sexta-feira, 29 de maio de 2020

Justiça determina volta ao cargo de prefeito cassado em Agudos

A Justiça determinou a volta imediata de Altair Francisco Silva (Republicanos) ao cargo de prefeito de Agudos.
Ele tinha cassado pela Câmara de Vereadores no dia 13 de maio, acusado de pagar aditivos à construtora responsável pelas obras da escola sem justificativa e em um valor que ultrapassou os 25% permitidos por lei.
Na decisão, a Justiça aponta que a Câmara extrapolou o prazo de 90 dias para conclusão da Comissão Processante.
Na época, Altair classificou a decisão dos vereadores como uma "perseguição política" feita de "forma sórdida" por não considerar o "momento vivido mundialmente, de crise de saúde”.
De acordo com a assessoria de Altair, ele assume o cargo de prefeito na tarde desta quinta-feira. O então prefeito Jaime Caputti informou que cumpriu a determinação da Justiça e deixou a prefeitura como chefe do executivo.
Agora Jaime volta a ter o cargo de vice-prefeito de Agudos. Já a Câmara disse que vai entrar com recurso no Tribunal de Justiça nessa sexta-feira.
Desde que assumiu o mandato, Altair Francisco foi alvo de seis denúncias pedindo sua cassação. Além da comissão processante do dia 13 de maio, o prefeito já tinha sido cassado em CP anterior e voltou para o cargo por decisão judicial.

Fonte: G1


quinta-feira, 28 de maio de 2020

Vídeo dá indícios de que George Floyd foi assassinado sem resistência

A família de George Floyd, um americano negro que morreu após uma violenta prisão em Minneapolis, exigiu nesta quarta-feira, 27 de maio, que os policiais envolvidos sejam acusados de homicídio, em um caso que gerou indignação e protestos nos Estados Unidos.
A morte do homem de 46 anos provocou revolta na cidade de Minnesota, onde, pelo segundo dia consecutivo, manifestantes se reuniram no local da prisão para exigir "justiça".
"Precisamos continuar lutando pela justiça", disse Will Wallace, um dos manifestantes.
Na noite de terça-feira, os protestos aumentaram e os manifestantes quebraram as janelas de uma delegacia. A polícia respondeu com gás lacrimogêneo e balas de borracha.
Quatro policiais envolvidos na prisão foram demitidos na terça-feira e a polícia federal abriu uma investigação.
"Quero que esses policiais sejam acusados de assassinato, porque foi exatamente isso que eles cometeram assassinato contra meu irmão", disse à NBC Bridgett Floyd, irmã de George Floyd. "Eu tenho fé e acredito que a justiça será feita".
Floyd morreu na noite de segunda-feira, depois de ficar deitado de bruços por pelo menos 10 minutos, enquanto um policial pressionava seu pescoço com o joelho.
"Não consigo respirar", implorou o homem, segundo o áudio de um vídeo de vários minutos filmado por um transeunte que viralizou.
O policial, um homem branco, diz para ele ficar calmo. Um segundo policial mantém os transeuntes à distância enquanto Floyd não se mexe e parece inconsciente.
Um novo vídeo pode descartar as alegações da polícia de que o homem, suspeito de tentar passar uma nota falsa de 20 dólares, resistiu à prisão.
Em imagens feitas pelas câmeras de um restaurante localizado em frente ao local da prisão, ele aparece com algemas nas costas sem oferecer resistência à polícia.
"Não podemos ter dois sistemas legais, um para negros e outro para brancos", disse o advogado da família Benjamin Crump à NBC.
O prefeito de Minneapolis, Jacob Frey, também questionou nesta quarta-feira "por que o homem que matou George Floyd não está na prisão", dizendo "se você ou eu tivéssemos feito isso, estaríamos atrás das grades".
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se referiu ao caso como "um evento muito, muito triste" e disse que "veria" se a polícia deveria ser processada.
Mais enfaticamente, a senadora negra Kamala Harris, ex-promotora da Califórnia e ex-presidente do Partido Democrata, denunciou "um ato de tortura" e "execução pública" em uma sociedade marcada pelo racismo.
Muitas personalidades do mundo da política, da mídia e do esporte denunciaram a violência injustificada da polícia contra os negros.
"É um lembrete trágico de que este não é um incidente isolado, é parte de um ciclo de injustiça sistemática que ainda persiste em nosso país", disse o ex-vice-presidente e candidato democrata à Presidência Joe Biden
Biden comparou esse caso à morte de Eric Garner, também negro, em Nova York em 2014, após ser sufocado quando foi detido por policiais brancos por suspeita de vender cigarros contrabandeados.
O caso de Garner contribuiu para a ascensão do movimento de protesto "Black lives Matter" (em português "Vidas negras importam").
Ao longo dos anos, outras mortes de negros americanos por policiais brancos causaram protestos em várias partes do país.
O mundo do esporte também se uniu aos protestos contra a violência policial contra a comunidade afro-americana. Um exemplo disso foi a ação de vários jogadores profissionais, como Colin Kaepernick, que se recusou a se levantar enquanto o hino dos Estados Unidos tocava em sinal protesto.
O astro da NBA, LeBron James, postou no Instagram a imagem do policial com o joelho no pescoço de um Flody algemado, juntamente com outra fotografia de Kaepernick, ajoelhado durante a execução do hino antes de um jogo. O líder do Los Angeles Lakers escreveu: "Você entende agora ou ainda é confuso para você?".

Fonte: UOL


Analistas veem uso de robôs e grupos de WhatsApp na rede de apoio ao governo

Em meio à crise provocada pelo novo coronavírus, a militância bolsonarista nas redes sociais tem lançado mão da mesma tática de atuação usada desde o período da disputa eleitoral de 2018, com ataques orquestrados contra adversários no Twitter, uso de robôs e criação de grupos de WhatsApp para difundir informações falsas.
Apesar da atuação constante desde a posse, há a constatação de que a base de Jair Bolsonaro (sem partido) vem caindo sem, porém, que esse grupo perca a capacidade de pautar o debate que se destaca no mundo virtual.
Um estudo amostral da consultoria Arquimedes feito após a manifestação antidemocracia de domingo em frente ao QG do Exército em Brasília mostrou que, após participar do ato, o presidente viu o seu apoio nas redes sociais cair. Numa análise de 38 mil menções, foi identificado o percentual de 30% de apoio a Bolsonaro. “Não há, fora do isolado grupo bolsonarista, apoio ao presidente”, aponta o relatório da empresa.
Na última sexta-feira, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), sofreu o maior ataque até hoje no Twitter. A hasthag #ForaMaia ficou em primeiro lugar na lista de assuntos mais comentados da plataforma no Brasil.
A ofensiva ocorreu após Bolsonaro fazer, em entrevista à CNN Brasil, na quinta-feira, críticas contra Maia chegando a dizer que ele quer “enfiar a faca no governo”.
O presidente da Câmara costuma ser alvo de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro no mundo virtual desde o ano passado, mas os ataques de sexta-feira superaram os anteriores. Há semanas, tem havido uma série de troca de acusações tanto por parte de Bolsonaro contra Maia, como vice-versa. As discussões têm ajudado a alimentar os debates nas redes sociais.
"Foi o maior ataque de todos os tempos (dos bolsonaristas) contra a figura dele (Maia)", afirma David Nemer, professor do departamento de estudos de mídia da Universidade da Virgínia.
Nemer identificou cerca de 1,5 milhão de menções ao presidente da Câmara. Dentro desse grupo, o professor fez uma análise amostral de 50 mil postagens e afirma ter identificado 11 contas robôs. Os perfis chegam a fazer 50 retuítes num período de dez segundos, o que é humanamente impossível, avalia a Arquimedes.
Além dos robôs, foram identificadas contas falsas ou com características de atuação profissional. Esses perfis fazem apenas postagens em favor de Bolsonaro basicamente do mesmo teor quase ao mesmo tempo.
Nemer acredita que a ofensiva no Twitter contra Maia faz parte de uma estratégia conjunta com a entrevista concedida pelo presidente contra Maia:
"A entrevista e os ataques no Twitter são estrategicamente coordenados. É uma tática rotineira do bolsonarismo eleger um inimigo. Na construção do inimigo, você consegue manter a sua base unida e motivada para lutar por você."
Relatório da consultoria Arquimedes identificou mais de 1,3 milhão de menções da hasthag #ForaMaia. “A ação, apesar de barulhenta nas redes, tem se mostrado isolada e sem tração com o debate público, ficando restrita a um grupo de perfis de apoiadores do presidente Bolsonaro”, afirma o relatório.
Pablo Ortellado, professor da USP e coordenador do Monitor de Debate Político no Meio Digital, afirma que os bolsonaristas atuam de forma diferente em cada plataforma:
"No Twitter, há um ataque coordenado. No WhatsApp, é campanha de desinformação pesada. No YouTube, há muito uso de imagens oficiais do presidente. Canais bolsonaristas do YouTube têm quatro vezes mais visualização do que outros canais políticos."
Ortellado relata ainda ter recebido informação de três pessoas diferentes que afirmam ter sido acrescentadas recentemente em grupos de WhatsApp bolsonaristas voltados para informações sobre o novo coronavírus:
"Como estudo isso, as pessoas me procuram. Foi feito esse relato de três pessoas com backgrounds muito diferentes."
Ainda segundo o professor, esse tipo de mobilização exige recursos, porque é preciso comprar o cadastro das pessoas para serem incluídas no grupo e pagar alguém para alimentar as mensagens.
"Essa estratégia foi usada na eleição e aparentemente reativada. Isso só ocorreu na eleição porque é muito caro manter. Entre as informações disseminadas nesse tipo de grupo, está a de que os hospitais estão vazios e que o vírus é uma artimanha criada por chineses."
Os assuntos são abordados em áudio, textos e vídeos. Ortellado faz monitoramentos diários de grupos bolsonaristas:
"Constatei três coisas no meu monitoramento (desta segunda-feira): os governadores estariam inflando os números de doentes, a cloroquina seria a salvação e os governadores seriam os responsáveis pelo coronavírus porque incentivaram o carnaval."

