quarta-feira, 1 de julho de 2020

Venezuela avança para eleições parlamentares

A Venezuela caminha para as eleições parlamentares obrigatórias, de acordo com o período cumprido de forma constitucional neste 2020, disse o presidente da República, Nicolás Maduro.
'O Conselho Nacional Eleitoral (CNE) anunciou uma grande notícia que saudamos e aplaudimos', disse o chefe de Estado venezuelano na véspera, após assegurar que um novo parlamento será eleito este ano para resgatar a destruída Assembleia Nacional atualmente em dcadência.
Maduro descreveu como transcendental o discurso do presidente do órgão eleitoral, Indira Alfonzo, que anunciou a aprovação unânime dos cinco reitores da CNE do regulamento para a convocação de eleições do Poder Legislativo para o período 2021-2026.
Também destacou o fato de que este ano serão eleitos 277 deputados em representação de todos os círculos eleitorais do país, graças à atualização do número de habitantes, mantendo os 87 circuitos eleitorais ou círculos eleitorais para eleições de uma única questão.
Ele também exortou as forças revolucionárias a trabalhar para a formação de candidaturas unitárias com o Grande Pólo Patriótico e para recuperar a instituição parlamentar que está atualmente em colapso.
Nesse sentido, o presidente venezuelano pediu ao povo da nação bolivariana que se preparasse de forma cívica para recebê-lo em uma Assembleia Nacional legítima por meio do voto soberano.
Nesta terça-feira, 01 de julho, a reitora do CNE, Indira Alfonzo, convidou todos os partidos políticos a participar das eleições, após indicar que o Poder Eleitoral foi declarado em sessão permanente para preparar as eleições parlamentares; 'temos um compromisso com a democracia venezuelana', disse ela.
Ressaltou também que mais de 70 organizações políticas nacionais e regionais fizeram a apresentação física de suas propostas perante a CNE, que são avaliadas pelo conselho de administração para sua eventual incorporação ao processo eleitoral.
Anteriormente, a Assembleia Nacional Constituinte (ANC) aprovou em sessão ordinária a estimativa geral da população para dezembro de 2020, apresentada pelo Instituto Nacional de Estatísticas e pela CNE, a fim de planejar as eleições parlamentares.
A este respeito, o presidente do ANC, Diosdado Cabello, explicou que para o mês de dezembro a estimativa é de 32,8 milhões de habitantes, o que representa a base de cálculo que levará o órgão eleitoral a desenvolver a corrida.
Cabello disse que o Instituto Nacional de Estatística é uma agência altamente qualificada, portanto o documento de estimativa detalha a população de julho a dezembro deste ano

Fonte: Prensa Latina


Nenhum comentário:

Postar um comentário