segunda-feira, 17 de agosto de 2020

Vinte e dois funcionários públicos garcenses são licenciados para participar de eleições

Vinte e dois servidores públicos municipais deverão ser candidatos a algum cargo nas eleições do próximo dia 15 de novembro. Esses funcionários públicos passaram a contar com licença para atividade política, devendo, até a data do pleito, afastados dos cargos e de eventuais comissões e conselhos em que atuem como membros e que tenham representações dos poderes Executivo e Legislativo.
Foram licenciados para serem candidatos na eleição deste ano os seguintes servidores: Adilson Caetano (vigia, Saae); Alexandre José Frason (padeiro); Ana Victoria Silveira Armando (enfermeira); Aparecido Pereira da Silva (professor); Delma de Oliveira (serviços gerais); Elaine Aparecida Bueno de Paula (técnica em segurança do trabalho, Saae); Eulino Alves de Souza (pintor); Ilton Rodrigues de Souza (operador de máquinas); Izabel Silveira Nascimento de Souza (serviços gerais); Mara Sílvia de Lucas (serviços gerais); Márcia Cristina Lauris Gouveia (serviços gerais); Marco Antônio Dias de Morais (professor); Maria Angela de Castro Panzieri (engenheira florestal); Maria Augusto Faustino Canato (professora); Miriam Aparecida dos Santos (serviços gerais); Neuza Senhorini Ferreira dos Santos (serviços gerais, Saae); Patrícia Cristina Donato Lima (serviços gerais); Paulo Cézar Martins (oficial de drenos, Saae); Reinaldo Xavier (motorista); Sandra Cristina Alves Meirelles (professora).
O afastamento é uma exigência legal para impedir que o uso das funções públicas possa influenciar na relação dos candidatos com eleitores. Os servidores mantém salários integrais no período.

Redação do Garca.Jor


Nenhum comentário:

Postar um comentário