Fonte: O Globo


Casal sofre acidente e moto e morre em viaduto na Bauru-Marília

Um casal foi encontrado morto, na manhã desta quarta-feira, 27 de maio, embaixo de um viaduto localizado 800 metros à frente do quilômetro 353 da rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP 294), a Bauru-Marília, em Bauru. Uma pessoa que fazia caminhada pela ferrovia - que passa por baixo da pista -, na altura da Vila Dutra, avistou os corpos e acionou a Polícia Militar (PM).
O condutor da moto Honda/CB300, de cor vermelha, Rubens Rezende Thomaz da Silva, e a passageira Sheyla Cristina Pereira Bezerra seguiam pela rodovia no sentido Oeste. Ambos completaram, respectivamente, 39 e 29 anos, nos últimos dias de maio.
De acordo com a Polícia Rodoviária, o veículo teria desviado para o canteiro e caído sob o viaduto, por razão ainda a ser apurada. Não há evidencias de que outro automóvel tenha se envolvido no acidente.
Ainda segundo os policiais rodoviários, a perícia notou rastros dos pneus pela grama que antecede o local em que caíram, que tem uma altura de 9,5 metros.
A equipe esteve na cena do acidente desde às 9h e afirmou que os corpos foram encontrados com rigidez cadavérica, ou seja, que possivelmente teriam morrido de cinco a seis horas antes.
Equipes das polícias Civil e Científica, além do Corpo de Bombeiros, também estiveram no local. Ainda durante a tarde, os corpos tiveram de ser içados pelos bombeiros e foram levados ao Instituto Médico Legal (IML).

Fonte: Jornal da Cidade de Bauru


Dr. Dino, ex-prefeito de Pirajuí e médico, morre aos 90 anos

Morreu na manhã desta quarta-feira, 27 de maio, em Bauru, em decorrência de pneumonia, diabetes e insuficiência renal, o médico Dino Miguel Nanni Rinaldi. Nascido em Avanhandava, Dino chegou a Pirajuí em 1958 e dedicou 53 anos de sua vida profissional à clínica médica e cirurgia geral. Ele também atuou por dois mandatos como prefeito da cidade, o primeiro de 1989 a 1992 e, o segundo, de 28 de agosto de 1998 a 31 de dezembro de 2000. Seu corpo foi sepultado às 14h, no Cemitério Municipal.
De acordo com informações da página "TV Centro Oeste Paulista - TV COP", Dino era conhecido entre os mais humildes como o "pai dos pobres" e, por muitas vezes, realizou cirurgias gratuitamente, sem cobrar de muitos pirajuienses nenhum centavo. Quando prefeito, atuou junto à Santa Casa de Misericórdia da cidade em busca de melhorias e ampliação no atendimento à população. Em nota, a Prefeitura de Pirajuí lamentou a morte dele, definindo-o como "uma das personalidades mais importantes da vida pública de Pirajuí".

Fonte: Jornal da Cidade de Bauru


Quadrilha é presa suspeita de assaltar casa de prefeito em Arealva

Quatro homens foram presos suspeitos de assaltarem a casa do prefeito de Arealva na quarta-feira, 27 de maio.
De acordo com o boletim de ocorrência, os homens invadiram a residência durante a tarde e prenderam a funcionária doméstica, que era a única pessoa no local, em um armário.
Os assaltantes deixaram o local em seguida levando alguns objetos da casa. A Polícia Militar foi acionada e encontrou dois dos suspeitos no veículo usado no assalto, um gol com placa de Presidente Alves, próximo a penitenciária feminina de Pirajuí.
Com eles, a PM localizou vários objetos da vítima, entre eles uma mala com três relógios de pulso, vários perfumes, e um celular.
Os outros dois suspeitos foram encontrados pouco tempo depois por policiais militares de Bauru. Os quatro suspeitos foram presos em flagrante e encaminhados para a delegacia de Pederneiras, onde o caso foi registrado.

Fonte: G1


IBGE: nível de ocupação atinge menor patamar em oito anos

O nível de ocupação dos brasileiros ficou em 51,6% no trimestre encerrado em abril deste ano. O dado representa o percentual de brasileiro em idade de trabalhar que estão efetivamente ocupados. Esse é o patamar mais baixo do indicador desde o início da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad-Contínua), em 2012.
No trimestre encerrado em janeiro, o nível de ocupação chegou a 54,8%. Em abril do ano passado, a taxa era de 54,2%.
A população ocupada ficou em 89,2 milhões de pessoas no trimestre finalizado em abril, quedas de 5,2% em relação a janeiro deste ano (4,9 milhões de pessoas a menos) e de 3,4% em relação a abril do ano passado (3,1 milhões de pessoas). As quedas em ambos tipos de comparação foram recordes.
O total de desempregados no Brasil no trimestre encerrado em abril deste ano chegou a 12,8 milhões de pessoas. O contingente é 7,5% superior ao observado no trimestre encerrado em janeiro deste ano, que era de 11,9 milhões de desocupados. Na comparação com o trimestre findo em abril de 2019 (13,2 milhões), o contingente de desocupados ficou estatisticamente estável.
Na comparação com janeiro deste ano, as maiores perdas de postos de trabalho foram observadas na construção (-13,1%), alojamento e alimentação (-12,4%) e serviços domésticos (-11,6%). Apenas administração pública teve criação de postos de trabalho (1,8%).
Na comparação com abril do ano passado, os setores com mais perdas continuaram sendo construção (-10,2%), serviços domésticos (-10,1%) e alojamento e alimentação (-9,3%).
Entre os tipos de ocupação, os setores que mais sentiram a perda de postos de trabalho, na comparação com janeiro, foram os empregados sem carteira: no setor privado (-13,2%) e nos serviços domésticos (-12,6%).
Já na comparação com abril do ano passado, as perdas de postos de trabalho mais expressivas foram no serviço privado sem carteira (-9,7%), trabalhadores domésticos (-10,1%), empregadores sem CNPJ (-13%) e trabalhadores familiares auxiliares (-11,2%).
O número de empregados com carteira de trabalho assinada no setor privado caiu para 32,2 milhões de pessoas, menor nível da série histórica, recuando 4,5% ante o trimestre anterior e 2,8% frente ao mesmo trimestre de 2019.
A taxa de informalidade também atingiu mínimo histórico (da série iniciada em 2016), de 34,6 milhões de trabalhadores, ou 38,8% da população ocupada. No trimestre anterior, a taxa havia sido 40,7% e no trimestre encerrado em abril de 2019, 40,9%.
O rendimento real habitual do trabalhador (R$ 2.425) subiu 2% ante o trimestre anterior e 2,5% relação ao mesmo trimestre de 2019.
A população subutilizada, isto é, aquela que poderia está desempregada ou que poderia trabalhar mais horas do que trabalha, chegou a 28,7 milhões, recorde da série histórica, 8,7% acima do trimestre encerrado em janeiro deste ano mas ficando estatisticamente estável em relação a abril de 2019.
A taxa composta de subutilização ficou em 25,6%, valor recorde para a série, acima dos 23,2% de janeiro e dos 24,9% de abril de 2019.
A população fora da força de trabalho (70,9 milhões de pessoas) apresentou novo recorde na série iniciada em 2012, com altas de 7,9% (mais 5,2 milhões de pessoas) em relação ao trimestre anterior e de 9,2% (mais 6 milhões) na comparação com abril de 2019.
A população desalentada (ou seja, aquelas que desistiram de procurar emprego) chegou a 5 milhões, mais um recorde da série, crescendo 7% em relação ao trimestre anterior e estabilidade estatística em relação a abril de 2019.
Outro recorde foi o percentual de desalentados em relação à população na força de trabalho ou desalentada: 4,7%. A taxa é superior a janeiro (4,2%) e a abril do ano passado (4,4%).

Fonte: Agência Brasil


quarta-feira, 27 de maio de 2020

Mega-Sena: ninguém acerta as seis dezenas e prêmio vai a R$ 38 milhões

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.265 da Mega-Sena, realizado na noite desta quarta-feira, 27 de maio. O prêmio acumulou. Veja as dezenas sorteadas: 14 - 20 - 23 - 39 - 46 - 50.
A quina teve 50 acertadores; cada um levará R$ 51.863,40. A quadra teve 2.926 apostas ganhadoras; cada um ganhará R$ 1.266,07.
O próximo concurso será no sábado (30). O prêmio é estimado em R$ 38 milhões.
As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país ou pela internet, no site da Caixa Econômica Federal – acessível por celular, computador ou outros dispositivos. É necessário fazer um cadastro, ser maior de idade (18 anos ou mais) e preencher o número do cartão de crédito.
A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 4,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.
Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 22.522,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

Fonte: G1


Rumo assina com ANTT renovação da malha ferroviária paulista

A maior operadora ferroviária do Brasil, Rumo, assinou nesta quarta-feira, 27 de maio, contrato para renovação antecipada da concessão da ferrovia Malha Paulista, que liga regiões produtoras de grãos do Centro-Oeste ao Porto de Santos, após quatro anos de negociações.
O contrato da Rumo venceria em 2028 e recebeu uma renovação por mais 30 anos, informou o Ministério de Infraestrutura. A assinatura será publicada na quinta-feira no Diário Oficial da União.
O governo arrecadará 2,9 bilhões de reais com a renovação. Os investimentos que a Rumo terá que fazer nos primeiros cinco anos da assinatura na ferrovia somam 6 bilhões de reais a serem aplicados em obras, trilhos, vagões e locomotivas, devendo atingir a malha local, como as cidades de Garça, Bauru, Marília, entre outras.

