sexta-feira, 26 de junho de 2020

Prevenção à violência contra o idoso é tema do "Junho Violeta"

A discussão sobre a violência doméstica e social muitas vezes se restringe às crianças e mulheres. No entanto, outra parcela da população vive uma situação de ampla vulnerabilidade, algo que, efetivamente, se ampliou nesta pandemia: os idosos. Essa parte da população vive numa zona de risco e tal situação deve ganhar maior visibilidade para a garantia de seus direitos e da sua proteção.
Para tanto, a Organização das Nações Unidas e a Rede Internacional de Prevenção à Violência Contra à Pessoa Idosa instituíram o 15 de junho como Dia Mundial da Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa. E este mês é marcado pelo "Junho Violeta", no qual se busca dar destaque a aspectos de proteção, valorização e combate à discriminação da população da terceira idade.
Os maus tratos contra idosos se revestem de violação grave aos direitos humanos. No Brasil também é tratado como conduta criminosa. O Estatuto do Idoso, sancionado em 2003, dispõe que colocar em risco a vida ou a saúde do idoso, por meio de condições degradantes ou privação de alimentos ou cuidados indispensáveis, é crime.
No entanto, dados do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos apontam que, em 2018, o Disque 100 (Disque Direitos Humanos) recebeu 13% mais denúncias de violações contra a pessoa idosa em relação ao ano anterior. O Ministério aponta que ainda há muitos casos que não são denunciados.
A violência contra idosos pode ser definida como qualquer ato, ou ainda a ausência de uma ação, que cause danos ou incômodo à pessoa idosa. Estão entre os casos mais comuns os abusos psicológicos, abusos financeiros, negligência, abusos físicos e os abusos sexuais. As denúncias de violência contra idosos podem ser feitas pelo Disque 100, que funciona 24 horas. As ligações são gratuitas, de qualquer telefone fixo ou móvel, e a denúncia pode ser anônima.
A Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social de Garça vem dando destaque para o "Junho Violeta". Um grande laço dessa cor foi instalado em frente à sede da pasta e também foi afixado um banner com orientações sobre a forma de efetuar a denúncia de maus tratos e outras formas de violência contra os idosos. A Secretaria também está aberta para receber idosos em situação de vulnerabilidade e fornecer orientações sobre a preservação de seus direitos e a garantia de sua segurança.

Redação do Garca.Jor


Nenhum comentário:

Postar um comentário