quarta-feira, 5 de fevereiro de 2020

Idosa quase perde R$ 15 mil em golpe de falso sequestro em Tupã

A Polícia Civil de Tupã, por meio da Dig (Delegacia de Investigações Gerais), impediu que uma idosa de 91 anos perdesse R$ 15 mil na tentativa de um golpe de falso sequestro. Além disso, uma suspeita de participar de organização criminosa foi presa pelo crime no Rio de Janeiro.
Segundo a polícia, a equipe de Tupã foi acionada por pela agência bancária com a informação que a correntista havia caído no golpe e estava em poder dos criminosos. Com isso, a polícia foi até a casa da mulher e a encontrou desesperada, pensando que a filha tinha sido sequestrada.
Ainda de acordo com a polícia, a mulher já havia transferido o dinheiro para a cidade do Rio de Janeiro, mas o criminoso não estava conseguindo sacar. A agência do Rio chegou a ligar para a agência em Tupã para averiguar a situação e a partir daí a delegada titular da Dig, Milena Davoli passou a negociar com os golpistas.
A polícia do Rio de Janeiro foi acionada para ir até a agência e conseguiu prender a suspeita que tentava sacar o dinheiro. Com isso, o valor depositado pela idosa foi devolvido.
De acordo com as investigações, o marido da mulher detida seria um presidiário que aplicava os golpes de dentro do presídio. Segundo a polícia, vários presidiários usavam esposas e terceiros para a busca do dinheiro dos golpes.
Ao prender a suspeita várias informações sobre o esquema criminoso foram passadas para a polícia, que identificou pelo menos 10 integrantes da organização , que segue sob investigação. Ainda segundo a polícia, a vítima de Tupã está bem e não teve prejuízos.

Fonte: G1


Nenhum comentário:

Postar um comentário