Fonte: Reuters



Covid-19: região de Garça é inserida em área de flexibilização limitada

O governo do Estado de São Paulo incluiu a região e Garça na zona 2 de risco de evolução da epidemia de coronavírus com flexibilização limitada e previsão de 20% de capacidade para abertura de empresa no comercio de rua, shopping centers, imobiliárias, concessionárias e escritórios. Nessa classificação Marília não poderá abrir bares e restaurantes, salões de beleza e academias.
A classificação foi feita com base nos dados da Diretoria Regional de saíude, que inclui a condição em 62 cidades da região. Apesar de a região ter menos casos, ficou em classificação pior que Bauru e Prudente, que apontam número maior de pacientes.
A classificação poderá ser revista com prazo de 15 dias e análises semanais dos dados de evolução da epidemia de coronavírus. A flexibilização dos setores autorizados deverá ser feita por decreto dos prefeitos dentro dos limites estabelecidos pelo governo.
O estudo estabelece quatro zonas de flexibilização. A zona 1, com capital e grande São Paulo, estão na zona 1, em que a quarentena será mantida com o mesmo perfil atual.
O programa começa no dia 01 de junho, vai ter cinco etapas e divide o Estado em quatro zonas diferenciadas de flexibilização em que a zona 1 – capital e grande São Paulo – seria a mais crítica com manutenção da quarentena.
Os detalhes do plano são apresentados no início desta tarde, mas os critérios e zonas foram revelados pela manhã em reunião do vice-governador Rodrigo Garcia (DEM), com deputados estaduais.
Os critérios foram divulgados em redes sociais, incluindo manifestações do deputado Vinícius Camarinha (PSB), de Marília. “A sociedade já́ deu sua cota de sacrifício, chegou o momento de com inteligência e cuidado iniciarmos o plano de reabertura das atividades econômicas”, disse o deputado em sua postagem.
Na zona 3, com capacidade hospitalar e casos relativamente controlados, bares, salões de beleza, shoppings e comércio de rua teriam 40% da capacidade liberadas. Academias ficariam fechadas. Concessionárias, imobiliárias e escritórios estariam totalmente liberados.
Na zona 4, com capacidade hospital controlada e casos em queda, bares, restaurantes, shoppings, salões e academias estariam liberados com 60% da capacidade.

Fonte: Giro Marília


Autor de homicídio se apresenta à polícia em Cabrália Paulista

Na manhã de terça-feira, 26 de maio, homem apontado pela polícia como autor de homicídio ocorrido neste fim de semana, em Cabrália Paulista, apresentou-se na delegacia e confessou o crime. Após prestar depoimento, ele foi liberado para responder ao inquérito em liberdade.
O homicídio ocorreu no sábado, 23 de maio, por volta das 18h30, em uma viela entre as ruas Mateus Rigo de Oliveira e Gilvan Alves Gusmão, na região central. De acordo com o registro policial, após discussão por motivos que serão investigados, Gilberto Ferreira de Araújo, de 29 anos, foi esfaqueado três vezes.
Ferido com dois golpes nas costas e um no peito, ele não resistiu e morreu no local. O suspeito, de 34 anos, que fugiu após o crime, apresentou-se ontem na delegacia. Segundo a Polícia Civil, ele alegou que a vítima passou a lhe ameaçar e, após lhe agredir com um pedaço de madeira, tentou atingi-lo com uma faca.
O suspeito diz que conseguiu desarmar Araújo e, na sequência, usou a faca para desferir os golpes nele. Ainda de acordo com a Polícia Civil, por ter se apresentado espontaneamente, confessado o homicídio e ter residência fixa, o homem não teve a prisão temporária solicitada à Justiça e responderá em liberdade.

Fonte: Jornal da Cidade de Bauru


Câmara abre CPI para apurar denúncia de propina envolvendo o prefeito de Ourinho

Os vereadores de Ourinhos aprovaram na sessão desta terça-feira, 26 de maio, uma Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar uma denúncia feita por um empresário da cidade à Polícia Federal de Marília sobre um suposto esquema de oferta de pagamento de propina e tentativa de extorsão envolvendo o prefeito Lucas Pocay (PSD), o pai dele, ex-prefeito e deputado estadual, outros agentes públicos e ex-servidores municipais.
A Polícia Civil de Ourinhos recebeu nesta terça-feira a denúncia protocolada na PF e agora está analisando o caso pra iniciar e encaminhar a investigação.
A denúncia feita pelo empresário Ricardo Xavier Simões, dono de uma incorporadora imobiliária de Ourinhos. Segundo o denunciante, ele tinha uma dívida em impostos municipais e em 2018 e o ex-secretário de Assuntos Jurídicos, o advogado Pedro Vinha Junior e o adjunto da pasta, Lucas Cadamuro tentaram obter vantagem indevida para a quitação dessa débito. Para isso ele teria que ceder cinco lotes em um condomínio de alto padrão em Ourinhos.
Os lotes avaliados na época a R$ 250 mil cada um, seriam para o prefeito Lucas Pocay, para o pai dele, Claury Alves da Silva, para o próprio Pedro Vinha Junior, apontado com articulador do esquema e Osvaldino Araújo Alves, secretário de Planejamento e Finanças.
Em nota, o prefeito Lucas Pocay disse que a denúncia é perseguição política e que o empresário teria relacionamento com o grupo que faz oposição ao prefeito.
Já Claury Alves da Silva, ex-prefeito de Ourinhos, ex-deputado estadual e pai do atual prefeito, informou que desconhece os fatos denunciados e acredita ser perseguição política contra o filho.
Osvaldino Araújo, atual secretário de finanças de Ourinhos, Pedro Vinha Junior, ex-secretário de Assuntos Jurídicos, e Lucas Cadamuro, ex-secretário adjunto de Assuntos Jurídicos, disseram que a denúncia é infundada e mentirosa.
Segundo o denunciante, ele não teria concordado em pagar os terrenos e teria sofrido outras tentativas diferentes de extorsão, entre elas, contratar de forma simulada o escritório de advocacia de Pedro Vinha Junior, por R$ 5 milhões e honorários de uma causa apontada como resolvida para Ricardo Simões, sob a alegação de que conseguiria a assinatura do prefeito Lucas Pocay, que ele disse ter negado mais uma vez.
A segunda proposta foi a compra de cotas da sociedade da incorporadora por R$ 7 milhões, valor abaixo de mercado e depois de negar a oferta, recebeu a terceira proposta de venda das três áreas que motivaram a dívida da empresa com o município, novamente por R$ 7 milhões, quantia apontada também como inferior ao que de fato valeria.
O denunciante disse ainda que a carta com a proposta de compra de uma das cotas da empresa estaria no nome de um dono de uma operadora de internet que atua na cidade, que seria, de acordo com a denúncia, seria um “laranja” no esquema.
Ainda de acordo com a denúncia, se algum desses negócios se concretizassem o dono da incorporadora ficaria livre da dívida da prefeitura, receberia os R$ 7 milhões da oferta e em poucos dias as pendências estariam resolvidas.
O denunciante procurou a Polícia Federal inicialmente porque acreditou que seriam crimes eleitorais. Todos os citados ainda precisam ser ouvidos na investigação que por enquanto está com a Polícia Civil de Ourinhos.
Os envolvidos enviaram notas sobre as acusações, confira na íntegra:
A assessoria de imprensa da prefeitura de Ourinhos informou que “Lucas Pocay não tem vínculo nenhum com Ricardo Simões, que possui longo relacionamento com o grupo político de oposição a ele, tanto que seu sócio ocupou cargo de secretário em gestões passadas. Afirma ainda, que a denúncia possui apenas caráter eleitoreiro e visa atacar a imagem e bom trabalho de Lucas Pocay como prefeito de Ourinhos.”
Claury Alves da Silva, ex-prefeito de Ourinhos, ex-deputado estadual e pai do atual prefeito Lucas Pocay disse que “fui pego de surpresa. Um assunto que desconheço totalmente, que me parece muito uma atitude eleitoreira ou com o simples objetivo de atacar meu filho como prefeito”
Osvaldino Araújo, atual secretário de Finanças de Ourinhos, afirmou que "fui surpreendido com a notícia desta denúncia, que é absurda, infundada e desconexa. Acerca disso, só posso dizer que tenho duas convicções: que todo o referido processo foi feito de forma legal e segundo princípios da administração pública, e que ele vai responder na justiça por essa denunciação caluniosa."
Pedro Vinha Junior, advogado, ex-secretário de Assuntos Jurídicos de Ourinhos, disse "ainda não tive acesso integral ao teor das acusações. No entanto, em relação ao que foi publicado nos veículos de imprensa local, refuto veementemente as afirmações do autor da denúncia, uma vez que não têm qualquer relação com a verdade. Em sentido diametralmente oposto, consigno que no momento oportuno apresentarei todas as provas que afastam a fantasiosa denúncia formulada."
Lucas Cadamuro, ex-secretário adjunto de assuntos jurídicos de Ourinhos, informou que “ainda não tive acesso integral ao teor das acusações, no entanto, em relação ao que foi publicado nos veículos de imprensa local, refuto veementemente as afirmações do autor da denúncia, uma vez que não têm qualquer relação com a verdade."

Fonte: G1


Correios serão opção para fazer cadastro para auxílio emergencial

A partir de junho, as agências dos Correios serão uma opção para quem quer fazer o cadastro para receber o auxílio emergencial do governo, benefício de R$ 600 mensais (R$ 1,2 mil para mães solteiras) pago a trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos e desempregados para amenizar os impactos do isolamento social adotado devido à pandemia do novo coronavírus.
Até sábado, 23 de maio, a Caixa Econômica Federal pagou R$ 60 bilhões de auxílio emergencial, somadas as primeiras e segunda parcelas. No total, 55,1 milhões de pessoas receberam a primeira parcela, enquanto a segunda parcela alcançou 30,4 milhões.
Nota divulgada pelos Correios esclarece que o início da prestação de apoio das agências postais neste cadastramento será em junho, mas ainda não tem data definida.
Conforme a nota, "as agências estão, nesse momento, em processo de adaptação dos sistemas para realização do serviço.” A estatal promete que "a data de início do atendimento, as formas de acesso da população e demais procedimentos serão amplamente divulgados pelos canais oficiais da empresa.”

