terça-feira, 11 de fevereiro de 2020

Reunião interna entre vereadores termina com agressão física em Tupã

Uma reunião interna entre os vereadores de Tupã terminou em agressão física na noite de ontem, 10 de fevereiro, após a Sessão Ordinária da Câmara Municipal.
Os vereadores Paulo Henrique Andrade "PH" (Cidadania) e Luís Alves (PCdoB) se desentenderam durante uma discussão, quando houve a agressão. PH acabou agredido com uma cabeçada na altura do nariz pelo outro parlamentar.
Procurado pelo Tupacity.com, Paulo Henrique explicou que a agressão aconteceu depois que ele propôs a redução de número de cadeiras no legislativo para o próximo ano.
"Ele [Luís Alves] se exaltou, ficou nervoso e começou a me intimidar, dizendo que eu queria acabar com a Câmara e que eu tinha que devolver meu salário", relatou. Paulo Henrique ainda afirmou que vai à polícia para elaboração de um Boletim de Ocorrência.
A reportagem do Tupacity também procurou o vereador Luís Alves, que disse ter se exaltado durante a discussão. "Durante a discussão, por duas vezes ele veio com o dedo pra cima de mim, me encarando e quem me conhece sabe que não tenho sangue de barata e foi ali que a gente se estranhou", explicou.
"Eu disse a ele que ele precisava devolver o dinheiro que ele prometeu devolver à Câmara. Ele prometeu em campanha que não iria receber salário",completou Luis Alves.
Novamente que o fato ocorreu após o encerramento da sessão desta segunda-feira. O presidente da casa, vereador pastor Eliézer de Carvalho (PSDB) havia convocado uma reunião entre os parlamentares para discutir emendas impositivas e demais assuntos legislativos

Fonte: Tupãcity


Nenhum comentário:

Postar um comentário