quinta-feira, 10 de setembro de 2020

Polícia investiga se corpo achado é de mulher desaparecida em Ourinhos

A Polícia Civil de Ourinhos está investigando se o corpo de uma mulher encontrado na terça-feira, 08 de setembro,, em uma área de mata próximo a um córrego, às margens da Rodovia Raposo Tavares (SP 270), é de uma mulher de 63 anos que está desaparecida desde 30 de maio.
Familiares que se dirigiram à Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Ourinhos reconheceram algumas roupas e uma bolsa que estava no local como sendo de Perolina Silva Passos, que foi vista pela última vez Rua Jornalista Heron Domingues, 326, na Vila Brasil.
Segundo o arquiteto Márcio Passos, 41 anos, filho da mulher desaparecida, as roupas seriam parecidas com as de sua mãe.
Ele fará nesta quinta-feira (10) a coleta de material genético para realização dos exames de DNA, considerada a principal maneira de se fazer o reconhecimento, já que o corpo estava em avançado estágio de decomposição.
Segundo a Polícia Civil, a investigação aguarda esse exame de DNA e também o resultado do laudo necroscópico que poderá indicar se a mulher sofreu alguma agressão que a teria levado à morte.
Segundo o arquiteto, a família da Dona Perolina ainda mantinha esperanças de encontrá-la viva porque não havia qualquer indício de sua morte.
“Ela sofreu um AVC no fim do ano passado e acreditamos que ela possa ter sofrido algum surto, ficado desorientada, e saído da casa onde foi vista pela última vez e que fica a uns dois quilômetros de distância de onde o corpo foi localizado”, explica o arquiteto.
A família chegou a fazer uma campanha, com cartazes espalhados pela cidade, para tentar encontrar a idosa, mas sem sucesso. Nem mesmo câmeras de segurança indicaram qualquer local por onde a mulher possa ter passado.

Fonte: TV Tem



Nenhum comentário:

Postar um comentário