Fonte: Agência Brasil



terça-feira, 26 de maio de 2020

Agricultura paulista: apoio a trabalhos de toda a cadeia de produção de café

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado desenvolve, há mais de um século, trabalhos relacionados ao café, produto que ocupa o quinto lugar no valor da produção agropecuária de São Paulo. Os projetos com a cultura passam por toda a cadeia, começando nos laboratórios científicos e campos experimentais até chegar à xícara do consumidor.
As comemorações ligadas ao Dia Nacional do Café, celebrado em 24 de maio, representam momentos importantes para conhecer as ações desenvolvidas pela pasta que beneficiam produtores rurais, indústria e consumidores.
O desenvolvimento de novas cultivares de plantas ? mais produtivas, resistentes a doenças e com características que agradam produtor, indústria e consumidor ? é o carro-chefe do trabalho do Instituto Agronômico (IAC), vinculado à Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento.
Um dos destaques é o desenvolvimento de 70 cultivares de café para o setor de produção. As cultivares IAC Mundo Novo, Catuaí Vermelho e Catuaí Amarelo representam 80% do café arábica produzido no Brasil, aproximadamente.
Além das pesquisas com café do tipo arábica, o IAC, em conjunto com unidade regional da APTA e a Coordenadoria de Desenvolvimento Rural Sustentável (CDRS) desenvolvem trabalhos com café do tipo robusta para alavancar a cafeicultura em regiões marginais ao café arábica. O objetivo é desenvolver materiais de alta qualidade em São Paulo, que é o maior consumidor, torrefador e solubilizador desse tipo de café do Brasil.
A sanidade do café é uma das preocupações da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, que desenvolve trabalhos na área com a Coordenadoria de Defesa Agropecuária (CDA) e o Instituto Biológico (IB-APTA).
Nos laboratórios do IB, em Campinas, são realizados projetos de pesquisa, prestação de serviços de análise nematológica, diagnóstico de pragas e doenças e transferência de tecnologia, por meio de treinamentos especializados. As parcerias com a iniciativa privada são constantes, captando recursos e gerando informações essenciais para o manejo de pragas, doenças e nematoides, por meio de agentes biológicos, inimigos naturais e produtos químicos.
Além disso, o Instituto realiza trabalhos de transferência de tecnologia para todo o setor de produção e dá suporte junto a outros órgãos da secretaria, na elaboração de legislação que protege a cadeia de produção com relação às principais ameaças fitossanitárias.
Os trabalhos do IB envolvem a identificação de espécies de nematoides e avaliação da resistência de cafeeiros aos nematoides das galhas e das lesões radiculares, que têm ocorrência frequente nos cafezais paulistas e brasileiros. Essa ação é desenvolvida em conjunto com a Coordenadoria de Defesa Agropecuária, que faz a certificação de viveiros de mudas de café em São Paulo, para evitar que sejam disponibilizadas ao setor de produção mudas contaminadas com nematoides.
O estado possui 74 viveiros certificados pela Defesa Agropecuária. Em 2018, a Secretaria de Agricultura publicou uma resolução relacionada à produção de mudas isentas de plantas invasoras e de nematoides do gênero Meloidogyne spp. e das espécies Pratylenchus jaehni e Pratylenchus coffeae. A legislação, que é referência brasileira, prevê que, a partir de 2022, não sejam mais comercializadas mudas de café com solo no substrato.
Ainda em sanidade do café, o IB desenvolve diagnósticos de doenças do cafeeiro, com destaque para a mancha aureolada, que se tornou relevante nos últimos anos no Brasil. O IB tem ainda atuação relevante no diagnóstico e manejo das espécies de ácaros encontradas em cafeeiros.
O trabalho de extensão rural desenvolvido pela pasta, executado pela CDRS, tem papel fundamental no apoio aos cafeicultores paulistas, principalmente nas pequenas propriedades, e na consolidação de suas organizações, atuando de forma estreita com a pesquisa científica, também apoiada pela secretaria.
“Nesse contexto, a pasta realiza um trabalho de capacitação, difusão de conhecimento, novas tecnologias de produção e Boas Práticas Agropecuárias e de gestão, por meio da realização de Dias de Campo, seminários, palestras, cursos, implementação de Unidades Demonstrativas de Tecnologia, entre outros, levando em consideração as características regionais e as necessidades dos produtores, atuando de forma local, mas pensando de forma global”, ressalta José Luiz Fontes, coordenador da CDRS.
A cafeicultura é um tema que se confunde com a história do estado de São Paulo. A cultura foi um dos pilares do desenvolvimento econômico do território paulista, tanto que as laterais do brasão do estado são adornadas por ramos de café frutificados, simbolizando a importância dessa atividade agrícola.
Por ser uma cultura que migrou por muitas regiões, notadamente na Alta Paulista e Alta Mogiana, impulsionou o desenvolvimento das cidades e a malha ferroviária que desbravou rincões. As pesquisas agronômicas realizadas no âmbito do Instituto Agronômico (IAC), de Campinas, no início de sua fundação, em 1887, foram voltadas para o café. Ações de pesquisa e assistência técnica da Secretaria da Agricultura, fundada em 1892, também. Portanto, o desenvolvimento da cafeicultura teve grande amparo pelas ações e geração de tecnologias governamentais.
Na década de 1960, a situação da cafeicultura paulista era um reflexo da nacional: cafezais velhos e antieconômicos, por sua baixa produtividade. Nessa ocasião, a área cultivada com café em São Paulo era de 1,5 milhão de hectares, com uma população cafeeira em produção de 1,24 bilhão de pés. De acordo com relatos de documento produzido pelo Instituto Brasileiro do Café e pela Secretaria da Agricultura, para mudar esse cenário foi implementado o Programa de Racionalização da Cafeicultura, por meio do qual foram erradicados 244,4 milhões de pés de café, entre 1962 e 1966, incentivando a diversificação de atividades nessa área aberta.
Por volta de 1965, teve início, no município de Garça, um processo de renovação das lavouras, intitulado “Renovar para Salvar”, o qual se estendeu a outras regiões do estado até 1969.
“É preciso dizer que essa renovação foi desenvolvida sem a utilização de crédito, baseada apenas numa estruturada campanha educacional, desenvolvida pelos técnicos das Casas da Lavoura [atuais Casas da Agricultura], os quais conseguiram implementar uma série de inovações como técnicas na condução do viveiro; plantio em nível, facilitando a mecanização; plantio de três mudas individuais na cova e a pleno sol; bem como o plantio em terras velhas, quebrando-se definitivamente o tabu de somente se formar cafezal em solos de recém-derrubada de mata”, explica Roberto Thomaziello, engenheiro agrônomo que trabalhou na seção de café da Divisão de Extensão Rural (Dextru), da CDRS, e depois no IAC.
Carlos Gomes dos Santos Côrtes, engenheiro agrônomo que atuou em Casas da Agricultura no período, confirma essa informação. “Nesse trabalho, prevaleceram as metodologias educacionais, que realmente geraram transformações duradouras”, diz. A partir de 1967, as ações foram sistematizadas, incluindo o combate ao nematoide, praga que passou a causar dano à cultura, após o plantio em terras já cultivadas.
Em 1969, o Governo de São Paulo passou a amparar a renovação com crédito rural, estabelecendo um programa de incentivo à reorganização da cafeicultura no estado. Com base no plano paulista, o governo federal lançou o Programa de Renovação e Revigoramento de Cafezais, o qual, posteriormente, englobou o Plano Estadual. E foi no âmbito desse Programa que, em 1975, ano da grande geada que dizimou uma grande parte do cafezal paulista, foi instalado o Plano de Emergência para Recuperação de Cafezais Geados, o qual foi executado pela extensão rural.
Luis Carlos Pagotto, engenheiro agrônomo aposentado da CDRS Regional Fernandópolis, participou ativamente da ação. “Eu me lembro bem de quando atuava na Casa da Agricultura, em 1976. No ano anterior, havia acontecido a chamada grande geada, na madrugada de 17 de julho de 1975, atingindo grande parte do estado de São Paulo e também a nossa região, tendo se tornado esse o nosso primeiro desafio a ser enfrentado: a recuperação da lavoura cafeeira, pois era dessa cultura que vinha a maior parte da renda dos produtores rurais. A aprovação das linhas de crédito passava pela Casa da Agricultura, onde emitíamos documentos para recepa, decote e aquisição de adubo. Foram anos de trabalho intenso, que culminaram com a recuperação da cafeicultura paulista”, revela.

Redação do Garca.Jor


Adolescente fica em estado grave ao ser eletrocutado em Reginópolis

Um adolescente de 15 anos foi eletrocutado em uma subestação elétrica e ficou em estado grave, na tarde desta segunda, 25 de maio, em Reginópolis. Ele foi socorrido pelo Samu e transferido para um hospital de Bauru.
Segundo informações da Polícia Civil de Pirajuí, o fato ocorreu por volta de 15h20 na subestação da CPFL, que fica na estrada vicinal Prefeito Alaor Augusto Vicenzi. O adolescente teria entrado no local sem autorização. A mãe dele contou aos policiais que o filho saiu de casa logo após o almoço para soltar pipa.

Fonte: Jornal da Cidade de Bauru


Mulher de 79 anos morre após ser atropelada no centro de Bastos

A bastense Helena Kazue Otaka, de 79 anos, faleceu depois de ser atropelada na esquina da Avenida 18 de Junho e Rua Duque de Caxias, área central de Bastos, na tarde desta segunda-feira, dia 25. Ainda segundo informações da Polícia Militar, a vítima foi socorrida para atendimento médico, más não resistiu e veio a óbito.
Por volta das 17h20, a Polícia Militar foi acionada via Copom para atender um acidente de trânsito, onde uma idosa estaria atravessando a via pública e, por motivos a serem investigados, foi atropelada por um veículo Pálio, que era conduzido por um motorista de 22 anos. A vítima já tinha sido socorrida pela ambulância resgate para o Pronto Socorro Municipal.
Os polícias militares foram até a unidade de saúde e foram informados que a idosa passaria por exames e permaneceria em observação. Logo após, a equipe do Pronto Socorro entrou em contato com os PMs e informou que a vítima não resistiu e veio a óbito.
O corpo da bastense está sendo velado no Velório da Funerária Bom Jesus e será sepultado, às 13 horas desta terça feira, dia 26, no Cemitério Municipal de Bastos.
A Polícia Militar informou que durante o registrou do boletim de ocorrência constatou que o condutor de 22 anos não era habilitado. Uma informação fornecida pelo jovem e que será apurada é de que "o sol alto" lhe atrapalhou a visão impedindo que visse que a idosa atravessando a avenida.

Fonte: Bastos Já


Homem é preso após dar socos, chutes e tentar enforcar mulher em Marília

O servente Edson dos Santos, de 33 anos, foi preso por lesão corporal, ameaça e violência doméstica no bairro Antonio Carlos Nascimento da Silva, em Marília, na noite desta segunda-feira, 25 de maio.
Por volta de 19h20, a Polícia Militar foi acionada pela vítima, uma vendedora de 30 anos, que informou ter sido agredida pelo seu companheiro.
A vendedora contou aos policiais que Edson lhe deu socos, chutes e tentou enforcá-la com as mãos. O servente ainda a teria ameaçado de morte.
O agressor não estava na casa e os policiais conduziram a vítima até a Central de Polícia Judiciária (CPJ). Enquanto os militares se deslocavam com a vendedora, outra equipe informou que abordou um veículo e ao consultar o sistema o motorista tinha um antecedente criminal, se tratando do autor das agressões.
Edson foi levado até a CPJ, onde permaneceu à disposição da Justiça.

