quarta-feira, 9 de setembro de 2020

Documento da Secretaria-Geral da Unesp de Bauru avalia extinção do IPMet

A Unesp de Bauru descartou a priori a extinção do Instituto de Pesquisa Meteorológicas (IPMet), unidade criada na década de 70 e instalada no campus local da universidade.
A TV Tem teve acesso a um documento da Secretaria-Geral da universidade, órgão ligado à reitoria da universidade, no qual consta a indicação de extinção do instituto.
Segundo Jair Lopes Júnior, diretor da Faculdade de Ciências (FC) da Unesp de Bauru, à qual o IPMet é vinculado, a “extinção” a que se refere o documento na verdade seria apenas parte de uma reorganização interna da universidade que vai reclassificar várias unidades, de acordo com suas vinculações e finalidades.
O diretor explica que o IPMet é considerado como uma “unidade auxiliar”, órgãos que possuem diferentes vinculações, geralmente ligadas a uma atividade-fim de apoio aos cursos de graduação e pós-graduação.
“Mas o IPMet tem uma amplitude de atuação muito maior que a simples manutenção e apoio aos cursos e, portanto, não se classifica como uma unidade auxiliar. Por isso, o IPMet foi extinto como unidade auxiliar, mas segue com existência administrativa e vinculado à FC, com suas dependências seguindo sendo usadas pelos alunos curso de meteorologia e demais cursos”, explica Jair Lopes Júnior.
Segundo o diretor, essa mudança administrativa não altera a questão da manutenção orçamentária e a questão de receitas e repasse de verbas. Além disso, diz Júnior, os serviços de operação e de prestação de serviços meteorológicos estão mantidos normalmente.
O diretor também nega que a demissão de um servidor ligado à manutenção dos radares poderia ser indicativo do início do processo de extinção do IPMet.
Ele explica que a demissão apenas é o cumprimento de um acordo entre a Unesp e o Ministério Público do Trabalho que previa a adequação contratual de quem tinha contrato com a Fundunesp e prestava serviços para a Unesp.
Em nota, a FC confirmou que “não haverá extinção nem desativação do IPMet” e que o instituto, nessa alteração administrativa, “será enquadrado em outra categoria, como órgão suplementar provavelmente”.
A nota reforça que “o IPMet é um órgão de referência em sua área de atuação e seguirá dentro da estrutura da Unesp”.

Fonte: TV Tem



Nenhum comentário:

Postar um comentário