quarta-feira, 29 de dezembro de 2021

Preso em Gália homem que tentou matar ex-esposa em Garça

A Polícia Militar prendeu em Gália, nesta quarta-feira, 29, Pedro Leandro da Silva, de 38 anos, acusado de tentar matar a ex-companheira, uma mulher de 33 anos, na terça, 28.
Por volta das 10h15, um policial militar de folga informou à polícia que havia um homem com as características do acusado na praça central de Gália.
Uma equipe policial foi até o local e abordou o acusado. De acordo com a polícia, ele confessou a tentativa de feminicídio.
Pedro foi encaminhado até a Delegacia de Gália e posteriormente conduzido para a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Garça.
Contra ele já havia um mandado de prisão temporária expedido pela tentativa de feminicídio. O acusado permaneceu à disposição da Justiça.
A vítima, Ana Paula Delcolete Oliveira, foi esfaqueada na manhã de ontem, na região do Residencial do Bosque. O crime teria acontecido na frente de uma criança de nove anos, que seria filho da vítima com o acusado do crime. A mulher foi socorrida até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Garça.
O suspeito do crime é o ex-marido dela, que estaria cumprindo pena na Penitenciária de Marília, e tinha recebido o benefício da saída temporária de Natal.
Uma irmã da mulher contou ao Marília Notícia que o autor teria chamado a vítima para conversar, bateu nela e, quando ela caiu, ele cravou a faca em suas costas.
Ainda com a faca cravada, a vítima acabou sendo transferida para Marília e passaria por cirurgia para a retirada. Em nota, o Hospital das Clínicas apenas informou que a paciente “até o momento, permanece internada no HC/FAMEMA sob cuidados médicos”. O estado de saúde dela é considerado grave.

Fonte: Marília Notícia



Preso suspeito de tentar matar mulher no Natal em Reginópolis

Atendendo a pedido da Polícia Civil, a Justiça converteu em prisão preventiva a prisão em flagrante de um lavrador de 61 anos suspeito de tentar matar a mulher de 54 anos, no final da noite de sexta-feira (24), véspera de Natal, em uma fazenda em Reginópolis. Um pedaço de galho de árvore com espinhos utilizado nas agressões foi apreendido.
Segundo o registro policial, o homem teria chegado descontrolado em casa e passado a danificar objetos e móveis e a agredir a esposa com o pedaço de madeira. A Polícia Militar (PM) foi acionada e ele foi preso. Com lesões nos braços, pernas e cabeça, a mulher foi conduzida ao Pronto-Socorro (PS).
O lavrador foi apresentado no Plantão Polo Regional da Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Bauru e autuado em flagrante pelo delegado Roberto Cabral Medeiros por tentativa de feminicídio em contexto de violência doméstica. Após o registro da ocorrência, ele foi encaminhado à Cadeia Pública de Avaí.

Fonte: Jornal da Cidade de Bauru



Motociclista morre ao ser atingido por carro em rodovia de Pompeia

Um motociclista morreu ao ser atingido por um carro no fim da tarde de segunda-feira, 27, na Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP 294), em Paulópolis, distrito de Pompeia.
Segundo a Polícia Rodoviária, Acenir Aparecido, de 58 anos, trafegava sentido Quintana-Pompeia quando foi atingido pelo carro na traseira da moto que pilotava. A vítima morreu no local.
Ainda segundo informações da polícia, Acenir era morador de Quintana (SP). O motorista do automóvel não se feriu.
Peritos da Polícia Civil estiveram no local. A causa do acidente é desconhecida.

Fonte: TV Tem



Mega da Virada pode pagar R$ 350 milhões; apostas vão até sexta

A Mega da Virada de 2021 pode pagar R$ 350 milhões para quem acertar as seis dezenas. É o maior prêmio da história do concurso. O sorteio será na sexta-feira, dia 31 de dezembro, a partir das 20 horas.
Os jogos podem ser feitos em lotéricas de todo o país, pelo aplicativo Loterias Caixa ou pela internet. Clientes com acesso ao Internet Banking Caixa podem fazer suas apostas pelo computador pessoal, tablet ou smartphone.
Para jogar, é só marcar de seis a 15 números dentre os 60 disponíveis no volante. O apostador ainda pode deixar que o sistema escolha os números por meio da Surpresinha.
Para aumentar as chances de ganhar, existe a opção de adquirir os bolões comercializados apenas nas lotéricas. Na Mega-Sena, os bolões têm preço mínimo de R$ 10.
Como ocorre em todos os concursos especiais, o prêmio da Mega-Sena da Virada não acumula. Caso ninguém acerte os seis números, o prêmio será dividido entre os apostadores que acertarem cinco dezenas, e assim por diante. Veja quais são as dezenas mais sorteadas do concurso especial.
O valor da aposta simples, com 6 números, é de R$ 4,50; a probabilidade de acerto é de uma em 50 milhões. Já a aposta máxima, de 15 números, custa R$ 22.522,50; neste caso, a probabilidade é de 1 chance em 10.003 tentativas, segundo a Caixa. Entenda sobre as probabilidades de vencer cada concurso.

Fonte: Rádio Mirante FM



Homem morre após cair do telhado de igreja em Iacanga

A Polícia Civil de Iacanga investiga as circunstâncias da queda de um homem de 56 anos do telhado de uma instituição religiosa localizada no bairro Estância Iacanga. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu no local. A ocorrência foi registrada como morte suspeita.
O fato ocorreu na segunda-feira, 27, por volta das 10h50. De acordo com o registro policial, a vítima foi chamada por um familiar para ajudar a consertar telhas do imóvel, que estavam causando vazamento de água em uma área aos fundos da instituição religiosa.
Durante o trabalho de retirada das telhas pela dupla para a posterior recolocação, por razões a serem esclarecidas, o homem de 56 anos pisou em um local onde não havia nenhuma viga de madeira embaixo e uma telha acabou se quebrando, causando sua queda.
A vítima teve sangramento na cabeça e no nariz. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas, quando a equipe chegou, ela já estava sem vida. A Polícia Científica periciou o local e as causas do acidente serão apuradas durante o inquérito.

Fonte: Jornal da Cidade de Bauru



Tempestade rápida derruba cobertura de posto de combustíveis em Marília

Uma rápida e forte chuva que passou por Marília na tarde desta terça-feira, 28, derrubou parte da estrutura de um posto de combustíveis localizado às margens da Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP 294).
Ninguém ficou ferido com a queda da estrutura, provocada pelos fortes ventos. O Corpo de Bombeiros informou que não houve nenhum atendimento em razão da tempestade.
A chuva que atingiu Marília e região confirmou a previsão da Defesa Civil do Estado, que emitiu um alerta de que, entre esta quarta-feira (29) e domingo (2), devem ocorrer chuvas, seguidas por raios e ventos, no interior de São Paulo.
Há previsão de elevados acumulados para todo o período e, como também haverá um grande volume de água caindo em um espaço curto de tempo, existe risco de transtornos.
Para as regiões de Bauru e Marília, a previsão da Defesa Civil é de um volume de chuvas de até 90 milímetros.

Fonte: g1



segunda-feira, 27 de dezembro de 2021

Morre aos 92 anos E.O. Wilson, naturalista visto como o Darwin moderno

E.O. Wilson, naturalista norte-americano apelidado de Darwin da modernidade, cujo interesse por formigas o levou a conclusões sobre a natureza humana direcionadas pela genética e não pela cultura, morreu no domingo aos 92 anos, informou sua fundação.
Ao lado do naturalista britânico David Attenborough, Wilson era visto como uma das maiores autoridades mundiais sobre história natural e conservação.
"E.O. Wilson era chamado de 'herdeiro natural de Darwin' e era conhecido afetuosamente como 'o homem-formiga' por seu trabalho pioneiro como entomologista", escreveu a fundação, que não mencionou a causa da morte, mas disse que uma homenagem à sua vida está planejada para 2022.
Além do trabalho inovador em evolução e entomologia, em seus últimos anos Wilson comandou uma campanha para unir as comunidades científica e religiosa em uma parceria ímpar que ele sentia representar a melhor chance de preservar a Terra.
Wilson apresentou suas ideias em mais de 30 livros, dois dos quais, On Human Nature, de 1979, e The Ants, de 1991, conquistaram o Prêmio Pulitzer de não-ficção. Seu estilo de escrita era muito mais elegante do que se poderia esperar de um cientista.
Ele até se aventurou na ficção, embora se atendo a um tópico que conhecia profundamente, em 2010 com Anthill, romance sobre amadurecimento que trata de um menino do estado norte-americano do Alabama que tenta salvar pântanos.
Entre seus livros mais polêmicos está Sociobiology: The New Synthesis, de 1975, no qual escreveu que todo o comportamento humano é produto da predeterminação genética, não da experiência adquirida. Ao se pronunciar a favor da natureza humana, e não da educação, ele provocou uma avalanche de críticas - seus oponentes mais ríspidos o acusaram de ser racista e sexista.
Um manifestante atirou água em Wilson durante uma conferência. Mais tarde, ele disse que era uma questão de orgulho pessoal estar disposto a buscar a verdade científica apesar de tais ataques.
Ele conseguiu conciliar ciência e religião em seu livro de 2006 The Creation: An Appeal to Save Life on Earth, uma série de cartas escritas a um pastor batista imaginário em busca de uma aliança ecológica para salvar a Terra.
Em 2011, durante um discurso de formatura na Universidade da Carolina do Norte, Wilson argumentou que a humanidade precisa mudar a maneira como cuida do planeta. "Temos emoções da Idade da Pedra, instituições medievais e tecnologia divina", disse ele.

