terça-feira, 24 de novembro de 2020

Projeto contribui para gerar renda, polinização e recuperação de áreas

O Projeto Polinizadores - Projeto de Apicultura e Meliponicultura, uma iniciativa da Bracell com o apoio e a parceria de Associações de Apicultores e Meliponicultores de cinco regiões da área da atuação da empresa - Lençóis Paulista, Bauru, Botucatu, Avaré e Marília - conta hoje com mais de 200 apicultores associados, em um trabalho de geração de renda, polinização e recuperação de áreas degradadas.
Além da parceria com as associações, o projeto conta também com o apoio técnico da Unesp de Botucatu por meio do Núcleo de Ensino, Ciência e Tecnologia em Apicultura Regional (Grupo Nectar). A Unesp oferece o suporte com orientações técnicas, passando informações sobre a instalação dos apiários/meliponários, manejos técnicos visando alta produtividade, nutrição das abelhas e desenvolvimento das colônias de forma consciente e segura.
Os apicultores credenciados obtêm melhoria em produtividade e qualidade do mel, propiciando à comunidade maior desenvolvimento social e econômico, além dos benefícios da preservação ambiental tanto das abelhas quanto da mata nativa.
Neste projeto, a empresa cede o espaço em suas áreas florestais para a instalação e manejo de apiários dos produtores credenciados, possibilitando a geração de empregos direta e indiretamente. Também permite que os produtores usufruam da florada do eucalipto e da vegetação nativa das áreas para a produção do mel e demais produtos derivados do manejo de abelhas.
Para o apicultor Jorge Rodrigues da Silva, da região de Botucatu, esta parceria representa um grande benefício e a possibilidade de ampliar seus negócios. "É o sonho de qualquer apicultor, uma vez que a colheita da safra de mel no eucalipto é três vezes maior. Isso gera bons negócios para o produtor e uma grande ajuda para quem vive só de abelha", comentou. O apicultor destacou ainda que, atualmente toda a renda de sua família vem da safra do mel e, por meio do Programa Polinizadores, a expectativa é de um aumento da safra.
O professor da Unesp Ricardo de Oliveira Orsi ressalta que, além da questão socioeconômica do projeto, há também a importância ambiental. "As abelhas nas áreas de eucalipto ficam mais próximas da mata silvestre e acabam colaborando diretamente com a polinização nessas áreas além de ajudar na recuperação de áreas degradadas", destacou.
Sabrina de Branco, Gerente Sênior de Relações Corporativas, Comunicação e Sustentabilidade da Bracell, explica que as atividades serão realizadas seguindo normas e critérios ambientais. "A Bracell tem uma atenção especial com o meio ambiente e tem buscado fazer a diferença nas comunidades onde está inserida. O projeto Polinizadores consegue conciliar o desenvolvimento econômico com a proteção ambiental, abrindo a possibilidade de apoiar outros negócios dentro das áreas de operação da empresa."
Informações sobre as atividades de apicultura e meliponicultura nas áreas da Bracell, os interessados podem entrar em contato pelo telefone 0800 709 1490.

Divulgação



Nenhum comentário:

Postar um comentário