quarta-feira, 23 de dezembro de 2020

Ladrões furtam 100 quilos de carne para pesquisa da Unesp de Botucatu

A Polícia Civil investiga o furto de aproximadamente 100 quilos de carne bovina, destinados exclusivamente para uso em pesquisas científicas, que estavam armazenados no câmpus de Botucatu da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ) da Unesp. Por se tratar de produto impróprio para o consumo, a instituição pede para que, neste momento, a população não adquira e nem consuma carnes sem saber a procedência.
O furto ocorreu no último final de semana. A carne, segundo nota divulgada pela Faculdade, estava no Laboratório de Ciência da Carne, na Fazenda Experimental Lageado. "A totalidade do material furtado é composta de carne manipulada para fins de pesquisa", explica.
"Ao avaliar os danos decorrentes do furto, a equipe da FMVZ constatou que parte significativa desse material recebe tratamentos com produtos químicos utilizados para acelerar sua degradação. Trata-se, portanto, de material altamente contaminante, que pode conter resíduos químicos e é absolutamente impróprio para consumo". Até o fechamento desta edição, o caso seguia sob investigação.

Fonte: Jornal da Cidade de Bauru



Nenhum comentário:

Postar um comentário