Fonte: Agência Brasil



Ano legislativo é encerrado com um bom número de requerimentos e indicações

A Câmara Municipal de Garça teve um ano de atividades consideráveis. Mesmo com os problemas decorrentes da pandemia da covid-19, que fez com que as sessões se alternassem entre virtuais e presenciais, o volume de ações legislativas desenvolvidas se mostrou considerável. Ao longo do ano, apenas os requerimentos somaram 1.410, além de várias indicações, projetos, assim como emendas e substitutivos.
O líder no número de requerimentos apresentados neste ano foi o vereador Antônio Franco dos Santos "Bacana" (PSDB), que apresentou 232 desses documentos. O segundo vereador que mais apresentou requerimentos foi Fábio Polisinani (PSD), com 166, seguido de Pedro Santos (PSDB), com 164.
Nas indicações, o vereador que mais utilizou essa ferramenta legislativa foi Marquinhos Moreira (Republicanos), com 104 desses itens. Elaine Oliveira aparece em segundo lugar na apresentação de indicações, com 36, sendo seguida de Adhemar Marcondes (MDB), com 28.
Ao longo do ano, diversos projetos foram analisados e aprovados pelos vereadores, como a Lei orgânica da Procuradoria Geral do município, a modificação da estrutura do Iapen, a criação do Fundo Municipal de Segurança Pública, a concessão de uso do estádio "Frederico Platzeck", a criação do Conselho Municipal de Turismo, a criação do "Bolsa Atirador", a recriação da Zona Azul, a implantação de uma política que disciplina o uso de veículos de tração animal no município, a instituição do regime de previdência complementar, entre muitos outros. Também foi verificada neste exercício a rejeição da criação da taxa de lixo.
A Câmara Municipal de Garça está em recesso parlamentar, sendo que as sessões serão retomadas a partir de fevereiro. Até o dia 30 de dezembro são verificadas as férias coletivas do Legislativo. Após essa data, o atendimento ao público será retomado, de segunda a sexta, das 09 às 11 e das 13 às 17 horas.

Fonte: Jornal Debate



Associação dos Voluntários no Combate ao Câncer tem nova diretoria

Uma das entidades de maior relevância social em Garça e que tem um trabalho reconhecido por toda a sociedade passa a contar com nova diretoria. Desde o último dia 16 de dezembro, a Associação dos Voluntários no Combate ao Câncer de Garça passou a ter um novo grupo que estará à frente das atividades pelos próximos dois anos, com uma proposta de desenvolver um trabalho dinâmico e que atenda de forma adequada os pacientes locais e que necessitam de tratamento, notadamente no Hospital Amaral Carvalho, na cidade de Jaú.
A nova presidente da Associação é Luciana Lopes da Silva Cabrini, que destacou que pretende, ao longo de seu mandato, desenvolver um trabalho focado no acolhimento dos pacientes e também na continuidade das atividades visando o levantamento de recursos para atender essas demandas.
Além de Luciana, a nova diretoria da entidade conta com as seguintes participantes: Solange Medeiros, vice-presidente; Michele Fagundes, primeira secretária; Terezinha Molina, segunda secretária; Shirlei Bosquê, primeira tesoureira; Jandira Marques, segunda tesoureira.
A nova presidente da entidade sustentou que a entidade irá continuar a desenvolver a confecção e venda de pães e de artigos de artesanato, sendo que haverá uma divisão em equipes para a elaboração de cada um desses trabalhos. "Estamos com várias outras ideias para serem desenvolvidas ao longo deste mandato para levantarmos receitas para a manutenção da entidade", disse Luciana.
Outra fonte de receita da Associação continua a ser o carnê de colaboração. Os voluntários da entidade têm em mãos esses carnês e quem quiser contribuir pode contatá-los e passar a efetuar sua contribuição mensal, de qualquer valor. Caso o contribuinte não encontre um voluntário, basta se dirigir à Associação, de segunda a sexta-feira, das 14 às 15h30, quando há o atendimento direto e é possível efetuar o cadastramento do carnê de contribuição. Também é possível contatar a entidade pela rede social Facebook (AVCCG - Associação dos Voluntários do Combate ao Câncer de Garça) para solicitar o carnê de contribuição.
Além dos tradicionais pães que são comercializados pela Associação e que são uma fonte de renda para a sua sustentação, a entidade também deverá continuar a comercializar esfirras, que, ao longo dos últimos tempos têm sido comercializadas e contam com uma forte demanda, mesmo sem maior divulgação. 
Em breve, a entidade terá a possibilidade de ter uma nova fonte de renda: a locação de seu salão de eventos, que foi construída em uma área anexa à sede da Associação. Esse espaço recebeu, ao longo dos últimos dias, o AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros) e está apto a receber reuniões sociais, festas, entre outras atividades, possibilitando, assim, garantir uma receita extra para a instituição.
"Nossa proposta é fazermos um levantamento completo da entidade, com a elaboração de planilhas para termos uma ideia de quantas pessoas estão sendo atendidas, quais artigos estamos adquirindo, visando um controle maior. A nossa ideia é que também tenhamos uma mudança mais efetiva de diretoria. Tivemos a dona Júlia presidente desde a inauguração, depois a Maria de Lourdes e agora vamos buscar ter a cada dois anos a troca de diretoria", explicou.
Mesmo com a pandemia e todos os transtornos verificados ao longo dos últimos dois anos, a Associação dos Voluntários no Combate ao Câncer de Garça continua a ser uma entidade de apoio direto dos pacientes garcenses. Ela realiza o encaminhamento de pessoas diagnosticadas com câncer ao Hospital Amaral Carvalho em Jaú além de auxiliar na oferta de medicamentos, de exames e, até mesmo, no apoio com artigos diversos, como alimentos e itens de primeira necessidade, a cidadãos que se encontram em situação de vulnerabilidade econômica.
A Associação dos Voluntários do Combate ao Câncer de Garça está localizada na rua Manoel Joaquim Fernandes, 1.158, em Vila Rebelo. O telefone é 3471 5052.

Fonte: Jornal Debate



Casal tem ferimentos após moto atingir caçamba em Assis

Um casal ficou gravemente ferido após baterem com a moto em uma caçamba na Avenida Dom Antônio em Assis. A ocorrência foi registrada por volta das 4h00 da madrugada desta segunda-feira, 27.
A equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi acionada para socorrer as vítimas.
De acordo com os socorristas, o rapaz de 18 anos que conduzia a motocicleta teve o joelho gravemente ferido e a mulher de 23, sofreu dilaceração em uma das pernas.
Por conta da gravidade do caso, o casal foi levado para o NAR (Núcleo de Atendimento Referenciado) do Hospital Regional de Assis.

Fonte: Assiscity



Mulher fica ferida após bater carro em caminhão na rodovia SP 294

Uma mulher ficou ferida após se envolver em um acidente na rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP 294), em Marília, no sábado.
De acordo com a PM Rodoviária, a vítima seguia sentido Marília-Garça, quando bateu o carro que dirigia na traseira de um caminhão. Devido ao impacto, o veículo ficou destruído.
Ainda segundo a polícia, a mulher sofreu ferimentos leves e foi socorrida até o Hospital das Clínicas. Já o motorista do caminhão não se feriu. Parte da rodovia precisou ser interditada, mas logo foi liberada.

Fonte: g1



quarta-feira, 22 de dezembro de 2021

Operação conjunta prende três pessoas e apreende drogas em Vera Cruz

Uma operação da Polícia Civil em vera Cruz movimentou agente de quatro cidades e teve apoio do canil da Polícia Militar para buscas e combate ao tráfico de drogas na cidade.
A operação provocou três prisões além de apreensão de entorpecentes, Ainda não foi divulgado o balanço com volume de drogas recolhidas.
Segundo a delegada Marcia Bicalho Borini, que coordenou o trabalho, a operação Hades é resultado de três meses de investigações na cidade.
O trabalho teve apoio da DIG (Delegacia de Investigações Gerais), Dise (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes) e do Centro de Inteligência da Polícia Civil de Marília, além de agentes de Ocauçu e Lupércio.
Os três presos - que não tiveram nomes revelados – eram alvos de mandados de prisão expedidos pela Justiça. A operação também cumpriu oito mandados de busca em endereços da cidade apontados como pontos de tráfico de drogas.