Fonte: Marília Notícia


Senado aprova proibição de corte de luz em véspera de fins de semana

O Senado aprovou, na segunda-feira, 25 de maio, um projeto de lei (PL) que proíbe o corte de luz por falta de pagamento em vésperas do fim de semana. De autoria do senador Weverton Rocha (PDT- MA), o projeto foi aprovado no Senado em dezembro passado. Em seguida, foi aprovado na Câmara dos Deputados, onde sofreu alterações, voltou ao Senado e agora foi aprovado em definitivo. O projeto vai agora a sanção presidencial.
A relatora do projeto, Kátia Abreu (Progressistas -TO), comentou a postura das companhias de energia, que não religam a luz nos fins de semana, mesmo quando a dívida é paga. “Parece que é maldade: corta na sexta, e a família só vai ter a luz de novo na segunda-feira, mesmo que ela tenha o dinheiro para religar a luz.”
O projeto também obriga a companhia fornecedora de energia a notificar o cidadão antes de realizar o corte por falta de pagamento. “Se a empresa de energia cortar a luz sem notificação, ela terá que pagar até o dobro do valor daquela conta”, disse Kátia.
A aprovação do projeto foi fruto de um acordo entre a liderança do governo, representada pelo senador Fernando Bezerra (MDB - PE), e a relatora. O acordo diz respeito à taxa de religação. O projeto original visava à vedação da taxa. Segundo Kátia Abreu, os valores vão de R$ 7 a até R$ 104. Já a taxa de religação urgente pode chegar a até R$ 261. Os estados onde a taxa é mais alta são Minas Gerais e Amapá.
A relatora criticou a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) por não interferir na cobrança de taxas tão altas para religar a energia. “O cidadão já tem a vergonha de cortar a energia por falta de dinheiro. Agora, pagar um preço de religação urgente de R$ 190 a R$ 261? Eu não sei o que a Aneel está fazendo. Agência serve para isso, para regular preço, tarifas.”
Bezerra propôs que a Aneel faça a regulação dos valores. Uma audiência pública com representantes da agência reguladora faz parte do acordo. A partir daí, os senadores aguardariam um prazo para verificar as providências. Com o acordo, o projeto foi aprovado de forma unânime.
“Não podemos mais aceitar preços tão variados para essa taxa de religação. A variação de preço está muito fora de parâmetro. Vamos chamar uma audiência pública com a Aneel, propor que ela, pela autorregulação, dê um basta às tarifas abusivas”, disse o líder do governo.
Bezerra acrescentou que, se a Aneel não tomar providências em um prazo considerado adequado, o governo apoiará um novo projeto de lei estabelecendo limites para essas tarifas.

Fonte: Agência Brasil


segunda-feira, 25 de maio de 2020

Acig solicita a imobiliárias da cidade redução dos aluguéis de prédios comerciais

Sem faturar e com atendimento restrito em razão do isolamento social imposto pelo enfrentamento ao novo coronavírus, os comerciantes de Garça, a exemplo dos demais em todo o país, amargam prejuízos com o avanço da pandemia da covid-19. O que fazer para não entregar literalmente os pontos neste período de baixíssimo fluxo de clientes? Na busca de alternativas para superar a crise, os lojistas da cidade têm tentado negociar com as imobiliárias e donos de imóveis os valores dos aluguéis que estão vencendo neste período da quarentena.
Nesta semana, a Acig (Associação Comercial e Industrial de Garça) tomou uma ação concreta em defesa da classe. Foi elaborado e encaminhado um ofício às imobiliárias da cidade, que são intermediárias na relação locador e locatário.
No documento, a diretoria solicita comprometimento no sentido de sensibilizar os proprietários de imóveis comerciais da necessidade de promover um desconto de 50% nos valores de aluguéis nos próximos meses de junho, julho e agosto, considerados os mais críticos, especialmente no tocante ao impacto econômico provocado pelo fechamento das lojas.
"Considerando o atual momento do Brasil, com o enfrentamento da covid-19, no qual o comércio vem sofrendo sua maior crise de vendas das últimas décadas, e, ainda acreditando que a recuperação da economia se inicia nos próximos meses após a pandemia, a diretoria da Acig decidiu tomar essa iniciativa", explicou João Francisco Galhardo, presidente da entidade. Ele revela que houve bastante procura de lojistas e associados para que a instituição intercedesse nas negociações.
"Avaliamos que esse desconto nos aluguéis dos imóveis comerciais é primordial para dar fôlego aos lojistas locais. Nossa preocupação é com a sustentação das empresas e da manutenção de um grande número de postos de trabalho que podem ser extintos caso alguma atitude não seja tomada", sustentou o presidente.
Como empresário atuante no comércio, João Francisco Galhardo conhece de forma efetiva a realidade vivida neste momento e a apreensão que pesa sobre o setor. "Precisamos dessa ajuda que valorizará a economia local e consequentemente as famílias, favorecendo o bem-estar dos cidadãos e a prosperidade da cidade de Garça", complementou Galhardo, que avaliou que os locatários tendem a ser sensíveis a reivindicação.
"Estamos buscando o caminho do diálogo e sensibilização nesta hora. A intenção não é dar prejuízo ao dono do imóvel, mas, sim, manter a inadimplência controlada, garantir a vigência dos contratos, o que só será possível se as lojas continuarem abertas. Acreditamos que juntos podemos superar todos os desafios e dificuldades deste período”, finalizou o presidente.

Fonte: Jornal Debate


Técnico Oswaldo "Vadão" Alvarez morre aos 63 anos de idade

Oswaldo Fumeiro Alvarez, o Vadão, faleceu nesta segunda-feira, 25 de maio, em São Paulo, aos 63 anos. Ele lutava contra complicações de um câncer de fígado, que atingiu outros órgãos. O corpo será enterrado em Monte Azul Paulista, cidade natal. O ex-treinador teve passagens por Corinthians, São Paulo e seleção brasileira feminina.
Vadão foi diagnosticado com a doença em dezembro do ano passado e, desde então, vinha realizando tratamento e estava internado no hospital Albert Einstein, em São Paulo. O quadro do ex-treinador era considerado grave após a quimioterapia e radioterapia. Ele deixa a esposa Ana Alvarez e dois filhos, Adriano e Carolina Alvarez.
Nas redes sociais, atletas que trabalharam com Vadão publicaram mensagens emocionadas. Marta e Cristiane enviaram relatos de agradecimento ao ex-treinador.
"Vá em paz professor,Sua missão nessa terra você cumpriu e com muito êxito.Desconheço qualquer ser humano igual, voce soube viver a vida de maneira digna e honestamente, orgulho demais de ter vivido momentos maravilhosos ao seu lado e ter tido a oportunidade de aprender muito. Obrigada por tudo e descanse em paz", escreveu a camisa 10 da seleção brasileira.
Vadão despontou para o cenário nacional como treinador do Mogi Mirim, em 1992, liderando a equipe que foi batizada de Carrossel Caipira. O apelido foi dado em referência ao estilo de jogo ofensivo, remetendo à Holanda de 1974, o Carrossel Holandês.
Não só pela origem no Mogi Mirim, Vadão teve carreira marcante em clubes do interior paulista, especialmente a dupla de Campinas - Guarani e Ponte Preta. Pelo Bugre, foi vice-campeão da Série B de 2009. Na Macaca, teve quatro passagens e é considerado ídolo.
Com Vadão, o São Paulo foi campeão do Torneio Rio-São Paulo de 2001, na final contra o Botafogo, que marcou o surgimento de Kaká.
Vadão teve duas passagens pela seleção feminina. Na primeira, entre 2014 e 2016, alcançou o quarto lugar nos Jogos Olímpicos Rio-2016.
Na segunda, mais conturbada pela rotina de derrotas - chegou a acumular 10 derrotas em 11 jogos. Ele fora reconduzido ao cargo para substituir Emily Lima, mas não conseguiu fazer a equipe jogar bem. No Mundial feminino de 2019, o Brasil foi eliminado pela França nas oitavas de final. Vadão foi demitido da seleção para dar lugar a Pia Sundhage.
A CBF se pronunciou em nota: "A CBF e a família do futebol lamentam o falecimento do técnico Oswaldo Alvarez. Profissional leal, nunca mediu esforços no exercício da função e trouxe resultados fundamentais para a seleção feminina. O futebol brasileiro agradece sua contribuição".

Fonte: Jornal O Globo


Servidor da Prefeitura de Marília é suspenso por filmar banheiro feminino

A Corregedoria Geral da Prefeitura de Marília suspendeu por 90 dias o auxiliar de serviços gerais Cristiano Ribeiro dos Santos, com punição após processo administrativo disciplinar, em que ele foi acusado de filmar o banheiro feminino do setor em que trabalhava.
A decisão da corregedora Valquíria Galo Febrônio Alves foi publicada no Diário Oficial do município neste sábado, 23 de maio, e Cristiano só não foi expulso do serviço público porque confessou as práticas denunciadas e colaborou com a apuração interna.
Consta que um boletim de ocorrência por importunação ofensiva ao pudor chegou a ser registrado na Polícia Civil.
No entanto, não existem detalhes sobre eventuais desdobramentos na esfera criminal – apenas que o acusado foi chamado até o Fórum para prestar depoimento e também teria confessado suas atitudes.
Tudo aconteceu em 2016, quando Cristiano trabalhava na antiga cozinha piloto – desativada no atual governo, após o escândalo das carnes estragadas.
Ao menos duas trabalhadoras do mesmo setor denunciaram a tentativa de filmagem enquanto elas utilizavam o banheiro feminino. No entanto, antes disso já estavam correndo boatos sobre câmeras no local.
A informação é de que existia um vão entre uma cabine que ficava próxima ao banheiro dos homens. As vítimas disseram que se depararam com um braço segurando um celular pela fenda.
Cristiano foi descoberto quando algumas mulheres resolveram esperar para ver quem sairia do banheiro masculino.
Durante o processo interno da Prefeitura, inicialmente houve total negativa, mas ele finalmente confessou que havia tentado fazer imagens do banheiro feminino e pediu perdão para as mulheres.
Cristiano se disse arrependido e declarou que tentou apenas fotografar a conversa entre servidoras que estavam no local.
Ele disse ainda que agiu sem pensar nas consequências de seus atos e que não conseguiu fazer nenhuma imagem, nem jamais compartilhou qualquer conteúdo envolvendo o caso.

