segunda-feira, 8 de fevereiro de 2021

Aulas são retomadas nesta segunda-feira, mas ainda de forma remota

O ano letivo na rede municipal de ensino de Garça terá início na segunda-feira, 08 de fevereiro, porém, o retorno dos alunos para dentro das salas de aula será gradual, dependendo das fases de classificação do Plano São Paulo. Na próxima segunda, todos os alunos da rede terão aulas remotas e isso se estenderá por toda semana.
Segundo a secretária municipal da Educação, Janete Conessa, visando um ordenamento dos profissionais do setor, como professores, coordenadores e diretores, a atribuição de aulas será processada na segunda-feira. Como Garça foi reclassificada para a fase laranja, a expectativa é que, a partir do dia 15 de fevereiro, os alunos voltem a ter aulas presenciais, com a limitação de 20% dos alunos em sala de aula, uma vez por semana.
Os professores da rede municipal retornaram de forma presencial às escolas na última segunda-feira, 01 de fevereiro, quando iniciaram as atividades de planejamento escolar e outras ações pertinentes à função de docente.
Um decreto municipal recentemente publicado pela Prefeitura estabelece que se Garça voltar para a fase vermelha, as aulas da rede serão exclusivamente remotas. Se a cidade continuar na fase laranja, as aulas presenciais terão 20% do número de alunos matriculados por sala de aula, estabelecendo-se que cada grupo de alunos frequentará a unidade de ensino presencialmente uma vez por semana e, nos demais dias, serão oferecidas atividades remotas.
Na fase amarela, a presença será limitada em até 70% do número de alunos matriculados por sala. E na fase verde será permitida a presença de 100% do número de alunos matriculados por sala.
É obrigatório adotar em todas as unidades escolares da rede os protocolos sanitários, específicos para o setor da educação, aprovados por uma comissão de gerenciamento da pandemia da covid-19 para o retorno às aulas presenciais.
Deverá ser assegurado aos alunos incluídos em grupos de risco, mediante atestado médico ou por outro motivo justificado, realizar seu processo de ensino/aprendizagem, exclusivamente, por meio remoto.
Para as demais redes (particulares, faculdades, entre outros), a distribuição obedecerá aos seguintes critérios: na fase vermelha, o ensino ocorre de forma remota; na fase laranja, a presença é limitada em até 35% do número de alunos matriculados por sala; na fase amarela, a presença é limitada em até 70% do número de alunos matriculados por sala; na fase verde será permitida a presença de todos os alunos.
"Aqui em Garça, no nosso decreto, já prevê que na fase laranja, retornando com 20%. Nós já definimos isso, de forma que, cada aluno matriculado, em cada uma das classes, frequente presencialmente, pelo menos uma vez por semana a aula", observou o prefeito João Carlos dos Santos (DEM). Ele indicou que a questão da alimentação escolar está sendo analisada pelo departamento competente e vai ser dada a continuidade do processo que já vinha sendo desenvolvido no ano passado e conforme a previsão legal.

Estaduais — Desde o dia 01 de fevereiro as escolas da rede estadual de São Paulo estão abertas para receber os estudantes que precisam de maior apoio, atender as famílias e também para que a equipe gestora e os professores possam se preparar para o retorno das aulas, programado para 08 de fevereiro.
Para os estudantes em situação de vulnerabilidade está sendo servida a merenda escolar. São mais de 770 mil alunos que se encaixam nessa faixa, mas para poder receber a refeição é necessário manifestar o interesse no portal da Secretaria Escolar Digital (https://sed.educacao.sp.gov.br/). Caso tenham dificuldade de acesso, pais, responsáveis ou alunos com mais de 18 anos podem procurar a escola para auxiliá-los.
Já as equipes escolares, com exceção dos servidores pertencentes ao grupo de risco, estão participando do planejamento presencial para o retorno das aulas. Uma programação especial vem sendo oferecida e busca contemplar momentos de estudo, mas a recomendação é para que o foco esteja nas atividades de preparo para das aulas presenciais e remotas neste início do ano letivo de 2021.
Além de acompanhar as transmissões ao vivo, os profissionais também podem assistir à gravação das formações, que são disponibilizadas no Repositório do Centro de Mídias e em um canal na plataforma de vídeos Youtube. Assim, os professores que atuarem em turno oposto daquele em que ocorrer as transmissões, podem assisti-las por um desses canais.
Os professores devem participar do planejamento escolar de acordo com sua carga horária e períodos de trabalho. Além disso, o planejamento escolar 2021 ocorre de maneira presencial, nas escolas, desde que sejam respeitados os protocolos sanitários para garantir a saúde dos profissionais. Aqueles pertencentes ao grupo de risco participam de forma remota.

Fonte: Jornal Debate



Nenhum comentário:

Postar um comentário