Fonte: Giro Marília



terça-feira, 21 de dezembro de 2021

Recadastramento Imobiliário em Garça: prorrogado para quinta-feira, 23

A Prefeitura de Garça prorrogou até a próxima quinta-feira, 23, o prazo final para agendamento das contestações para os contribuintes que não concordarem com a diferença de metragem em seus imóveis constatada através de geoprocessamento realizado no município. Para fazer o agendamento é necessário acessar o site da Prefeitura www.garca.sp.gov.br ou ligar para o telefone: 3737 1919.
Os relatórios emitidos por meio do geoprocessamento indicaram que 7.542 imóveis possuem áreas diferentes das que constam no atual cadastro do município, ou seja, 38,20% dos lotes da cidade estão com áreas divergentes e precisam ser regularizados. São imóveis que foram construídos ou ampliados e que não foram regularizados, conforme estabelecem as leis municipais.
Os proprietários já foram notificados em seus endereços de correspondência e a Prefeitura disponibilizou em seu site todas as informações, em textos e vídeos, para o esclarecimento de dúvidas.
Além da notificação, também houve a publicação no Diário Oficial Eletrônico do Município, no  dia 7 de dezembro, a partir da página 401, dos imóveis com área divergente do cadastro municipal e que precisam ser atualizados.  
O contribuinte que fizer o agendamento para contestação deverá comparecer na data e horário marcados na Secretaria de Desenvolvimento e Planejamento Urbano, localizada na rua Maria Izabel, nº 296, Bairro Labienópolis. Se for necessário, uma equipe técnica será encaminhada ao imóvel para conferência. Em caso de concordância com a notificação, os prazos para regularização do imóvel serão divulgados posteriormente por meio dos canais oficiais da Prefeitura. As apurações obtidas através da foto aérea, bem como, dos atendimentos realizados pela equipe técnica da Prefeitura servirão de base para o lançamento do IPTU 2022.
Importante ressaltar que o recadastramento imobiliário, além de atender a Lei Complementar 2000/01 (Lei de Responsabilidade Fiscal) e seguir a orientação do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, também é uma importante ferramenta para o planejamento das ações e investimentos nas diversas áreas administrativas do município.

Redação do Garca.Jor



Curso gratuito da CPFL oferece 32 vagas para moradores de Garça e região

A Escola de Eletricistas da CPFL Energia abriu duas novas turmas do curso gratuito de Formação de Eletricistas de Construção de Rede (CPFL Soluções) e Formação de Eletricistas de Manutenção de Rede (CPFL Paulista), para moradores de Bauru, Marília, Lençóis Paulista, Botucatu, Jaú e Garça.
Os processos seletivos acontecem em janeiro e fevereiro e as duas empresas vão disponibilizar 32 vagas para o curso, sendo 16 diurnas (CPFL Soluções) e 16 noturnas (CPFL Paulista).
As aulas iniciais serão na modalidade de Ensino a Distância - EAD  (on-line), obedecendo os critérios da Organização Mundial de Saúde (OMS), os decretos estaduais e municipais de quarentena e contenção da covid-19. Por isso, o aluno deverá ter acesso a computador e internet, por meio de recursos próprios, para as aulas remotas.
Os candidatos precisam ter no mínimo 19 anos, Ensino Fundamental completo e Carteira Nacional de Habilitação (CNH) de categoria B válida e definitiva. Os locais dos processos seletivos serão informados após avaliação e aprovação das inscrições. Para participar do curso, o candidato precisa ter sido aprovado em todas as etapas do processo seletivo e apresentar cópia do CPF, RG e certificado de conclusão do Ensino Fundamental.
O projeto Escola de Eletricistas da CPFL faz parte do pilar Valor Compartilhado do Plano de Sustentabilidade do grupo e capacita profissionais para trabalhar na construção de redes elétricas, além de outros projetos de transformação social, doações, ações de saúde e segurança.
A participação no curso profissionalizante não garante vaga no quadro da CPFL Soluções, nem em nenhuma outra empresa do Grupo CPFL Energia.

Confiram as turmas:
- Turma CPFL Soluções (Formação de Eletricistas de Construção de Rede) - diurno
Para participar do processo seletivo do curso diurno da CPFL Soluções, os candidatos precisam residir nas cidades de Botucatu, Marília, Jau e Bauru, realizar a inscrição de 20 de dezembro de 2021 a 10 de janeiro de 2022 .
É preciso envio do currículo atualizado para o e-mail https://bit.ly/3scHRUn com o título “ESCOLA ELETRICISTA BAURU” no assunto do e-mail ou através do site da CPFL no trabalhe conosco.
As aulas estão previstas para acontecerem de 7 de fevereiro a 9 de março, na modalidade EAD, e até 13 de abril, com aulas práticas, de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h. Havendo a necessidade de aulas aos sábados será informado durante o curso.

- Turma CPFL Paulista (Formação de Eletricistas de Manutenção de Rede) - Noturno
A turma noturna da CPFL Paulista, também em parceria com a Elo Energia, terá  inscrições abertas de 3  a 21 de janeiro, e será realizada pelo site no link https://bit.ly/3scHRUn (liberado para inscrição a partir de 3 de janeiro).
Podem participar desta edição moradores de Garça, Marília, Botucatu e Lençóis Paulista.
As aulas estão previstas para iniciarem em 14 de março, na modalidade on-line, depois, de 16 de abril a 15 de julho, seguir o formato presencial com aulas práticas. As turmas terão classes de segunda a sexta-feira, das 18h às 22h, e aos sábados, das 8h às 17h. As aulas ocorrerão em endereços físicos diferentes durante a semana, conforme abaixo:

Alunos das cidades Garça e Marília terão aulas presenciais no Centro de Treinamento de Marília (rua Alcídes Nunes, 1.879 - Jardim Parati, Marília). Já os moradores de Botucatu e Lençóis Paulista deverão se apresentar para aulas na Av. Raphael Serra, 308 - Vila Eny, Botucatu.
Quem reside em Bauru terá aula na própria cidade, na rua Marcel Pinto de Oliveira, quadra 3 – Jardim Ouro Verde, mesmo endereço onde todos os alunos se juntam para as aulas de sábado

Divulgação



Movimentação das loterias pode triplicar nos próximos dez anos

Se o mercado tradicional de loterias no Brasil não para de crescer, o governo estima que o dinheiro movimentado em apostas possa triplicar nos próximos dez anos com o fim do monopólio da Caixa Econômica Federal. A expectativa é de que a abertura do mercado das loterias instantâneas e das apostas esportivas saia ainda na primeira metade de 2022.
Para o secretário de Avaliação, Planejamento, Energia e Loteria (Secap) do Ministério da Economia, Gustavo Guimarães, a competição no mercado brasileiro pode aumentar até as receitas das loterias federais, pois a oferta maior de jogos pode criar mais consumidores de apostas.
Além do Ministério da Economia, participam do debate a Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania, a Polícia Federal e o Banco Central. “São muitos atores envolvidos, para preservar a integridade do esporte e coibir lavagem de dinheiro. Há uma série de questões sobre o jogo responsável e temas a serem discutidos sobre publicidade dos jogos”, afirma o secretário.
A Secap tem sido procurada por grandes grupos internacionais que já operam tanto as loterias instantâneas – as “raspadinhas” – quanto apostas esportivas. Os “grandes e bons” conglomerados, como classifica Guimarães, têm interesse em participar de um mercado seguro e regulado, com um rol maior de produtos. “O brasileiro já conhece bem os prêmios instantâneos, de menor valor. Agora já começam a conhecer as apostas esportivas, que são um motivo a mais para torcer durante as partidas”, diz.
Hoje, embora a Mega-Sena pague os maiores prêmios do País, os jogos que mais têm avançado no gosto dos apostadores são a Lotofácil e a Quina. As duas modalidades cresceram 25% e 14%, respectivamente, de janeiro a setembro, na comparação com o mesmo período do ano passado. Em relação a 2017, a Lotofácil registra um aumento de 75% nos valores apostados. Com isso, a Lotofácil já é hoje o principal produto lotérico, à frente da Mega-Sena e da Quina.
Se a loteria tradicional já irá faturar R$ 18 bilhões em 2021, os cálculos do governo estimam que as loterias instantâneas possam render até R$ 22 bilhões por ano até o fim dessa década, enquanto o mercado das apostas esportivas poderia bater na casa dos R$ 20 bilhões anuais já em 2026.
Boa parte do valor apostado hoje é aplicado em projetos sociais. De janeiro a setembro deste ano, R$ 6,35 bilhões foram revertidos para políticas sociais, alta de 11% ante 2020. A maior parte desses recursos é destinada a projetos de áreas como educação, segurança e fomento ao esporte. 

Fonte: O Estado de S. Paulo.



