quarta-feira, 7 de outubro de 2020

Incendiário de Marília diz que fez fogueira para acender cachimbo de crack

Um homem de 40 anos, morador do Jardim Eldorado, na zona Oeste de Marília, foi detido na tarde desta quarta-feira, 07de outubro, e vai responder por crime ambiental, após ser identificado e confessar que provocou focos de incêndio pela cidade.
Um rapaz que passou de moto gravou o desempregado ateando fogo nas margens da rodovia SP-333, próximo da antiga Cooperativa dos Cafeicultores. As imagens viralizaram nas redes sociais, principalmente em grupos de WhatsApp.
Pelas imagens e descrições, ele foi identificado pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG), que o conduziu para prestar esclarecimentos. Segundo o delegado Valdir Tramontini, titular da especializada, o homem disse que teria feito uma fogueira, para acender um cachimbo de crack.
Disse ainda, segundo a polícia, que não teve a intenção de provocar queimada e ao perceber que o fogo estava saindo de controle, tentou apagar, mas sem sucesso.
O delegado disse ao Marília Notícia que a polícia não acredita na versão, já que foram pelo menos três focos de incêndio. Uma das fogueiras atingiu vasta área na margem da rodovia, o que colocou em risco, inclusive, a vida de motoristas e outros usuários do trecho.
A polícia não relaciona as queimadas do desempregado aos grandes incêndios da zona Leste da cidade.
Por não haver a prisão em flagrante, o homem foi liberado e vai responder ao processo em liberdade. Segundo o delegado, ele tem passagem pelo crime de roubo, o que não altera a possibilidade de responder solto pelo crime ambiental.
“Pode ser relevante para uma eventual aplicação de pena, mas isso é na fase judicial”, disse o delegado responsável pela apuração do caso.

Fonte: Marília Notícia



Nenhum comentário:

Postar um comentário