Fonte: Marília Notícia


Polícia recupera 79 cabeças de gado roubadas de fazenda em Promissão

A Polícia Civil recuperou 79 cabeças de gado, avaliadas em aproximadamente R$ 250 mil, no fim de semana em uma propriedade rural de Herculândia.
Segundo informações da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Tupã, os animais foram roubados de uma fazenda de Promissão na sexta-feira, 22 de maio.
No local onde os animais estavam, em Herculândia, foram encontrados três responsáveis pelo transporte do gado. Um morador de Promissão foi identificado como envolvido na negociação dos animais.
Ainda segundo a polícia, o gado recuperado foi devolvido ao dono. Já os suspeitos do crime foram ouvidos na delegacia de Tupã e liberados, permanecendo à disposição da Justiça. As investigações devem seguir pela delegacia de Promissão.

Font: G1


Ubirajara e Areiópolis registram as primeiras mortes por covid-19

A Prefeitura de Ubirajara registrou o primeiro caso de morte de pessoa infectada pelo novo coronavírus (covid-19). Em Areiópolis, a prefeitura também confirmou neste domingo (24) o primeiro óbito em decorrência da doença. A região contabiliza 59 mortes por Covid.
De acordo com a Secretaria Municipal da Saúde de Ubirajara, a vítima é uma mulher de 75 anos, com comorbidades (sequelas de AVC e doença pulmonar), que estava internada no Hospital Universitário da Unimar, em Marília, e morreu no último dia 16.
"A vítima não passou pela rede pública de saúde do município, uma vez que tinha plano de saúde particular", informou a pasta da Saúde em nota. "No último dia 7, ela realizou o teste rápido com resultado negativo para Covid-19. Depois, seu quadro de saúde se agravou, sendo internada no Hospital em Marília onde, posteriormente, veio à óbito".
Segundo a secretária da Saúde, Juliana Paula Nardello, somente nesta sexta feira (22) foi diagnosticada a morte pela Covid-19. "Infelizmente, o ocorrido foi o primeiro óbito aqui. Uma mulher moradora de Ubirajara internada num hospital privado. Fomos informados oficialmente ontem (anteontem) que a causa da morte foi pela Covid-19", disse a secretária.
Neste domingo, barreiras sanitárias com equipes da saúde foram instaladas na entrada de Ubirajara para orientar as pessoas que chegam ao município sobre as regras de isolamento social e medidas de higiene para tentar evitar o avanço do novo coronavírus.
A Prefeitura de Areiópolis não divulgou detalhes sobre o paciente que morreu. Além de Ubirajara e Areiópolis, Bauru também registrou neste domingo uma morte pelo novo coronavírus.
A região soma 59 óbitos pela doença, em Bauru (13), Botucatu (7), Lins (6), Jaú (5), Lençóis Paulista (5), Pederneiras (2), Ibitinga (2), Dois Córregos (2), São Manuel (1), Brotas (1), Marília (1), Mineiros do Tietê (1), Uru (1), Barra Bonita (1), Agudos (1), Piratininga (1), Pirajuí (1), Macatuba (1), Itatinga (1), Bariri (1), Igaraçu do Tietê (1), Itapuí (1), Bofete (1), Ubirajara (1) e Areiópolis (1).
Os municípios da região com mais casos positivos da doença são Bauru (252), Botucatu (211), Jaú (163), Lençóis (146), Santa Cruz (59), Marília (46), Lins (33), São Manuel (32), Piratininga (30), Barra Bonita (27), Agudos (26), Pederneiras (23), Igaraçu do Tietê (19), Macatuba (17), Ibitinga (13), Ubirajara (12), Mineiros do Tietê (12), Bariri (11), Torrinha (10), Garça (10), Bocaina (9) e Pirajuí (8).

Fonte: Jornal da Cidade de Bauru


Inscrições para o Enem seguem abertas até quarta-feira

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 estão abertas até a próxima quarta-feira, 27 de maio, e devem ser feitas por meio da internet. O prazo começou no dia 11 e terminaria no dia 22, mas foi estendido por mais cinco dias.
Neste ano, será obrigatória a inclusão de uma foto atual do participante no sistema de inscrição, que deverá ser utilizada para procedimento de identificação no momento da prova. De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), as fotos poderão ser alteradas ou inseridas após o período de inscrições, na Página do Participante.
A foto deve ser atual, nítida, individual, colorida e com fundo branco. Não serão aceitas imagens de pessoas com óculos escuros ou artigos de chapelaria (boné, chapéu, viseira, gorro ou similares). Ela deve mostrar o rosto inteiro do participante com uma boa iluminação e foco, nos formatos de arquivo JPEG e PNG, com tamanho máximo de 2 MB. Imagens em PDF não serão permitidas.
As datas do Enem serão definidas após enquete que será feita com os participantes inscritos, no final de junho, na Página do Participante. As provas estavam previstas para novembro deste ano, mas em razão dos impactos ocasionados na sociedade pela pandemia de covid-19, o Ministério da Educação decidiu pelo adiamento por 30 a 60 dias.
No Enem 2020, serão aplicadas duas modalidades de provas, a impressa e a digital. Todas as 101.100 vagas para a prova digital já foram preenchidas.
A estrutura dos dois exames será a mesma. Serão aplicadas quatro provas objetivas, constituídas por 45 questões cada, e uma redação em língua portuguesa. A redação será manuscrita, em papel, nas duas modalidades. Durante o processo de inscrição, o participante deverá selecionar uma opção de língua estrangeira - inglês ou espanhol.
O valor da taxa de inscrição do Enem é de R$ 85 e deverá ser pago até 28 de maio. Quem tem direito à gratuidade da taxa de inscrição, por se enquadrar nos perfis previstos nos editais do Enem, terá a isenção automática, a partir da análise dos dados declarados no sistema.
A regra se aplica, inclusive, aos isentos em 2019 que faltaram aos dois dias de prova e não tenham justificado ausência. De acordo com o Inep, a medida beneficia quem teve dificuldades em realizar a solicitação de isenção devido às restrições impostas pelo isolamento social em razão da pandemia de covid-19.

Fonte: Agência Brasil


sexta-feira, 22 de maio de 2020

Inscrições para sorteio de casas do Conjunto Habitacional "João Serapião" têm início no dia 01 de junho

As inscrições para os interessados em contar com uma casa no Conjunto Habitacional "João Serapião", que está sendo construído nas proximidades do Jardim dos Eucaliptos, já têm data para serem realizadas. A CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo) indicou que tais inscrições deverão ser processadas de 01 de junho até às 16h30 do dia 10 de junho, por meio eletrônico.
Para realizar a inscrição, o interessado deverá acessar o site www.cdhu.sp.gov.br e na página inicial clicar no banner "Faça agora sua inscrição" e, posteriormente, selecionar o empreendimento "Garça-M". É necessário clicar em "Prefiro me inscrever pelo site" e depois em "Inscrição". Um código de SMS é enviado ao telefone cadastrado e, com tal número, será possível efetuar o cadastramento completo.
Também é possível realizar o processo pelo celular, com o app Kaizala (disponível gratuitamente nas lojas App Store e Play Store), no qual o interessado deverá acessar o grupo da CDHU e indicar "Garça-M", sendo que vários dados pessoais deverão ser preenchidos para a conclusão da inscrição.
Os interessados em concorrer a um dos imóveis deverão residir ou trabalhar em Garça. Será válida somente uma inscrição por família. Aqueles que participaram de outros sorteios da CDHU no município e não foram contemplados, agora, podem fazer nova inscrição. Um sorteio público, em data ainda a ser definida, selecionará as famílias que terão direito aos imóveis. O Conjunto Habitacional "João Serapião" irá contar com um total de 128 casas.

Fonte: Jornal Debate


Hemocentro regional precisa com urgência de doadores de sangue

O Hemocentro de Marília, um dos departamentos do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Marília, precisa urgente da colaboração da população na doação de sangue. Esse Hemocentro atende várias cidades da região, incluindo Garça.
O estoque mantido na instituição é referência para 102 municípios com 2 milhões de habitantes. Sua falta pode prejudicar pacientes que necessitam de procedimentos e intervenções médicas ou com doenças crônicas graves, além de ser vital para tratar feridos em situações de emergência.
Uma única doação pode salvar até quatro vidas. Como o sangue é insubstituível e sem ele é impossível viver, o Ministério da Saúde, a Secretaria Estadual de Saúde e o HCFAMEMA reforçam periodicamente a importância da adoção de uma cultura solidária da doação regular e espontânea de sangue pela população.
Nesta semana, entretanto, a baixa adesão de doadores – menos do que 50% do registrado em igual período do ano passado – pode provocar um colapso na assistência, pois cinco dos oito tipos sanguíneos estão abaixo do estoque ideal e os outros três no limite ou pouco acima do ideal.
O chamado estoque ideal é uma previsão de necessidade mínima baseada na média histórica da demanda por sangue.
É possível doar sangue de forma espontânea, bastando comparecer ao Hemocentro das 7h30 às 14h, à rua Lourival Freire, 240, bairro Fragata, em Marília, ou de forma agendada, ligando para definir dia e horário pelo telefone 3402 1851.
Pode doar quem tem entre 16 e 69 anos e com boas condições de saúde e peso maior do que 50 kg. Na hora da doação deve estar descansado e alimentado e estar com documento de identificação com foto. Existem alguns impeditivos temporários (como uma gripe ou gravidez, por exemplo) e permanentes (como Hepatite após os 11 anos de idade). O candidato passa por uma triagem de avaliação antes da doação. Em caso de dúvidas sobre as condições do doador ligue para 3402-1851. O doador precisa comparecer com máscara.

