segunda-feira, 30 de março de 2020

Sindicato dos Empregados defende quarentena no comércio de Marília

O Sindicato dos Empregado no Comércio de Marília divulgou nesta segunda-feira, 30 de março, uma nota oficial com a defesa da quarentena e manutenção do comércio em geral fechado como forma de prevenir a expansão do coronavírus na cidade.
O comunicado aponta existência de dez mil comerciários que estariam em situação de risco para a transmissão do Covid-19 caso o comércio seja aberto no momento e cita orientações técnicas sobre necessidade de isolamento social.
O documento é assinado pelo presidente do Sindicato, Mário Herrera, que deixa a mensagem: fique em em casa.
Veja abaixo a íntegra do comunicado;

O Sindicato dos Empregado no Comércio de Marília – Sincomerciários Marília, representante de mais de 10 mil trabalhadores comerciários em Marília, vem a público manifestar seu apoio a continuidade da quarentena até o dia 07 de abril para combate ao COVID – 19.
Nossa decisão é baseada nas orientações do MINISTÉRIO DA SAÚDE, no Decreto DECRETO Nº 64.881, DE 22 DE MARÇO DE 2020 do Governo do Estado de São Paulo que estipula a quarentena e na orientação de diversos especialistas e autoridades do setor da saúde.
Continuaremos trabalhando na defesa dos direitos dos trabalhadores comerciários. Acreditamos que o emprego é importante, mais a família e a vida é insubstituível.

Fonte: Giro Marília


Nenhum comentário:

Postar um comentário