 


Noroeste de Bauru vai se tornar sociedade anônima de futebol

O Noroeste viveu, nesta segunda-feira, 20, um dia histórico em seus 111 anos de existência. O Conselho Deliberativo autorizou a transição do atual modelo de associação sem fins lucrativos para clube-empresa e o Noroeste Sociedade Anônima de Futebol (SAF) deve ser sacramentado no início do próximo mês. 
A mudança estatutária foi aprovada por unanimidade em assembleia na sede do clube. A proposta, a princípio, é que a SAF alvirrubra será gerida por Reinaldo Mandaliti, que levantou a possibilidade de obter investimento para o clube e assumiria 99% das ações do clube-empresa. 
Após a aprovação do conselho para a transição noroestina, foi nomeada uma comissão de conselheiros para dar encaminhamento à minuta da SAF. São eles o presidente do Conselho do Noroeste, Toninho Rodrigues, Reinaldo Mandaliti, Leandro Palma, atual presidente do clube, Estevan Pegoraro e Rodrigo Gomes.
Diversas outras reuniões devem ser realizadas para alinhar como será a gestão da SAF, suas diretrizes, minuta de contrato e obrigações, tudo respaldado por lei federal. Estiveram presentes na assembleia e puderam acompanhar membros da torcida organizada Sangue Rubro e profissionais da imprensa.
Ao longo da reunião, houve questionamento por parte de conselheiros sobre garantias da permanência do clube em Bauru e de manutenção de símbolos do time. O que foi garantido por Toninho Rodrigues e Reinaldo Mandaliti. "Isso constará no novo estatuto e na minuta da SAF", comentou Rodrigues.
Também foi explicado que o investidor vai expor um plano de gerenciamento do clube, que prevê projeção sobre sustentabilidade, crescimento e quitação da dívida alvirrubra, que gira em torno de R$ 8 milhões atualmente, entre impostos e ações trabalhistas.
"As pessoas não podem confundir com o que houve no Cruzeiro, a compra do time pelo Ronaldo Fenômeno (R$ 400 milhões). São coisas completamente distintas. O Noroeste não foi vendido. A partir de janeiro, com a SAF, o empresário Reinaldo Mandaliti, um abnegado torcedor do clube, cujo pai (Valdomir) já foi nosso presidente, será o responsável por dar prosseguimento na SAF daqui em diante, principalmente trazendo investidores para o clube. Assim, o Noroeste terá possibilidade de respirar e se reestruturar economicamente, a começar que toda a receita que vier a partir de agora terá 20% destinado para quitação de dívidas do clube", explica Toninho Rodrigues pela assessoria de imprensa do Noroeste.
Rodrigues destaca ainda que a Lei de n.º 14.193/2021 oferece condições dos clubes se tornarem SAF, podendo receber recursos financeiros de pessoas físicas, jurídicas e fundos de investimento. Um novo estatuto deve ser criado, no entanto, continuará havendo eleições do Conselho Deliberativo e da diretoria executiva. 
Ao longo da reunião do Conselho Deliberativo desta segunda-feira (20), foi colocada em pauta a aprovação, oficializando o nome de Cláudio Amantini, ex-presidente noroestino, para o ginásio Panela de Pressão. No entanto, surgiu nova proposta feita por Estevan Pegoraro, que será estudada por conselheiros, de homenagear Amantini com o nome do estádio noroestino. 
A alteração tem apelo junto a torcedores do time por causa da representatividade que Amantini tem para o Noroeste. Assim, se aprovada a proposta em próximas reuniões, o Estádio Alfredo de Castilho passaria a se chamar Estádio Cláudio Amantini. O ex-presidente é um dos nomes mais marcantes na história do clube bauruense e foi personagem central na aquisição do local onde se situa o complexo alvirrubro. 

Fonte: Jornal da Cidade de Bauru



Mulher agride pai de 85 anos com martelo em Presidente Alves

Uma mulher de 60 anos foi presa em flagrante na noite de sábado, 18, em Presidente Alves, suspeita de tentar matar o próprio pai, um advogado de 85 anos, com golpes de martelo, sobretudo na cabeça.
Segundo o registro policial, o crime ocorreu na casa da vítima, enquanto ela dormia. A mulher, que mora em outra cidade, disse que agrediu o pai após uma discussão e que ele a atingiu antes com golpe de martelo na perna e tapas no rosto.
Na bolsa da suspeita, que estava com as malas prontas para deixar o local quando a polícia militar chegou, a equipe apreendeu R$ 7,4 mil em dinheiro e talões de cheques pertencentes ao advogado. Ele foi levado ao Pronto-Socorro (PS) local e ela foi conduzida ao plantão polo de Bauru, onde foi autuada por tentativa de homicídio qualificado.

Fonte: Jornal da Cidade de Bauru



Verão tem início nesta terça-feira, às 12h59, no hemisfério sul

Começa nesta terça-feira, 21, às 12h59 (horário de Brasília), o verão no Hemisfério Sul. Marcada pela elevação da temperatura em todo o país, em função da posição do Sol mais ao sul, a estação tem dias mais longos que as noites, além de mudanças rápidas nas condições de tempo, como chuva forte, queda de granizo, vento com intensidade (moderada a forte) e descargas elétricas. A estação termina no dia 20 de março de 2022, às 12h33, dando lugar ao outono.
De acordo com o prognóstico climático divulgado pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) e o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), as chuvas no verão serão acima da média na maior parte do país, com exceção do extremo sul do Rio Grande do Sul, nordeste de Roraima e leste do Nordeste.
Segundo o boletim, nas regiões Sudeste e Centro-Oeste, as chuvas serão ocasionadas principalmente pela atuação da Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS), enquanto no norte das regiões Nordeste e Norte, a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) é a responsável pela ocorrência de chuvas.
Em média, os maiores volumes de precipitação podem ser observados sobre as regiões Norte e Centro-Oeste, com totais na faixa entre 700 e 1.100 mm.
De acordo com o prognóstico, há uma probabilidade superior a 60% de que se mantenha o fenômeno La Niña durante o verão, podendo atingir a intensidade de moderado entre este mês de dezembro e janeiro/2022.

Fonte: Agência Brasil



segunda-feira, 20 de dezembro de 2021

Mulher é presa por esfaquear ex-cunhada em Ribeirão do Sul

Uma mulher de 32 anos foi presa no domingo, 19, suspeita de tentar matar a ex-cunhada, de 29 anos, a golpes de faca em Ribeirão do Sul.
Segundo informações da Polícia Militar, a suspeita identificada como Joselene Ferreira estava em um churrasco na casa dela quando foi atingida por uma pedra. Ela não conseguiu identificar quem arremessou o objeto, mas vizinhos contaram que o autor teria sido seu ex- companheiro.
A mulher então pegou uma faca e foi até a casa do ex. A irmã dele, Suele Aparecida Garcia dos Santos informou que ele não estava, em seguida, as duas começaram a discutir. Joselene atingiu a ex-cunhada com duas facadas. A vítima correu para dentro da casa de um vizinho.
No local, a suspeita resistiu à prisão, agrediu um policial com um chute no abdômen, além de várias ofensas. Contida por algemas, a mulher foi presa em flagrante por tentativa de homicídio e resistência à prisão. Ela foi encaminhada à cadeia pública de Pirajuí.
Já Suele foi socorrida e encaminhada à Unidade de Pronto-atendimento do município, medicada e liberada.

Fonte: G1

Governo de SP prorroga obrigatoriedade do uso de máscaras até 31 de janeiro

O governo do Estado de São Paulo anunciou nesta segunda-feira, 20, a prorrogação até 31 de janeiro de 2022 da obrigatoriedade do uso de máscara em espaços coletivos em todo o território, visando reforçar a proteção da população.
A utilização da proteção facial segue vigente em SP e será mantida em virtude da necessidade de manter hábitos preventivos e complementares à vacinação, contribuindo para minimizar o impacto tanto da Covid-19 e suas variantes quanto do vírus Influenza, causador da gripe.
“O nosso compromisso é com a saúde da população. Há vírus respiratórios circulando e a máscara é uma aliada no combate à transmissão e, consequentemente, na prevenção”, explica o Secretario de Estado da Saúde, Jean Gorinchteyn.
O uso de máscaras é obrigatório em São Paulo desde 1º de julho de 2020. A partir desta data, até 30 de novembro de 2021, as equipes do Centro de Vigilância Sanitária (CVS) estadual realizaram 536.887 inspeções e 10.476 autuações relacionadas ao descumprimento de normas sanitárias. Toda abordagem dos agentes é feita com foco na orientação sobre o uso correto das máscaras, prezando pela educação e bom senso, visando sobretudo à conscientização sobre a importância do uso da proteção facial para segurança individual e coletiva.
O não uso de máscaras em locais públicos prevê multas de R$ 552,71 por pessoa física e de R$ 5.294,38 por estabelecimento, conforme resolução estadual, pois estes devem prezar pela segurança dos seus colaboradores e consumidores.

O Estado de São Paulo tem hoje 78,49% da população com esquema vacinal completo contra Covid-19, ou seja, com duas doses do imunizante do Butantan/Coronavac, da Fiocruz/Astrazeneca/Oxford e Pfizer/BioNTech, além da dose única da Janssen. Se considerada apenas a população adulta, SP tem hoje cerca de 95,4% das pessoas vacinadas.
Também foi realizada em 2021 a campanha anual de vacinação contra a gripe (Influenza), com o total de 13,1 milhões de pessoas imunizadas, sendo 10,1 milhões delas pertencentes aos públicos-alvo. A campanha começou em 12 de abril e, a partir de 12 de julho, doses foram disponibilizadas para toda a população, e 3 milhões de pessoas fora dos grupos prioritários receberam doses.
Além da imunização, as doenças provocadas por vírus respiratórios podem ser prevenidas com hábitos como lavar bem as mãos com água e sabão, uso de álcool gel para higienização, manter ambientes ventilados e evitar o contato com pessoas com sintomas similares aos de gripe e resfriados.

