terça-feira, 31 de março de 2020

Polícia deve investigar aglomeração ilegal em buzinaço de Marília

Um ofício encaminhado pela Prefeitura de Marília à Delegacia Seccional de Polícia Civil na cidade deve provocar a abertura de um inquérito policial para apurar aglomeração ilegal de pessoas durante um buzinaço pela abertura do comércio na cidade.
O documento relata a realização do evento. A polícia já recebeu também imagens e informações sobre presença de público, carros de som e outras formas de mobilização no local.
O protesto não foi atribuído a nenhuma entidade em especial. A investigação deve acompanhar medida já adotada em outras cidades, como em Bauru.
Os inquéritos apuram infração de medida sanitária preventiva e estão proibidos pelo decreto estadual de quarentena, que atinge todos os municípios.
Além de identificar eventuais responsáveis pela situação de risco, a investigação deve procurar os responsáveis pela organização que podem ser processados.
Há ainda preocupação de que a organização da manifestação tenha caráter político, sem qualquer vínculo com preocupação econômica, o que seria um agravante no descumprimento ao decreto.

Fonte: Giro Marília


Nenhum comentário:

Postar um comentário