quarta-feira, 15 de julho de 2020

Garça passa a ter novas regras no comércio ante nova atualização do Plano São Paulo

Com todas as considerações necessárias, o  Diário Oficial Eletrônico do Município publica na quarta, 15 de julho de 2020, o decreto 9098/2020 que segue a sexta atualização do Plano SP, divulgada pelo governo do Estado na sexta, 10 de julho. A atualização é válida até dia 30 de julho.
Agora as lojas do comércio varejista e atacadista, shopping center, galerias e similares e prestadores de serviços poderão atender com horário reduzido, das 10 às 14 horas, de segunda-feira a sábado, com atendimento limitado a 20% da capacidade permitida no AVCB ou CLCB.
Para que isto aconteça, os empresários devem encaminhar um requerimento ao Departamento de Fiscalização de Posturas do Município, nos termos da sexta atualização do Plano São Paulo, podendo no restante do período, utilizar os serviços de entrega (delivery) de drive trhu, não sendo permitidas filas no passeio público.
Esta solicitação pode ser feita digitalmente através da plataforma 1Doc que está à disposição na página oficial da Prefeitura – www.garca.sp.gov.br -, na aba “Cidadão e empresa”, Protocolo.
Para todos os ramos de atividade seguem as recomendações sanitárias para que o atendimento possa ser realizado com maior segurança para todos:
I. Disponibilizar na entrada do estabelecimento e em outros lugares estratégicos de fácil acesso, álcool em gel para utilização de funcionários e clientes;
II. Higienizar, quando do início das atividades e após cada uso, durante o período de funcionamento, as superfícies de toque (carrinhos, cestos, cadeiras, maçanetas, corrimão, mesas e bancadas);
III. Higienizar quando do início das atividades e durante o período de funcionamento, com intervalo máximo de 03 (três) horas, os pisos e banheiros, preferencialmente com hipoclorito de sódio;
IV. Manter locais de circulação e áreas comuns com os sistemas de ar condicionados limpos (filtros e dutos) e, obrigatoriamente, manter pelo menos uma janela externa aberta ou qualquer outra abertura, contribuindo para a renovação de ar;
V. Manter disponível kit completo de higiene de mãos nos sanitários de clientes e funcionários, utilizando sabonete líquido, álcool em gel e toalhas de papel não reciclado;
VI. Fazer a utilização, se necessário, do uso de senhas ou outro sistema eficaz, a fim de evitar a aglomeração de pessoas dentro do estabelecimento aguardando atendimento, na proporção de 01 (uma) pessoa a cada 20m² (vinte metros quadrados) de área de venda ou circulação de clientes;
VII. Determinar, em caso haja fila de espera, dentro ou fora do estabelecimento, que seja mantida distância mínima de 02 (dois) metros entre as pessoas, sendo de responsabilidade do estabelecimento dispor de um funcionário encarregado da organização de tal determinação durante todo o funcionamento.
VIII. Os proprietários ou responsáveis deverão providenciar máscaras de proteção respiratória para todos os funcionários do estabelecimento e proibir a entrada de clientes/consumidores que não estiverem usando máscaras de proteção;
IX. Sem prejuízo de todas as recomendações profiláticas e de isolamento social das autoridades públicas, fica recomendada a toda a população, sempre que possível, e quando for necessário sair de casa, a utilização de máscaras de proteção facial, confeccionadas conforme orientações do Ministério da Saúde.

Serviço público — Em decreto, a Prefeitura de Garça, com exceção dos serviços de saúde, passa a atender o público em horário especial, de segunda a quinta-feira, das 08 às 11 e das 13 às 16 horas. Às sextas-feiras não haverá atendimento ao público, somente serviços internos administrativos.
A medida visa manter os servidores em distanciamento social, porém, não deixando de prestar todos os serviços à comunidade, mantendo o funcionamento da máquina pública.
O decreto também traz orientações sobre a nova fase laranja do Plano São Paulo, que permite a retomada gradual do atendimento presencial ao público de serviço e atividades não essenciais, mediante todas as recomendações profiláticas e demais critérios de segurança, objetivando a não propagação do coronavírus.
A alteração do novo decreto tem validade até o dia 30 de julho e poderá ser revista a qualquer momento, caso haja necessidade.
Garça registra 37 casos positivos de Covid-19, portanto, a Prefeitura recomenda a toda a população, sempre que possível, e quando for necessário sair de casa, a utilização de máscaras de proteção facial, confeccionadas conforme orientações do Ministério da Saúde, além do uso de álcool em gel e distanciamento de segurança.