Redação do Garca.Jor


Três cidades da região são classificadas no programa Cidadania no Campo

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo divulgou o resultado dos municípios paulistas participantes do programa “Cidadania no Campo – Município Agro”, que receberam recursos para executar ações de desenvolvimento rural sustentável.
No total, 400 municípios se inscreveram no Sistema Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável, sendo classificados os que atenderam aos requisitos do programa e obtiveram melhor pontuação. Na região, três cidades foram classificadas. Alvinlândia ficou na posição 11 e recebeu R$ 50 mil. Ubirajara foi classificada na posição 30, contando com recurso de R$ 40 mil e Fernão ficou na posição 85, contando com R$ 30 mil.
O programa tem como foco orientar os municípios no planejamento de suas atividades nas áreas rurais, fomentando uma agenda baseada nas diretrizes da política pública “Cidadania no Campo” da Secretaria. 
Foram previstas 50 ações, majoritariamente voltadas à gestão, distribuídas em dez diretivas: Estrutura Institucional; Infraestrutura Rural; Produção e Consumo Sustentável; Defesa Agropecuária; Abastecimento e Segurança Alimentar; Fortalecimento Social do Campo; Solo e Água; Biodiversidade; Resiliência e Adaptação às Mudanças Climáticas; e Interação Campo-Cidade.
Para o secretário de Agricultura e Abastecimento, Itamar Borges, o desenvolvimento rural é fundamental para a geração de renda e melhores oportunidades aos municípios. 
“A gestão eficiente do território rural impulsiona a economia e serve de base para a indústria de alimentos e serviços. Por meio do ‘Município Agro’, destinamos os recursos aos municípios para que possam criar ecossistemas competitivos, atrair investimentos e promover desenvolvimento”, disse.

Para definir o ranking, a Secretaria de Agricultura analisou mais de oito mil documentos enviados pelas administrações municipais, trabalho que envolveu mais de 100 técnicos, conforme as regras estabelecidas na Resolução SAA 40/2019 e no Manual Operacional do Município Agro. Também era necessário que o município contasse com um órgão responsável pela agricultura e possuísse um Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural.
Os 24 primeiros municípios do ranking, que obtiveram desempenho geral igual ou superior a 50 pontos e não deixaram de pontuar em nenhuma das diretivas receberam, além dos recursos, a Certificação “Cidadania no Campo – Município Agro”, que pode ser emitida por meio do próprio sistema.
Com essa priorização ao atendimento dos requisitos do programa, aliada às atividades de formação e capacitação dos quadros técnicos municipais, a pasta estadual busca a melhoria contínua do desempenho apresentado pelos municípios, aprimorando a prestação dos serviços públicos voltados à população rural paulista.

Fonte: Jornal Debate

Aos 100 anos, Armando Andrecioli lança livro de memórias

Armando Andrecioli, reconhecido em Garça por sua estreita ligação com o café, completou na sexta-feira, 17, 100 anos de vida. Essa marca significativa veio juntamente com o lançamento de seu livro "Minhas Memórias", no qual narra a trajetória da chegada de sua família ao Brasil, vinda da Itália para atuar nas lavouras do interior paulista, assim como parte de sua vida.
O avô do autor, Rafael Andrucioli, juntamente com a sua esposa, Luiza, deixaram a Itália em 1897 e se estabeleceram no Brasil, mesmo diante de muitas dificuldades, como a barreira idiomática, a alimentação diferenciada e as condições precárias de algumas fazendas.
Ao longo das páginas de "Minhas Memórias", o leitor conhece um pouco da luta dos imigrantes que ajudaram a construir o Brasil, verifica também os problemas econômicas, as guerras, a crise de 1929, as geadas, entre outros problemas enfrentados pelos representantes da família Andrucioli que cruzaram o mar para tentar a sorte no hemisfério sul.
Nascido na cidade de Agudos, Armando Andrecioli casou-se em 1944 com Francisca Santin. Trabalhou como carroceiro, ensacador e arador de terra e, em maio de 1945, veio para Garça, contratado de uma fiação de seda. Nesse local foi vigia, encarregado e escriturário.
Em 1947, passou a trabalhar na Fazenda Irondê, onde foi caseiro, zelador, fiscal de café e outras culturas, fiscal geral e administrador. 
Cerca de 15 anos depois, conseguiu adquirir um sítio, o São Luiz, onde por anos se dedicou à produção de café. Como cafeicultor, conquistou prêmios, como o organizado pela Cooperativa dos Cafeicultores de Garça.

Fonte: Jornal Debate



Aposta de Marília tem 15 acertos e divide prêmio principal da Lotofácil

Uma aposta de Marília está entre as três ganhadoras no concurso 2.400 da Lotofácil e vai receber prêmio de R$ 2.885.513 reais com 15 acertos.
A aposta contemplada foi feita em uma unidade do Lord Lotérico na cidade, segundo relatório divulgado pela Caixa.
O prêmio teve ainda ganhadores com 15 acertos em Brasília e Salto. A Lotofácil pagou ainda 575 apostas com 14 acertos e cada uma vai receber R$ 1.442.
O sorteio foi feito na noite da sexta-feira em São Paulo. Os números foram 02, 03, 05, 09, 10, 11, 12, 13, 14, 15, 16, 20, 21, 23 e 25.
O prêmio bruto corresponde a 43,35% da arrecadação com todas as apostas no país. A aposta mínima custa R$ 2,50 e os sorteios da Lotofácil são feitos às segundas, terças, quartas, quintas, sextas-feiras e sábados, sempre às 20h.

Fonte: Giro Marília



Veículo da Administração Penitenciária capota e agente e preso morrem

Um veículo da Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), usado para transportar presos, capotou no final da tarde do último sábado, 18, na Rodovia Marechal Rondon (SP 300), em Promissão.
O acidente aconteceu no quilômetro 464. Um funcionário da SAP, que viajava na cabine ao lado do motorista, morreu.
A vítima foi identificada como Nelson Luiz Veiga, de 63 anos. A viatura transportava detentos de São Vicente para Lavínia.
Dos 11 presos que estavam sendo transportados, um morreu e seis ficaram feridos, dois deles com gravidade. Os outros quatro que não se feriram foram levados para a Penitenciária de Avanhandava, que fica próxima ao local do acidente.
O policial penal que dirigia o veículo no momento do acidente está internado em um hospital de Promissão. Ele teve que fazer uma pequena cirurgia, mas não corre risco.
Nelson trabalhava no Centro de Detenção Provisória(CDP) de São Vicente. O corpo dele foi transferido no domingo, 19, para a Baixada Santista, onde seria sepultado. As causas do acidente serão investigadas.

Fonte: Marília Notícia




quarta-feira, 15 de dezembro de 2021

Projeto de lei que cria taxa do lixo é aprovado em Promissão

A Câmara de Vereadores de Promissão aprovou o projeto de lei complementar que institui a taxa do lixo no município.
O valor da taxa será calculado com base no consumo de água e na quantidade de dias em que a coleta de lixo passa pela zona fiscal onde fica o imóvel. O perfil do consumidor (residencial, comercial, industrial) também vai determinar o valor da cobrança.
A taxa é mensal e será cobrada na conta de água. O valor cobrado será a partir de R$ 10. O projeto prevê descontos de 5% a 15% para moradores de determinadas regiões. Já quem mora em região com serviço de coletiva de lixo todos os dias pagará um extra de R$ 20 ou mais.
Segundo a prefeitura, a cobrança da taxa é uma exigência do novo marco legal do saneamento básico. A intenção é que a arrecadação cubra os custos do processo de recolhimento, transbordo e destinação final do lixo domiciliar.
Segundo a prefeitura, a não instituição do valor adicional sujeita o prefeito e vereadores a penalidades legais de improbidade administrativa em razão da renúncia das receitas e pode impedir o município de receber os benefícios fiscais.
A expectativa é que a administração receba em torno de R$ 200 mil mensais com a cobrança. O prefeito ainda precisa sancionar o projeto e a cobrança passa a valer só depois de 90 dias da publicação da lei.

