domingo, 18 de outubro de 2020

Dança das cadeiras tucana: agora PSDB de Vera Cruz também muda candidato a prefeito

Depois de Garça, que viu seu candidato tucano declinar e indicar outro nome para concorrer na eleição de 2020, agora fato semelhante se dá em Vera Cruz. A prefeita afastada da cidade, Renata Zompero Dias Devito (PSDB), anunciou que desiste de sua candidatura à prefeitura local.
A decisão ocorreu poucas horas depois de o Tribunal de Justiça rejeitar um pedido para suspender a cassação do mandato, confirmada pela Câmara da cidade no dia 09 de outubro.
Em seu depoimento disse que toda vez que disputou a eleição “não foi por vaidade, foi por amor” e afirmou que é pela cidade que tomou a decisão.
“Não preciso disputar a reeleição. Hoje temos um candidato forte e uma candidata forte: Cesar Iatecola (hoje vereador) para prefeito e a Gisele Pelozo (também vereadora) para vice-prefeita.”
Além da cassação de seu mandato que poderia influenciar na liberação de sua candidatura, a campanha do PSDB, partido da ex-prefeita, é ameaçada também por um parecer do Ministério Público para excluir o partido das eleições deste ano.
Caso a Justiça acompanhe o parecer, os 14 candidatos a vereador pelo partido estariam fora da disputa.
Renata afirmou que assumiu a cidade “no buraco” em 2017 e que no mandato fez “o possível e o impossível” para reorganizar contas e promover obras na cidade.
Disse ainda que não pode lidar com seis vereadores da Câmara, que tem nove paramentares e que foi alvo de “sabotagens e maldades”.
 “Simplesmente não gostam de mim. Seis sempre deram demonstrações de que me odeiam ou que estavam unidos com os derrotados da eleição para prefeito para me derrubar”, afirmou a ex-prefeita.

Fonte: Giro Marília



Nenhum comentário:

Postar um comentário