Fonte: Marília Notícia


Bispo prorroga suspensão de missas na Diocese de Marília

O bispo diocesano de Marília, Dom Luiz Antonio Cipolini, divulgou nesta sexta-feira decreto em que prorroga suspensão de missas abertas com presença de público em todas as paróquias de Marília e região e apresentou medidas financeiras em função da crise do coronavírus.
O decreto esclarece que as missas sob responsabilidade da Diocese vão acompanhar decretos estaduais de quarentena. A medida foi tomada após divulgação de informações sobre flexibilização em algumas paróquias e dioceses do país.
Dom Luiz informa ainda que as paróquias enfrentam dificuldades financeiras com queda de repasses de recursos e determinou suspensão de taxas e parcelas de empréstimos que as diferentes igrejas deveriam pagar em junho.
Também determinou a redução das côngruas, verbas recebidas pelos padres para seu sustento pessoal, que serão de dois salários mínimos em junho. Párocos que demonstrem necessidades pessoais, como ajuda para pais idosos, devem receber três salários mínimos.
O documento cita ainda uma frase do papa Francisco para incentivar cristãos a aproveitar o momento para ajudar necessitados e procurar pessoas mais solitárias por telefone ou redes sociais. O papa pediu ainda orações por todos que enfrentam dificuldades com a epidemia em todo o mundo.

Fonte: Giro Marília


Cinco pessoas ficam feridas após engavetamento na rodovia entre Assis e Tarumã

Um engavetamento envolvendo três carros deixou cinco pessoas gravemente feridas na Rodovia Miguel Jubran, entre Assis e Tarumã, na noite de quinta-feira, 21 de maio.
Segundo informações da Polícia Rodoviária, o acidente aconteceu na altura do quilômetro 418 da rodovia. Os cinco feridos foram levados para hospitais da região com ferimentos graves.
Ainda de acordo com a polícia rodoviária, não houve necessidade de interdição da pista.

Fonte: G1


Região de Garça tem alerta da Defesa Civil para as baixas temperaturas

A Defesa Civil do Estado de São Paulo publicou alerta de baixas temperaturas para este final de semana e incluiu a região de Garça entre as localidades onde o frio vai predominar.
Entre sábado, 23 de maio, e segunda-feira, 25 de maio, a nebulosidade (que começa nesta sexta) e as chuvas isoladas pelo Estado aumentam a umidade. Com isso, a sensação térmica despenca e pode ficar entre 0º e 7º em várias regiões.
O frio será sentido de forma mais intensa nas regiões de Garça/Marília, Serra da Mantiqueira, Bauru, Sorocaba, Araraquara, Prudente, Barretos, Rio Preto, Itapeva, Região Metropolitana de São Paulo e Campinas.
A previsão aponta que as regiões de Ribeirão Preto, São José dos Campos, Franca, Araçatuba, Santos e Registro devem experimentar sensação térmica acima de 7º.
Os radares do Instituto de Pesquisas Meteorológicas (IPMet) da Unesp, em Bauru, indicam que uma nova frente fria se aproxima. Para esta sexta-feira (22), a tendência é de aumento gradativo da nebulosidade, com chuvas e trovoadas isoladas nos próximos dias.
As temperaturas, em Marília, devem variar entre 12º e 21º no sábado e 8º e 19º no domingo, seguindo baixa ao longo da semana (mínimas de 6º) porém, com o predomínio do sol.

Redação do Garca.Jor


Tentativa de criação de partido político de Bolsonaro naufraga

Seis meses depois de ser lançado por Jair Bolsonaro, o partido Aliança pelo Brasil só conseguiu validar 2,4% das assinaturas necessárias para ser criado.
O Tribunal Superior Eleitoral já validou 12 mil assinaturas. Para criar uma sigla, são necessários 492 mil apoiamentos.
O Aliança não poderá participar das eleições municipais deste ano, como desejavam os Bolsonaros. O prazo terminou no início de abril.
Na metade dos Estados, a legenda não conseguiu validar nem uma assinatura sequer.
Os mais populosos dessa lista sem apoio à sigla são Pernambuco, Ceará, Pará, Goiás e Espírito Santo.

Fonte: Época


Jogos de Tóquio: dirigente do COI cita Brasil ao cogitar cancelamento

Um dia após o presidente Thomas Bach, presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI) admitir a possibilidade de cancelamento definitivo dos Jogos Olímpicos de Tóquio (Japão) se não houver controle da pandemia do novo coronavírus (covid-19), hoje, 22 de maio, foi a vez do vice-presidente da entidade, John Cotes, afirmar que o evento pode deixar de ocorrer, mesmo com a descoberta de uma vacina contra a doença. Em decorrência da pandemia, a Olimpíada foi adiada para julho do ano que vem (de 23 de julho a 8 de agosto).
A declaração do dirigente que também preside o Comitê Olímpico Australiano (AOC, sigla em inglês), foi feita durante debate promovido pelo jornal australiano News Corp. O dirigente mencionou a situação do Brasil para justificar sua opinião.
"O primeiro-ministro [japonês Shinzo] Abe diz que os jogos só podem acontecer em 2021. Não podemos adiar novamente e temos que assumir que não haverá vacina ou, se houver, ela não acontecerá. ser suficiente para compartilhar em todo o mundo. Temos problemas reais porque temos atletas que vêm de 206 países diferentes. Ontem, houve 10.000 novos casos no Brasil. Pouquíssimos países estão tão avançados para lidar com isso [covid-19] quanto a Austrália”.
Até ontem, 21 de maio, o Brasil registrava mais de 310 mil casos confirmados de covid-19 e mais de 20 mil mortes.  Em todo o mundo, foram registrados mais de cinco milhões de infectados e aproximadamente 334 mil óbitos.
Coates considera o mês de outubro decisivo para os organizadores terem uma ideia de como vão planejar a Olimpíada. “Em outubro deste ano, se houver sinais de que ele [o novo coronavírus] está sendo contido, mas não erradicado, então estaremos começando a trabalhar, e estamos nos preparando para isso agora, para os diferentes cenários nos quais o esporte pode ocorrer".
O dirigente também elencou algumas dúvidas que só poderão ser sanadas nos próximos meses. "Colocamos em quarentena a Vila Olímpica? Todos os atletas quando chegam lá entram em quarentena? Restringimos a presença de espectadores nos locais? Separamos os atletas da zona mista onde a mídia está?. Pode ser uma Olimpíada muito diferente das que estamos acostumados", concluiu.

Fonte: Agência Brasil


Pandemia interrompe tradição dos tapetes coloridos no Corpus Christi

Em razão da pandemia da covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, neste ano, as celebrações do Corpus Christi - festa religiosa católica que celebra mistério do sacramento da eucaristia - serão um pouco diferentes na região. A tradicional confecção dos tapetes coloridos nas ruas centrais de alguns municípios terá de ser interrompida por conta das regras de distanciamento social e da proibição das aglomerações. Contudo, as paróquias irão manter as procissões com o Santíssimo e transmitir as missas pela Internet.
Em São Manuel, a reunião que decidiu pelo cancelamento dos enfeites de rua foi realizada na semana passada e contou com a presença do prefeito Ricardo Salaro Neto e dos padres Laudo Corrêa, Carlos Ferreira dos Santos e Max da Silva Otaviano, representantes das Paróquias São Manuel e Nossa Senhora da Consolata e do Santuário Nossa Senhora Aparecida.
Mesmo sem a decoração, o evento religioso será celebrado no dia 11 de junho com a realização de uma carreata, com saída às 9h, que irá percorrer ruas onde, tradicionalmente, ocorreria a procissão com tapetes e passadeiras. O trajeto, que se estenderá para outras ruas, contará com presença do Santíssimo e os fiéis poderão permanecer em frente às suas casas para receberem a bênção.
Em Ibitinga, Capital Nacional dos Bordados e Enxovais, onde todos os anos ruas são enfeitadas com mantas, colchas, edredons, travesseiros e outros itens da indústria têxtil, neste feriado, esse costume também terá de ser interrompido. Segundo a prefeitura, a celebração religiosa ocorrerá em forma de carreata pela cidade e os detalhes serão divulgados em breve.
Em Vera Cruz, após 82 anos de tradição dos tapetes coloridos, a confecção e montagem dos enfeites de rua também foi suspensa devido à pandemia da Covid-19. De acordo com o Santuário Sagrado Coração de Jesus, a celebração do Corpus Christi contará com missa transmitida pela Pascom (Pastoral da Comunicação do Santuário) pelas suas redes sociais.
A presença na missa, como já vem acontecendo semanalmente, será restrita às pessoas envolvidas com a celebração. Na sequência, haverá uma carreata, com a bênção do Santíssimo, que percorrerá um trajeto previamente definido pela Paróquia. Assim como em São Manuel, os fiéis poderão montar um pequeno altar em frente às suas residências para acompanhar a passagem do Santíssimo.

Fonte: Jornal da Cidade de Bauru


Todo Estado de São Paulo vai ter feriado na próxima segunda-feira

A Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) aprovou na madrugada de hoje, 22 de maio, o projeto de lei que antecipa para a próxima segunda-feira, 25 de maio, o feriado estadual  da Revolução Constitucionalista de 1932, celebrado em 09 de julho. A mudança foi proposta pelo governado do Estado em uma tentativa de ampliar o isolamento social em São Paulo.
Na capital paulista, já foram antecipados os feriados de Corpus Christi e da Consciência Negra para ontem (20/5) e anteontem (21/5). Hoje, a Prefeitura de São Paulo declarou ponto facultativo, para criar um megaferiado com a emenda com o fim de semana e também com a segunda-feira, conforme aprovado pela Alesp.
No Grande ABC, os prefeitos dos sete municípios que compõe a região entraram em acordo para enviar às Câmaras Municipais a antecipação dos feriados municipais para hoje, estabelecendo, assim, quatro dias de feriado, juntando com a data estadual.
Na cidade de São Paulo, o primeiro dia de feriado registrou 51% de adesão ao isolamento social, segundo o sistema utilizado pelo governo federal que monitora os deslocamentos da população a partir dos telefones celulares. No restante do estado, o índice havia ficou em 49% .