Fonte: G1



Audiência na Câmara na noite de hoje discute situação de migrantes em situação de rua

Nesta quarta-feira, 15, a partir das 19h30, ocorre na Câmara Municipal de Garça mais uma audiência pública para discutir a população migrante em situação de rua em Garça. 
O assunto volta sempre à tona e todos buscam ou desejam uma solução imediata, principalmente depois dos transtornos passados por alguns comerciantes na cidade. A audiência foi convocada pela Comissão de Saúde, Educação e Assuntos Sociais, cujo presidente é o vereador Adhemar Kemp Marcondes de Moura Filho (MDB).
A audiência poderá ser acompanhada pelo site e redes sociais oficiais da Câmara. Os interessados poderão participar da referida Audiência, devendo preencher formulário de inscrição de oradores junto à Secretaria da casa.
No último dia 24 de novembro, outra audiência foi desenvolvida com o mesmo propósito, sendo convocada Comissão de Planejamento, Uso, Ocupação e Parcelamento de Solo, cujo presidente é o vereador Pedro Santos (PSDB). Uma das reclamações sobre o encontro foi a baixa participação da comunidade e, principalmente, de autoridades ligadas ao assunto. 

Redação do Garca.Jor



Banda Phoma faz show neste sábado no primeiro Rockando Fest

O rock está de volta. Depois do longo hiato no rastro da pandemia, os shows musicais estão sendo retomados. E no próximo dia 18 de dezembro, Garça vai poder conferir novamente uma de suas bandas mais emblemáticas. 
No primeiro Rockando Fest, a Phoma vai subir ao palco numa apresentação especial. 
O show ocorre no Espaço V Lazer e Eventos, localizado em frente à Fatec Garça, e o início se dará a partir das 20 horas. 
Os ingressos já estão sendo vendidos, a R$ 25. Reservas de mesas e informações podem ser obtidas pelos fones 99660 2757, 99703 2068 e 98121 9540. 
Toda a renda será revertida a pessoas em situação de vulnerabilidade econômica da cidade e também à causa animal. O Rockando Fest tem o apoio da Rádio Clube Web Garça e da página Garça Eu Gosto de Você.

Redação do Garca.Jor


TSE unifica horário de votação nas eleições de 2022

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) decidiu unificar o horário de votação nas eleições de 2022. Com a decisão, todos os estados deverão seguir o horário de Brasília, e não o horário local. A votação será realizada das 08 às 17 horas em todo o país. 
Dessa forma, a votação será das 07 às 16 horas no Amazonas, em Rondônia, em Roraima, no Mato Grosso e no Mato Grosso do Sul, onde o fuso é uma hora a menos em relação à capital federal. No Acre, o pleito começará às 06 horas e terminará às 15 horas, pois o fuso horário é duas horas a menos que o horário de Brasília. Em Fernando de Noronha, que está uma hora à frente, a votação será das 09 às 18 horas. 
Ao comentar a mudança, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Roberto Barroso, disse que a medida foi tomada para que as eleições possam transcorrer com tranquilidade e não ocorra dúvidas sobre a lisura na divulgação de resultados. 
“No registro histórico que tivemos nas eleições de 2014, a diferença no horário de encerramento da votação, em quase todo o país e no estado do Acre, produziu interpretações, teorias conspiratórias e problemas que nós gostaríamos de evitar para assegurar a tranquilidade do processo eleitoral brasileiro”, argumentou. 
Em 2014, durante o processo de totalização dos votos, os candidatos Aécio Neves e Dilma Rousseff se alternaram na liderança da contagem de votos. O fato ocorreu em função do andamento dos dados que chegavam da Justiça Eleitoral do estados. No entanto, a disputa acirrada foi apontada como suposta fraude na contabilização eletrônica dos votos, fato que nunca ocorreu. 
Na mesma sessão, o TSE aprovou mais três resoluções para as eleições do ano que vem e liberou o impulsionamento de conteúdo político na internet durante o período de pré-campanha, criou procedimentos para pedidos de direito de resposta e sobre fiscalização das contas de partidos que vão se unir em federações. 

Fonte: Agência Brasil



Professores da rede estadual de educação de SP podem ter reajuste de até 73%

O governo de São Paulo anunciou reajuste de até 73% para os professores da rede estadual de ensino. A proposta que será enviada à Assembleia Legislativa define o salário inicial da categoria em R$ 5 mil para professores em jornada de 40 horas semanais.
A expectativa é que a proposta seja aprovada pelos deputados estaduais e entre em vigor em janeiro de 2022. O plano de modernização de carreira dos professores estaduais receberá investimentos de R$ 3,7 bilhões, segundo estimativa da Secretaria da Educação do Estado.
O governo de São Paulo propõe que o desempenho e o desenvolvimento de competências serão combinados para definir aumentos salariais e avanços na carreira de cada professor. A adesão dos atuais quadros docentes ao novo plano de carreira será opcional.
“A melhoria da educação envolve cada vez mais atrair novos talentos e valorizar os nossos profissionais, isto é fundamental. A melhoria na aprendizagem tem que ter a valorização do professor”, declarou o secretário da Educação Rossieli Soares
Para tornar a carreira mais atraente e atrair profissionais mais jovens, a Secretaria da Educação decidiu reformular os critérios de reajuste salarial e de desenvolvimento profissional após uma pesquisa com os próprios professores.
Atualmente, o piso da categoria equivale ao salário de professor com jornada semanal de 40 horas com vencimentos de R$ 2.886,24. Pela nova proposta, um profissional com a mesma jornada passa a ganhar R$ 5 mil. Se o texto for aprovado pela Alesp, 89% dos docentes terão aumento salarial imediato caso escolham aderir à nova carreira.
Profissionais em topo da carreira também seriam valorizados pelo Estado. Com as promoções por desenvolvimento e desempenho da nova proposta, o salário de um professor na referência L15, a mais alta da carreira, poderá chegar a R$ 13 mil.
A adesão à nova carreira será voluntária para professores que já integram a rede pública estadual. Para facilitar a decisão de cada profissional, a Secretaria da Educação prepara um simulador online para comparação de salários na antiga e na nova modalidade de remuneração.
Profissionais com mestrado e doutorado terão acréscimo de 3% a 5% sobre aqueles que têm apenas a licenciatura. A avaliação de mérito também prevê um sistema de pontuação por desempenho em sala de aula. O detalhamento dos critérios de avaliação ainda será elaborado com a participação da categoria.

Redação do Garca.Jor



Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira prêmio estimado em R$ 6,5 milhões

A Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira, 15, um prêmio estimado em R$ 6,5 milhões.
As seis dezenas do concurso 2.438 serão sorteadas, a partir das 20h (horário de Brasília), no Espaço Loterias Caixa, localizado no Terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo.
As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília), nas casas lotéricas credenciadas pela Caixa, em todo o país ou pela internet.
A aposta simples, com seis dezenas marcadas, custa R$ 4,50.

Fonte: Rádio Metropolitana



Assentamento em Gália: famílias rejeitam remoção da área

O MST (Movimento dos Sem Terra) emitiu, ao longo desta semana, nota na qual acusa o superintendente do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) de São Paulo, Edson Fernandes, de coagir as famílias do assentamento "Luís Beltrame", em Gália, a deixarem suas casas, atendendo a interesses de Ivan Cassaro (PSD), ex-proprietário da fazenda desapropriada com imissão de posse desde 2012. Cassaro é atualmente prefeito da cidade de Jaú e com ligações estreitas junto ao governo federal.
Segundo o Movimento, a ação do Incra é totalmente ilegal e descumpre ordem judicial de suspensão de reintegração de posse do processo 5001117-61.2019.4.03.6108, que tramita no Tribunal Regional Federal 3.
O MST sustenta que o despejo na pandemia é crime, ainda mais em área de assentamento já consolidado. De acordo com decisão do STF (Supremo Tribunal Federal), os despejos urbanos e rurais estão suspensos até 31 de março do ano que vem.
A trajetória do assentamento começa com dois imóveis que foram desapropriados no município de Gália, e, em 2012, foi obtida a emissão de posse por parte da Justiça, que autorizou o Incra a criar oficialmente esse espaço.
O assentamento "Luís Beltrame" foi instalado em dois imóveis desapropriados, com matrículas e proprietários diferentes. A partir de 2014, um dos ex-proprietários, da então denominada Fazenda Santa Fé, conseguiu na Justiça, a nulidade da desapropriação, num processo que correu a revelia, já que a Advocacia Geral da União não recorreu nos prazos concedidos. 
A partir de 2016, o proprietário passou a pressionar as famílias para a desocupação da área que, no total, comporta 18 lotes de reforma agrária. No entanto, o assentamento já está instalado desde 2013, sendo consolidado, altamente produtivo e com uma vida social e cultural intensa.
De acordo com o MST, a partir do momento que as famílias souberam da situação, ingressaram na Justiça com uma ação de terceiros interessados, e obtiveram uma liminar do Tribunal Regional Federal 3, suspendendo a reintegração até a apreciação do recurso. 
"Porém, de forma inusitada, o superintendente do Incra fez uma incursão na área coagindo as famílias para a desocupação imediata e a remoção das famílias para uma outra área que se encontra em disputa. A maioria delas não aceita a proposta do Incra e almeja aguardar o resultado do julgamento da ação de terceiros e a decisão final da Justiça", finaliza a nota apresentada pelo Movimento dos Sem Terra.

