terça-feira, 17 de março de 2020

Diocese local suspende atividades e faz mudança na organização de missas

O bispo Diocesano de Marília, Dom Luiz Antonio Cipolini, distribuiu uma circular que suspende eventos como reuniões, pastorais, retiros e cursos, incluindo catequese, e orientou mudança na organização das missas.
A circular prevê que as celebrações sejam feitas em maior número e sejam encurtadas para diluir o número de fiéis nas igrejas e o tempo em que eles passam nos prédios.
Segundo o documento, a ideia é colaborar com os esforços da sociedade civil no controle da proliferação do coronavírus. O bispo ainda repete orientações já encaminhadas para reduzir contatos pessoais, cumprimentos, orações de mãos dadas, entrega da comunhão na mão dos fiéis, atenção na visita a enfermos e manter espaços ventilados.
Segundo a Pastoral da Comunicação, todas as decisões foram tomadas em reuniões e consultas com profissionais da saúde, incluindo infectologistas.
Confira abaixo todas as determinações da circular ou veja aqui a íntegra do documento:
- Suspender a realização de encontros, reuniões, retiros,  cursos e eventos em níveis paroquiais, regionais e diocesanos, como os encontros de catequese e o Curso de Teologia para Leigos e Consagrados até a primeira quinzena de abril.
- Cancelar as noites de confissões comunitárias quaresmais. Solicita aos padres que em locais apropriados dediquem atenção especial ao Sacramento da Reconciliação com horários diários e noturnos que auxiliem os fiéis na preparação da Páscoa do Senhor.
- Redobrar os cuidados higiênicos nas visitas domiciliares aos enfermos e idosos e suspender os trabalhos pastorais em hospitais, asilos e unidades de saúde garantindo aos fiéis, em casos extremos, o Sacramento da Unção aos Enfermos
- Repensar a programação paroquial das “24 Horas para O Senhor” e da Semana Santa, evitando grandes concentrações e celebrando-as com discernimento sem perder a piedade da ação eclesial.
- Intensificar a oração em família, Igreja doméstica e promover a veiculação de missas em meios de comunicação e nas redes sociais para o favorecimento dos fiéis que pertencem aos grupos de risco da doença e que por isso estão momentaneamente impedidos de contato com a assembleia.
- Recomenda que a celebração de missas tenha curta duração e sempre que possível sejam acrescentados novos horários para evitar aglomerações.

Fonte: Giro Marília


Nenhum comentário:

Postar um comentário