sexta-feira, 15 de maio de 2020

Agente da Polícia Federal é preso em flagrante por tentativa de homicídio em Martinópolis

Um homem, de 48 anos, que trabalha como agente da Polícia Federal, foi preso em flagrante por tentativa de homicídio na madrugada de quinta-feira, 14 de maio, em Martinópolis. Conforme relatou o delegado da Polícia Civil Airton Roberto Guelfi, o agente foi detido depois de atirar contra um homem, de 35 anos.
Uma mulher, de 33 anos, esposa do agente, ele e outro homem estavam em um posto de combustíveis consumindo bebidas alcoólicas, conforme a polícia. Depois, os três foram para a casa do casal, a convite do marido, para continuar bebendo. Quando chegaram, eles se reuniram na parte externa da casa, no entanto, por volta da meia noite foram para o interior da residência.
O delegado contou que, de acordo com os depoimentos da mulher e da vítima, o agente decidiu que iria mostrar sua arma de fogo aos dois. "Quando ele retornou depois de pegar a arma, a vítima disse que iria embora, momento em que o agente deu o primeiro tiro contra uma parede", explicou Guelfi.
Neste momento, segundo a polícia, a esposa do autor conseguiu correr, pular o muro da casa e fugir, ficando apenas o agente e a vítima no local. "A vítima relatou que, após o primeiro disparo, se ajoelhou no chão e pediu para que o autor não fizesse nada, pois as pessoas iriam ouvir", disse o delegado.
Em seguida, o agente foi caminhando para a frente da residência, com a arma nas mãos, quando a vítima conseguiu fugir. "O homem alegou que correu sem olhar para trás, mas continuou ouvindo os disparos da arma", falou Guelfi.
Quando tentava pular um muro, a vítima foi atingida no braço por um dos tiros. O homem não soube dizer quantos disparos ouviu. Afirmou apenas que dentro da residência o agente havia efetuado quatro disparos. Depois de ser atingido pelo tiro, o homem conseguiu ligar para um amigo, que o ajudou. Ele foi hospitalizado e liberado.
A Polícia Militar foi acionada por vizinhos do casal. Quando a equipe chegou à residência, encontrou o autor desmaiado e embriagado no chão da cozinha e a arma de fogo próxima a ele. O agente foi preso em flagrante e encaminhado à Delegacia da Polícia Federal, em Presidente Prudente, onde aguarda por audiência de custódia. A arma foi apreendida.

Fonte: OCNet


Nenhum comentário:

Postar um comentário