Fonte: Jornal Debate



Acig fica entre três finalistas do prêmio AC Mais 2021

A Acig (Associação Comercial e Industrial de Garça) ficou entre as três finalistas do prêmio AC Mais 2021. Neste ano, a instituição local participou na categoria "Produtos e Serviços". Esse prêmio é concedido pela Facesp (Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo) e envolve todas as associações que estão em dia com suas obrigações junto à entidade estadual.
Na categoria em que a Acig esteve concorrendo — "Produtos e Serviços" para cidades de pequeno porte — a vencedora foi a associação de Pompeia, sendo que o pódio foi completado com a cidade de Descalvado.
"Já conquistamos a premiação por três vezes, mas sempre existe a expectativa, a alegria e a apreensão, mas estar entre as finalistas já é um prêmio e falo isso sem demagogia. Ganhar todo mundo quer, a vitória é sempre bem-vinda, mas estamos num grupo forte e todos são merecedores", disse o presidente da Acig, João Francisco Galhardo.
A divulgação dos resultados do prêmio AC Mais 2021 ocorreu de forma on-line nesta sexta-feira, 10, e contou com a participação do presidente da Facesp, A
lfredo Cotait Neto, do vice-presidente da Facesp e deputado federal, Marco Bertaiolli (PSD), e do assessor especial do Ministério da Economia, Guilherme Afif Domingos.
Os vencedores das quatro categorias do prêmio (com diferenciação para cidades de grande, médio e pequeno porte) foram os seguintes:
Gestão - grande porte: Piracicaba; médio porte: Leme; pequeno porte: José Bonifácio;
Desenvolvimento local - grande porte: São José do Rio Preto; médio porte: Marília; pequeno porte: Juquiá;
Produtos e serviços - grande porte: Guarulhos; médio porte: Mococa; pequeno porte: Pompeia;
Melhores práticas Boa Vista SCPC - grande porte: Franca; médio porte: Embu; pequeno porte: Regente Feijó.

Redação do Garca.Jor

Pompeia e Cafelândia vão ter retomada de obras de construção de casas

A Secretaria de Estado da Habitação assinou termo de adesão com seis municípios para a retomada das obras paralisadas de 220 casas do Programa Sub 50, do governo federal. Caberá à Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) executar as obras, que serão custeadas pelo Governo do Estado.
Participaram do evento o secretário de Estado da Habitação, Flavio Amary, o secretário executivo de Estado da Habitação, Fernando Marangoni, e o presidente da CDHU, Silvio Vasconcellos.
“Graças à suplementação orçamentária autorizada pelo governador João Doria e pelo vice-governador Rodrigo Garcia, é que estamos conseguindo assumir essas obras”, explicou Amary. “Nenhum estado retomou as obras do Programa Sub 50, só São Paulo fez isso. São Paulo mais uma vez dando o exemplo de como a gente pode enfrentar o problema e ajudar a população”, acrescentou.
O presidente da CDHU, Silvio Vasconcellos, afirmou que o objetivo é publicar os editais de licitação ainda neste ano. “Queremos que, até fevereiro de 2022, já tenhamos obras em andamento”, complementou. Assinaram o termo de adesão os municípios de Barra do Turvo (38 unidades habitacionais), Bofete (40), Cafelândia (22), Joanópolis (40), Pompéia (40) e Reginópolis (40).
O programa Sub 50, direcionado a municípios com até 50 mil habitantes, tem como objetivo a construção de moradias de interesse social. As construções foram interrompidas e os contratos com a instituição financeira Cobansa estavam paralisados. Esses empreendimentos serão retomados com base no Programa de Desenvolvimento Urbano (PDU), da Casa Paulista.
A CDHU receberá os recursos e fará a complementação para a produção dos empreendimentos. A Companhia já promoveu todas as vistorias para avaliar a situação de cada um dos conjuntos habitacionais.
As casas seguem o padrão de qualidade da Secretaria da Habitação: área útil igual ou maior que 43,00 m², pé direito de 2,60 m, azulejo até o teto nas paredes do banheiro e cozinha, janelas de alumínio ou aço galvanizado, acessibilidade para cadeirantes, entre outros benefícios. Infraestrutura completa.

Redação do Garca.Jor



terça-feira, 14 de dezembro de 2021

As mudanças que afetam a retomada da economia global

Luis Antônio Paulino

Depois da queda, em 2020, da atividade econômica global a um nível sem precedentes desde o final da Segunda Guerra Mundial, todos esperavam que a retomada do crescimento, em 2021, ocorreria sem maiores dificuldades, mesmo porque a pandemia da covid-19, mesmo tendo ceifado a vida de mais de cinco milhões de pessoas em todo o mundo, não destruiu o capital fixo. Gerou capacidade ociosa que, supunha-se, poderia ser novamente ocupada, na medida em que a demanda por bens e serviços retornasse aos níveis pré-pandêmicos.
A injeção de trilhões de dólares na economia, em todo o mundo, na forma de auxílio direto às famílias ou de apoio às empresas, impediu que muitos negócios fechassem definitivamente as portas.  A queda da atividade econômica, embora aguda, foi relativamente curta, de modo que a falta de oxigênio – a interrupção dos fluxos de renda – não chegou a comprometer as funções vitais do sistema produtivo.
De fato, até meados de 2021, parecia que as coisas estavam caminhando bem. A injeção monumental de dinheiro na máquina da economia não provocou a disparada da inflação que os adeptos da teoria quantitativa de moeda anunciavam e os principais bancos centrais do mundo interpretaram a discreta elevação nos preços como fenômeno temporário, decorrente de gargalos passageiros nas cadeias de suprimento. Entretanto, na medida em que as restrições à atividade econômica diminuíram e a demanda por bens e serviços voltou aos níveis pré-pandemia o que se observou foi um quadro bem mais complicado, no qual aumentos mais ou menos generalizados de preços convivem com problemas de oferta.
Isso se deveu a diversos fatores. Em primeiro lugar é preciso considerar que as cadeias globais de suprimento são estruturas extremamente complexas. Sabemos que funcionam e para o que funcionam, mas não sabemos exatamente como funcionam.  A lógica que liga internamente os diversos elos de cada cadeia produtiva varia de caso a caso. Montadas ao longo das últimas décadas em paralelo com o avanço do processo de globalização, essas cadeias de suprimento formam um emaranhado de ligações quase impossível de destrinchar. E como essas estruturas sempre privilegiaram a eficiência, ou seja, a redução de custos, em prejuízo da resiliência, da flexibilidade, a sua velocidade de reorganização é muito baixa uma vez rompido seu precário equilíbrio inicial.
Acrescente-se a isso um segundo fator. A maior preocupação com a resiliência e a flexibilidade das cadeias de suprimento depois que a ruptura nos seus elos mais frágeis levou à paralisação de setores estratégicos não permite que as antigas cadeias sejam reconstituídas da mesma forma como funcionavam antes, quando a preocupação principal era apenas cortar custos. A questão é que reorganizar essas cadeias com base em um nova lógica não é algo que possa ser feito rapidamente. Desenvolver novos fornecedores e transferir a produção para novas localidades é um processo difícil e demorado. A visão neoclássica de que as curvas de oferta e demanda se cruzam gerando um novo equilíbrio quase instantâneo é ilusória. A demanda pode voltar de um dia para o outro, mas a reorganização das estruturas de oferta podem levar meses ou anos para se concretizar. E o reflexo disso será a permanência de gargalos nas cadeias de suprimentos com as inevitáveis consequências de elevação de preços e formação de filas.
Há um terceiro fator que afeta a recomposição das cadeias de suprimento. Confrontados com a queda na demanda no auge da pandemia, os produtores de combustíveis fósseis (carvão, petróleo e gás natural), que respondem por 83% da demanda por energia primária no mundo, cortaram a produção. No caso do carvão também houve o corte na produção por razões ambientais em diversos países. Com a retomada da economia, os principais produtores de petróleo no mundo – OPEP + Rússia – resistem a aumentar a produção uma vez que a escassez provocou uma elevação de 95% no preço da cesta de combustíveis fósseis em apenas um ano. O carvão triplicou de preço.
Um quarto fator a considerar é a escassez de mão-de-obra nas economias desenvolvidas. Alguns analistas atribuem isso aos generosos programas de ajuda, principalmente nos Estados Unidos, mas não parece que seja essa a causa do problema. Pelo menos é o que mostram diversas pesquisas comparando situações que se diferenciam apenas pela existência ou não desses programas de ajuda. As evidências empíricas apontam que o retrocesso nas medidas de apoio não provocou mudanças significativas na disposição de diversas categorias de trabalhadores de aceitar determinados empregos. As causas que têm levado muitos a abandonar o mercado de trabalho ou a adiar seu retorno aparentemente são outras. Há falta de motoristas de caminhões, de trabalhadores de carga em navios, de trabalhadores na área da saúde, mas as razões parecem ser mais as condições estressantes e os riscos que a pandemia da Covid-19 agregou ao exercício de certas profissões.  Parcela de trabalhadores de carga ficaram presos nos navios por meses. É natural que não queiram retornar a esse tipo de trabalho. O mesmo ocorre com trabalhadores na área da saúde, dadas as condições altamente estressantes e perigosas que tiveram que enfrentar durante a pandemia.  Da mesma forma, muitos dos trabalhadores que passaram a trabalhar remotamente durante a pandemia estão resistindo a um retorno em tempo integral para o escritório. As mudanças do lado da oferta em muitos segmentos do mercado de trabalho têm efeitos de longo prazo ainda desconhecidos.
Um quinto fator é que o retorno de grande parte da atividade econômica em níveis próximos e em alguns casos superiores aos do período pré-pandêmico se deu sem que a pandemia da covid-19 esteja totalmente sob controle. Isso tem provocado novas interrupções nas cadeias de suprimento que agravaram ainda mais certos gargalos. A retomada de lockdowns em algumas localidades, o fechamento temporário de grandes portos, nomeadamente na China, quando da ocorrência de algum novo caso de covid-19, o congestionamento dos principais portos do mundo e a consequente falta de contêineres e navios, que respondem por 80% do comércio mundial, tendem a agravar ainda mais o descasamento entre demanda crescente e oferta intermitente.
Finalmente é preciso considerar o fator China. Por um lado, a China está no meio de um esforço ambicioso para reformar sua economia, refreando dívidas domésticas e corporativas particularmente no mercado imobiliário, aumentando o controle sobre o setor de tecnologia e perseguindo metas climáticas ambiciosas. Por outro lado, a tentativa norte-americana de forçar o desacoplamento da China de suas principais cadeias de suprimento está levando a rearranjos que levarão muito tempo para se concretizar, com efeitos significativos nas principais cadeias globais de suprimento, dada a condição atual da China de “fábrica do mundo”. O exemplo mais evidente é o que ocorre hoje na produção de chips de memória e semicondutores.
Podemos argumentar, portanto, que a pandemia produziu mudanças semipermanentes em diversos fatores de oferta e que os ajustes a essas novas situações certamente não irão ocorrer na mesma velocidade do retorno da demanda, o que, certamente, deve dificultar a retomada plena da economia global para, pelo menos, até o final de 2022.

