sexta-feira, 26 de fevereiro de 2021

Empresa de ônibus Grande Marília solicita rescisão de contrato

A empresa Grande Marília, responsável pelas linhas de ônibus que atendem algumas regiões de Marília, protocolou na Prefeitura da cidade um ofício em que pede a rescisão do contrato de concessão por descumprimento do equilíbrio econômico-financeiro e prevê encerrar operações em 31 de março.
O ofício acompanha uma crise nos serviços de transporte pela empresa que teve paralisação de motoristas e dos ônibus nesta semana e a previsão de uma greve por atraso no pagamento de salários a partir da próxima segunda-feira, 01 de março.
A empresa diz que está sem fluxo de caixa e que o atendimento depende de recursos como subsídios da prefeitura, uma medida já adotada em outras cidades e rejeitada pelo prefeito Daniel Alonso (PSDB).
A empresa acusa previsão em contrato de 615.674 usuários por mês, mas, em 2020, a média de usuários foi de 147.086. Diz ainda que desde o início da concessão recebeu apenas quatro reajustes de tarifa – a passagem foi de R$ 2,15 a R$ 3,80 no período.
O ofício lembra ainda que o contrato já está em discussão judicial. O eventual encerramento de atividades não implica em fim das discussões que podem provocar cobranças futuras pelo desequilíbrio do contrato.
O prefeito, que esteve em Brasília no início da semana, disse que o apoio às empresas foi um dos temas dos encontros. Há expectativa de que ele possa anunciar novidades antes da greve.
A suspensão das atividades da Grande Marília não influenciaria o atendimento de outras linhas da cidade, exploradas pela empresa Sorriso de Marília. Mas a empresa também cobra da prefeitura solução para crise financeira.
Desde o final do ano passado as empresas esperam respostas para um pedido de reajuste das tarifas. Apresentaram uma planilha com previsão de 64% de aumento – as tarifas passariam de R$ 3,80 a R$ 6,24 -. A prefeitura também descarta promover este aumento.
Em comunicado oficial, a prefeitura diz que recebeu a notificação na tarde de quinta-feira e pediu uma análise da Procuradoria Jurídica.
“ Será feita uma análise técnica e jurídica de todo o requerimento de rescisão de contrato feito pela empresa Grande Marília com o encerramento de suas atividades a partir do dia 31 de março. Após essa análise, a Prefeitura irá se pronunciar sobre o fato”, dispõe a nota.

Fonte: Giro Marília



Nenhum comentário:

Postar um comentário