Fonte: Correio Brasiliense


Hospital das Clínicas de Bauru passa a atender pacientes com covid-19

O governado de São Paulo anunciou a abertura do Hospital das Clínicas da USP de Bauru para atendimentos de pacientes com covid-19. A unidade começa a funcionar na próxima terça-feira, 26 de maio.
Serão abertos 40 novos leitos de enfermaria em parceria com a organização social de saúde Famesp (Fundação para o Desenvolvimento Médico e Hospitalar) para atendimento a pacientes da região.
“Estamos empenhados na ampliação da oferta de leitos, em especial de UTI, para o combate ao coronavírus. A boa notícia é que o Ministro interino [General Eduardo Pazuello] nos assegurou a homologação de leitos e o envio imediato de respiradores que serão destinados, prioritariamente, às regiões com maior necessidade em desafogar leitos de UTI”, disse o governador João Doria (PSDB).
O serviço será implantado em dois pavimentos do novo prédio de 11 andares do hospital conhecido como “Centrinho de Bauru”. Haverá investimento de R$ 3 milhões para a implantação dos leitos, com um custeio mensal de R$ 1,2 milhão. A unidade contará com 120 profissionais de saúde, entre médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem.
“Este é um reforço importante para assistência aos pacientes suspeitos e confirmados de coronavírus da região. É uma grande conquista que se junta aos demais hospitais estaduais de referência da região no enfrentamento da pandemia”, afirmou o Secretário de Estado da Saúde, José Henrique Germann.
Após a pandemia, o prédio abrigará um serviço de referência hospitalar e ambulatorial para a população dos 68 municípios da região de Bauru e servirá de hospital escola para o curso de Medicina da USP de Bauru, como acontece nos Hospitais das Clínicas de São Paulo e Ribeirão Preto.
“Estamos fortalecendo o sistema de saúde para Bauru e os 68 municípios de toda a região, pois houve um crescimento de 210% no número de casos e alta taxa de ocupação hospitalar em toda região”, destacou o Secretário de Desenvolvimento Regional Marco Vinholi.

Redação do Garca.Jor


quinta-feira, 21 de maio de 2020

Garcense é preso depois de assalto a idosa em Álvaro de Carvalho

As polícias Civil e Militar de toda região estão fazendo buscas desde a madrugada para tentar localizar o segundo envolvido em um assalto ocorrido ontem à noite em Álvaro de Carvalho, tendo como vítima uma idosa de 69 anos. Na fuga, houve perseguição e troca de tiros. Um dos criminosos acabou ferido no acidente e preso pela PM. O assalto começou por volta das 23 horas de ontem. Os dois criminosos estavam encapuzados e armados com um revólver. Eles renderam a idosa que teve as mãos amarradas e foi amordaçada com uma meia.
Os criminosos levaram celular, joias, cerca de R$ 400,00 e fugiram no veículo da vítima, um Ford KA. A Polícia Militar foi avisada do roubo e uma guarnição que estava em Garça se posicionou na saída do município, pois havia grande chance de que a fuga seria por aquela rodovia.
Em poucos minutos, os policiais cruzaram com o carro, iniciando uma perseguição. Os assaltantes seguiram em direção a Vera Cruz, mas no trevo de acesso o condutor perdeu o controle do veículo, batendo contra o canteiro
central e sofrendo ferimentos. Já o passageiro reagiu, sacando o revólver e atirando em direção aos policiais
que revidaram. Mesmo com a troca de tiros, ele conseguiu fugir. Há informações de que seria de Marília. O assaltante ferido, de iniciais G.A.R.S., de 20 anos (morador no bairro Labienópolis, em Garça) foi socorrido e está em observação no Hospital das Clínicas de Marília. Na casa dele, os policiais apreenderam um simulacro de explosivo e no momento da sua prisão estava com quatro pinos de cocaína. Todos os objetos roubados foram recuperados.

Fonte: Visão Noticias


Menos da metade dos contribuintes entregou declaração do Imposto de Renda

Em quase três meses de entrega da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física ( IRPF ) 2020, menos da metade dos contribuintes acertou as contas com o Leão. Até as 11h desta quarta-feira (20), 14.786.867 de pessoas haviam enviado o documento à Receita Federal .
O total enviado equivale a 46,2% dos 32 milhões de declarações esperadas para este ano. O prazo de entrega começou em 2 de março e vai até as 23h59min59s de 30 de junho. Inicialmente, o prazo acabaria no fim de abril, mas a data foi prorrogada por dois meses por causa da pandemia do novo coronavírus
A Receita Federal derrubou a exigência do número do recibo da declaração anterior e adiou o pagamento da primeira cota ou cota única para junho. Em relação às restituições, o cronograma dos lotes de pagamento, que começa em maio e acaba em setembro, está mantido.
Quem declara no início do prazo tem prioridade para receber a restituição, caso não a preencha com erros e omissões. Pessoas com mais de 60 anos, com moléstias graves ou deficiência física, também recebem a restituição primeiro.
O programa gerador da declaração está disponível no site da Receita Federal . Quem optar por dispositivos móveis, como tablets ou smartphones, poderá baixar o aplicativo "Meu Imposto de Rendas" nas lojas Google Play , para o sistema operacional Android , e App Store , para o sistema operacional iOS.
A declaração do Imposto de Renda é obrigatória para quem recebeu rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70 no ano passado, o equivalente a R$ 2.196,90 por mês, incluído o décimo terceiro. A multa por atraso na entrega é estipulada em 1% ao mês-calendário até 20%. O valor mínimo é R$ 165,74.
As novidades para a entrega da declaração neste ano estão disponíveis na página da Receita . Entre as principais mudanças, estão a antecipação no cronograma de restituição, cujo pagamento começará no fim de maio e terminará no fim de setembro, e o fim da dedução da contribuição para o Instituto Nacional do Seguro Social ( INSS ) dos trabalhadores domésticos.
Pela primeira vez, os contribuintes com certificação digital receberão a declaração pré-preenchida no programa gerador. Até agora, eles tinham de entrar no Centro Virtual de Atendimento da Receita ( e-CAC ), salvar o formulário pré-preenchido no computador e importar o arquivo para preencher a declaração. Neste ano, também está disponível a doação, diretamente na declaração, de até 3% do imposto devido para fundos de direito dos idosos.
Precisa ainda declarar o Imposto de Renda quem recebeu rendimentos isentos , não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40 mil; quem obteve, em qualquer mês de 2019, ganho de capital na alienação de bens ou direitos sujeito à incidência do imposto ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias e de futuros.
Quando se trata de atividade rural , é obrigado a declarar o contribuinte com renda bruta superior a R$ 142.798,50. Também deve preencher a declaração quem teve, em 31 de dezembro do ano passado, a posse ou propriedade de bens ou direitos , inclusive terra nua, com valor total superior a R$ 300 mil.

Fonte: IG


Cidade do oeste paulista têm inscrições abertas para concursos

Vagas para concursos públicos e processo seletivo estão abertas em três cidades do oeste paulista. Os interessados devem se inscrever pela internet. O salário pode chegar a mais de R$ 9,4 mil.
A Prefeitura de Panorama anunciou a reabertura das inscrições do processo seletivo e do concurso público destinados à contratação de quatro profissionais que tenham ensino fundamental, médio/curso especifico e superior nas áreas exigidas.
Para concurso público, conforme descrito no edital, há oportunidades para os seguintes cargos: auxiliar de enfermagem (1), farmacêutico (1) e médico clínico geral (2).
Segundo o edital, os interessados a participarem do processo seletivo poderão concorrer aos cargos de: advogado, agente comunitário de Saúde - ESF I, II e III, agente geral, ajudante geral, auxiliar de educação I e II, auxiliar de enfermagem, auxiliar técnico desportivo, encanador, encarregado de setor, enfermeiro, escriturário, guarda-vidas, motorista, operador de máquinas, professor PEB II - educação física, PEI I e II.
A carga horária a ser cumprida é de 15 a 40 horas semanais e o salário base ofertado varia de R$ 901,95 a R$ 3.763,76. As inscrições podem ser feitas pela internet até 31 de maio.
A Prefeitura de Rinópolis abriu vagas para concurso público destinado ao preenchimento de cinco vagas dos níveis médio e superior. As oportunidades ofertadas, como consta no edital, são aos cargos de auxiliar de desenvolvimento infantil (1), médico - ESF (1), médico (1), monitor de transporte escolar (1), professor (1). O salário varia de R$ 1.000,76 a R$ 9.481,01.
As inscrições devem ser feitas pela internet até o dia 26 de maio.
A Prefeitura de Santa Mercedes anuncia a abertura de concurso público e processo seletivo destinados à contratação de um coveiro e formação de cadastro reserva de motorista, respectivamente.
Os profissionais contratados atuarão sob jornada de trabalho de 40 e 44 horas semanais e receberão salário base mensal no valor de R$ 1.045,00, mais vale-alimentação de R$ 280,00, conforme edital.
As inscrições devem ser feitas pelo site até o dia 24 de maio.

Fonte: OCNet


Brasília Paulista: "tribunal do crime" é localizado e seis pessoas são presas

A Força Tática da Polícia Militar localizou o que define como um “tribunal do crime” e impediu um homicídio, na noite de terça-feira, 19 de maio, em uma chácara abandonada localizada em Brasília Paulista, distrito de Piratininga. Seis pessoas foram detidas com armas de fogo e dois tijolos de maconha.
Nos fundos da casa da chácara foi localizada uma cova já aberta. O indivíduo sequestrado, que possivelmente seria executado, segundo a polícia, foi encontrado amarrado e com marcas de agressões. Segundo a PM, há indícios de que os acusados estariam envolvidos com o tráfico de drogas.
De acordo com o registro policial, há relatos de que o homem “em julgamento” teria praticado uma tentativa de estupro contra uma criança. A PM informa que o caso será investigado pela Policia Civil.
Os policiais chegaram até a chácara após receberem uma denúncia de que um homem estaria sendo “julgado” no local. Eles estavam a caminho do local indicado para averiguar a denúncia quando se depararam com um casal portando uma metralhadora 9mm e dois tijolos de maconha, que serviriam de pagamento para a pessoa que teria sequestrado o homem. O casal, segundo a PM, confirmou a denúncia e foi com a polícia até chácara.
No local, outras quatro pessoas foram detidas. Um dos acusados é natural de Cerqueira César e teria ido à chácara para autorizar ou não a execução do indivíduo sequestrado.
Quatro homens e duas mulheres foram detidos na operação e vão responder por tráfico de drogas, associação ao tráfico, porte ilegal de arma, sequestro e cárcere privado. As agressões ao homem sequestrado serão avaliadas e poderão ser classificadas como lesão corporal ou tentativa de homicídio, incluindo o crime de tortura.

Fonte: Jornal da Cidade de Bauru