Luis Antônio Paulino é professor da Universidade Estadual Paulista (Unesp), diretor do Instituto Confúcio na Unesp, pesquisador do Instituto de Estudos de América Latina da Universidade de Hubei, China e colaborador do portal Bonifácio.



Feira de Produtos de Garça tem edição natalina até o próximo dia 23

A Feira de Produtos de Garça realiza uma edição especial de Natal neste final de ano. Até quinta-feira, 23, oferece peças em artesanato e artigos gastronômicos na praça Hilmar Machado de Oliveira, em frente à Prefeitura, das 17 às 22 horas, de segunda a sexta-feira e, no sábado, das 09 às 16 horas. A entrada é gratuita.
As peças são produzidas pelas artesãs garcenses. São ofertados trabalhos em crochê, tricô, costura, EVA, madeira, biscuit, peças em mosaico, amigurumis, vasos de suculentas, entre outros.
Já na gastronomia, estão à venda chocotone, bolos, pães caseiros, brownie, doces gourmet, licor artesanal, torta de santiago, torta de costela, torta holandesa, trufas, quibes, coxinhas e muito mais.
A realização da Feira de Produtos de Garça é das secretarias de Desenvolvimento Econômico e Turismo e da Cultura.

Redação do Garca.Jor



Marília aprova aumento no número de vereadores e reajustes de subsídios

Sob protestos de manifestantes nas galerias, a Câmara de Marília aprovou na noite desta segunda-feira (13) – por maioria de votos – os projetos que ficaram conhecidos como “pacote de bondades aos agentes políticos”, que devem gerar aumento de gastos na ordem de R$ 4,7 milhões por ano ao contribuinte mariliense.
Contra três votos, a Câmara aprovou em primeira discussão o Projeto de Emenda à Lei Orgânica do Município (LOM) 6/21 que fixa em 17, a partir da próxima legislatura, o número de vereadores eleitos em Marília. Atualmente, a Casa tem 13 parlamentares.
Agente Federal Junior Féfin (PSL), Evandro Galete e Eduardo Nascimento (ambos do PSDB), votaram contra. O projeto só poderá ser submetido ao plenário em segunda discussão após dez dias de interstício legal, com dois dias para emendas.
Em emendas que mudam a Lei Orgânica do Município, a Constituição Federal impede a dispensa de prazo, comum em matérias de interesse dos políticos para acelerar aprovação. Por isso, o tema deve voltar à Casa no início de 2022.
Galete (ao Centro da mesa) surpreendeu e votou contra todos os aumentos de despesas (Foto: Will Rocha/Câmara de Marília)
Já o Projeto de Lei 204/21, que fixa os salários dos vereadores para a próxima Legislatura, foi aprovado em primeira e segunda discussão, após a dispensa de prazos.
O número de votos contrários foi maior. Neste caso, além de Féfin, Nascimento e Galete, também votaram contra Élio Ajeka (PP) e Marcos Custódio (Podemos).
Nesta legislatura, os parlamentares recebem R$ 6.718,12 e o presidente da Câmara R$ 7.089,22. Os empossados em 2025 embolsarão, respectivamente, R$ 11.395 (+69,62%) e R$ 12.661 (+78,60%).
A maioria não teve dificuldades para aprovar o polêmico Projeto de Lei 203/21, que fixa o subsídio do prefeito, vice-prefeito e secretários municipais, com vigência a partir de 1º de janeiro de 2022. A proposta de reajuste venceu em primeira e segunda discussão.
Féfin, Nascimento e Galete mantiveram votos contrários ao aumento do subsídio.
O prefeito Daniel Alonso (PSDB) – que tem salário de R$ 17.529,50 – passa a ganhar R$ 22 mil a partir do próximo ano. Para os 15 secretários municipais e três assessores com status de secretário, os vencimentos passam de R$ 8.770,27 para R$ 12 mil.
Em 2021, a Câmara terá comissionados ainda mais bem pagos. Projeto de Lei Complementar 38/21, que altera Tabela de Vencimentos de Cargos em Comissão, foi aprovado por maioria dos votos em primeira e segunda discussão.
O texto eleva salários de chefes de gabinete e de assessores de gabinete dos parlamentares. Os protestos nas galerias se somaram aos votos contrários – do vereador do PSL e dos dois tucanos – mas foi insuficiente para barrar o aumento.
Para os dois cargos comissionados, que ganham atualmente R$ 4.109,44 (assessor) e R$ 5.512,00 (chefe de gabinete), o subsídio vai subir em 2021 para R$ 5.520,38 e R$ 7.063,23, respectivamente.
O “pacote de bondades” aos agentes políticos teve ainda o Projeto de Resolução 8/21, que altera estrutura administrativa e estabelece quadro de pessoal da Câmara de Marília. O objetivo: adicionar um segundo assessor de vereador em cada gabinete, além dos dois comissionados já existentes.
Féfin, Galete e Nascimento – vencidos – mantiveram votos contrários. Houve, por parte dos dois oposicionistas declarados, promessa de não nomear novo comissionado, abrindo mão da permissão da Câmara.
Os novos nomeados vão custar – sob novo salário – R$ 932.944,22 por ano aos contribuintes. Somente os dois projetos que trataram de assessoramento parlamentar devem criar despesa extra de R$ 1,6 milhão por ano, ou R$ 6,7 milhões durante uma legislatura.
Féfin e Nascimento, com Galete, se posicionaram contra todos os aumentos; Daniela, da mesa diretora, votou pelos reajustes (Foto: Will Rocha/Câmara de Marília)
Conforme mostrou o Marília Notícia, em reportagem detalhada neste domingo (12), a aprovação de todos os projetos que elevam despesas vai aumentar o gasto com agentes públicos dos atuais R$ 5.099.129,87 anuais para R$ 9.822.696,72, é quase o dobro da despesa atual.
Desse total, só não entra para a conta de forma imediata os gastos dos quatro novos vereadores [de 13 para 17] parlamentares e dos doze assessores que os agregados devem nomear.
Com a aprovação – em primeiro e segundo turno – de quatro dos cinco projetos, todas as demais despesas devem recair sobre o contribuinte já em fevereiro de 2021, quando Executivo e Legislativo fazem a folha de pagamento referente a janeiro.
Em nota encaminhada ao Marília Notícia, o presidente do Poder Legislativo de Marília, Marcos Santana Rezende (PSD), esclarece que, em relação à pauta da sessão ordinária desta segunda-feira (13), a decisão de colocar em votação os projetos atende pedido da maioria dos vereadores.
“O presidente da Casa de Leis protocola o pedido e faz a sanção após ser deliberado pelo plenário. A atual Legislatura não legisla em causa própria, pois esses valores e reajustes, se aprovados, entrarão em vigor somente em 2025. São 12 anos e três legislaturas sem reajuste.”
“Com relação ao aumento do número de cadeiras na Câmara Municipal de Marília, é oportuno lembrar que no ano 2000 a nossa cidade tinha uma população de 197.153 habitantes, e uma Câmara composta por 21 vereadores que garantiam a representatividade da cidade inteira.”

Fonte: Marília Notícia