prepara para colher a primeira safra em abril. O cultivo é feito em uma área arrendada na cidade de Martinópolis, vizinha a Parapuã. A expectativa é colher 100 mil sacas. Segundo o fundador, Rodrigo Francfort, a diversificação faz parte da estratégia de crescimento da empresa que hoje comercializa 3 mil ton/mês na exportação e prevê um crescimento de 50% no volume exportado nos próximos anos. “Nossa análise é de que existem oportunidades diversas entre o comércio que já realizamos, a produção e armazenagem, e a exportação de amendoim. Estamos investindo para levar a Francfort a um novo patamar no mercado de amendoim”, finalizou Rodrigo Francfort.
A Agência de Promoção de Investimentos do estado de São Paulo, InvestSP, presta suporte ao projeto de investimento da Francfort que irá gerar 50 novos empregos na região. “O agronegócio paulista é muito importante para o estado. Além da sua importância econômica, ele é um grande gerador de empregos, e o emprego é que dá autonomia às pessoas. Temos muito orgulho em apoiar o projeto da Francfort. Quando o agronegócio se qualifica, toda a cadeia ao redor é beneficiada”, afirmou, o presidente da InvestSP, Wilson Mello.
O Estado de São Paulo é responsável por 90% do amendoim produzido no Brasil e abriga parte importante dos elos da cadeia produtiva. Nesta safra, segundo a Conab, espera colher mais de 536 mil toneladas, em 151 mil hectares.

Fonte: Agrolink



Nenhum comentário:

Postar um comentário