quarta-feira, 5 de fevereiro de 2020

Embratur compartilha post de turista que diz não recomendar o Rio como destino

A Embratur (Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo) compartilhou em sua conta oficial no Instagram um relato em inglês de uma turista brasileira que afirmou ter sido assaltada no Rio de Janeiro e disse não recomendar a visita à cidade.
A postagem estava visível até as 10h10 da manhã desta quarta-feira, 05 de fevereiro. Em nota, Embratur reconheceu que seu post foi um "equívoco" e que trabalha para a promoção internacional do turismo no país. A Riotur lamentou o ocorrido e afirmou que essa não se trata da opinião da maioria dos visitantes. Disse, ainda, que a violência não se trata de uma exclusividade do Rio de Janeiro.
Na mensagem original, a turista afirmou que a cidade é bonita, mas que beleza não é tudo. Disse também que, nos três dias que passou no Rio de Janeiro com familiares, eles foram assaltados e a irmã, de nove anos de idade, testemunhou um roubo.
No relato, a usuária @withlai afirma que não recomenda a viagem a uma cidade na qual ela sentiu medo até de deixar o local onde estava hospedada. Ela encerra dizendo que espera que, no futuro, a situação melhore e que os turistas possam aproveitar as belezas do Rio.
Em mensagem enviada ao G1 nesta quarta, a turista identificou-se como Laiza e disse: "Sou brasileira de Curitiba, mas moro na Alemanha já há mais de seis anos. Estive visitando o Rio com meu noivo alemão e minha mãe e irmã de Curitiba".
Ela descreveu a viagem como "uma oportunidade de apresentar as belezas do meu país ao meu noivo, que nunca tinha vindo ao Brasil, e passar tempo com minha família".
"Infelizmente não saiu como planejado. Eu vi que a Embratur repostou minha story e achei estranho, imaginei que a pessoa que repostou não leu direito ou não entendeu muito bem o inglês e achou que minha mensagem era mais positiva."
Já o comunicado da Embratur diz: "A Embratur informa que o compartilhamento citado foi um equívoco. A Agência trabalha para a promoção internacional do turismo e tornar notório para a comunidade internacional a diminuição dos índices de violência, apresentados em 2019".
A Riotur divulgou uma nota sobre o ocorrido:
A Riotur lamenta o ocorrido, mas reitera que essa não é a opinião da maioria dos turistas que vivem alguma experiência na cidade do Rio. Segundo pesquisa recente, feita no período do Réveillon, a avaliação média sobre a estada na cidade é de 8,7 entre os turistas nacionais e 8,6 entre os turistas estrangeiros. Isto é, cerca de 90% dos turistas que visitam a cidade recomendam o Rio como destino turístico e desejam voltar. A nota era de 0 a 10 e segurança pública era um dos cinco quesitos que compunham a avaliação. Vale lembrar que, infelizmente, situações como essa acontecem nas grandes cidades e não trata-se de uma peculiaridade do Rio de Janeiro. Além disso, ressaltamos que os índices desse tipo de ocorrência têm diminuído na cidade.
Confira a tradução do texto compartilhado:
“Rio é uma linda cidade, mas só beleza não é suficiente.
Eu passei apenas 3 dias no Rio com a minha família, e nesses 3 dias:
- minha família e eu fomos roubados;
- minha irmã de 9 anos testemunhou um roubo violento.
Eu não posso recomendar uma visita a uma cidade onde eu senti medo até de sair do apartamento.
Espero que as coisas melhorem no futuro e que os moradores e turistas possam aproveitar o que o Rio tem a oferecer”.

Fonte: G1


Nenhum comentário:

Postar um comentário