Redação do Garca.Jor


Júlio Mesquita: homem assassina esposa e tem tentativa frustrada de suicídio

A Polícia Militar prendeu em flagrante um homem de 64 anos que matou a esposa enforcada e tentou suicídio logo em seguida, na manhã desta quarta-feira, 15 de julho, em Júlio Mesquita.
A informação, segundo a PM, é que o homem foi encontrado em cima de uma árvore em frente de uma residência localizada na rua Carlos Gomes, bairro Ouro Branco, com uma corda nas mãos.
Ele foi convencido a descer e se entregou. A mulher teria sido enforcada com um cinto quando levantou para fazer café. O corpo foi arrastado para o colchão do casal.
O autor do crime disse que a vítima fez diversos empréstimos em seu nome e disse que iria embora, “além de sempre sofrer humilhações por parte dela”.
Foi dada voz de prisão em flagrante e ele foi encaminhado para a Polícia Civil. O indiciado passaria por audiência de custódia e seria levado para uma unidade prisional.

Fonte: Marília Notícia


Kanye West tem pré-candidatura pífia e desiste de disputar presidência dos EUA

Após anunciar sua  pré-candidatura à presidência dos Estados Unidos, Kanye West parece ter desistido da corrida eleitoral. Isso segundo um membro da equipe da campanha do rapper, que informou ao site norte-americano Intelligencer que o resultado de uma pesquisa feita pela equipe não o animou.
De acordo com a publicação, Steve Kramer afirmou que ele "já está fora" ao apresentar apenas 2% das intenções de votos, segundo a pesquisa. Como candidato independente, ele precisa conseguir 132.781 assinaturas no estado da Flórida, para apoiar sua candidatura.
"Não tenho nada bom ou ruim a dizer sobre Kanye. Todo mundo tem sua decisão pessoal. Concorrer à presidência tem de ser uma das coisas mais difíceis para alguém realmente considerar nesse nível. Ele observou os obstáculos que um candidato pela primeira vez enfrenta e qualquer candidato que se candidata a presidente pela primeira vez passa por esses soluços", contou Kramer ao Intelligencer.
No Dia da Independência dos EUA, em 04 de julho, Kanye afirmou no Twitter que iria "cumpir a promessa da América confiando em Deus e unificando uma visão e construindo o futuro." Até o momento, o músico não falou sobre a suposta desistência da corrida presidencial.

Agências


Carro fica danificado após capotar dentro de condomínio de luxo em Marília

Um carro ficou bastante danificado depois de capotar dentro de um condomínio de luxo na noite de terça-feira, 14 de julho, em Marília.
O acidente aconteceu por volta das 21 horas em um residencial na Rua Santa Helena, zona oeste da cidade. Segundo o Corpo de Bombeiros, o veículo capotou entre a sarjeta e uma área de paisagismo por motivos ainda a serem esclarecidos.
A parte da frente do carro e o teto ficaram destruídos depois do acidente. O homem que dirigia o carro estava consciente e foi levado pelo Samu para o hospital, segundo a corporação.
O carro estava adesivado como veículo usado para test-drive, mas a polícia não confirmou se ele estava sendo usado deste modo no momento do acidente.

Fonte: G1


Empresa garcense efetua doação de quaternário de amônia para setor da saúde

Nesta semana, a empresa garcense Henlau Química efetuou a doação para a Secretaria Municipal de Saúde de 2 mil litros de quaternário de amônia, uma solução sanitizante com comprovada eficácia pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) no combate ao novo coronavírus e, consequentemente, na prevenção e proteção contra a covid-19.
A doação será repassada para as duas instituições parceiras do município na gestão dos serviços de saúde, sendo elas, a AHBB (Associação Hospitalar Beneficente do Brasil), que administra a UPA e o Hospital São Lucas e a Sociedade Beneficente Caminho de Damasco, gestora dos serviços de Atenção Básica, como as Unidades de Saúde da Família.
O produto é suficiente para a limpeza e desinfecção dos ambientes, utensílios e objetos, locais onde microrganismos como o coronavírus podem estar presentes.

Redação do Garca.Jor


Venda de carteira do BB para banco ligado a Guedes gera questionamentos

No dia 01 de julho ocorreu uma cessão de carteira de créditos do Banco do Brasil para o banco BTG Pactual. Essa operação, apesar de normal, de acordo com a economista do Dieese Cátia Uehara “foi pouco transparente”.
Dessa forma, segundo Uehara ressalta: “Não foi possível saber se o valor foi baixo demais, por exemplo. E nem se isso beneficiou o BTG”.
Contudo, para o deputado federal Pompeo de Mattos (PDT/RS), a operação foi definida como “negociata”. De acordo com o deputado, a venda da carteira de créditos do BB, cujo valor contábil é de R$ 2,9 bilhões, por  R$ 371 milhões mais impostos é muito vantajosa ao Pactual. Ou seja, o BTG Pactual pode ter uma grande margem de lucro com a operação.
No mesmo sentido, o deputado ainda falou para a TV Câmara sobre a operação realizada pelo Banco do Brasil e o BTG Patual. Segundo ele, a relação do ministro da Economia, Paulo Guedes, com o BTG e sua atual posição de “chefe” do Banco do Brasil colocam a operação em suspeição. Ele ainda completa dizendo que há uma política de “esquartejamento” das empresas públicas, vendendo áreas estratégicas, porque não podem privatizar as empresas estatais sem passar pelo Congresso Nacional.
Por iniciativa do deputado federal Glauber Braga (RJ), a bancada do PSOL protocolou requerimento pedindo esclarecimentos sobre a cessão de carteira de crédito do Banco do Brasil ao BTG Pactual. Além do requerimento de informações, a bancada também protocolou um convite de comparecimento do presidente do Banco do Brasil, vinculado ao Ministério da Economia, Rubem Novaes, para responder sobre o assunto à Câmara dos Deputados.
O principal motivo das ações é que essa é a primeira vez em sua história que o Banco do Brasil realizou uma operação de cessão de carteira de crédito a uma instituição fora de seu conglomerado. Segundo João Fukunaga, diretor executivo do Sindicato dos Bancários e coordenador da Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil (CEBB), a operação foi feita sem transparência e levanta suspeitas.
“A venda é bastante suspeita ao beneficiar, pela primeira vez, um banco fora do conglomerado e que justamente foi criado pelo ministro bolsonarista. Como saber se o BB não está sendo usado para interesses escusos do Paulo Guedes?”, questionou.
A Associação Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil (ANABB) também estranhou a operação e, em ofício enviado ao Vice-Presidente de Gestão Financeira e de Relações com Investidores do banco, solicitou uma série de informações sobre a cessão da enorme carteira de crédito a uma instituição privada.

Fonte: Reconta Aí/Blog do Esmael


Clube de serviço faz entrega de testes de covid-19 a sistema de saúde local

O Rotary Club de Garça, fez na manhã de terça-feira, 14 de julho, a entrega de 150 testes rápidos para a covid-19, à AHBB (Associação Hospitalar Beneficente do Brasil) e também para a Secretaria de Saúde de Garça.
Estiveram presentes na entrega, o médico  Alisson (representando a AHBB), Natali Gaiato Cruz (secretária municipal de Saúde), além dos membros do clube Armando Hanzé; Luiz Carlos Gomes de Sá, Aparecido Caldamone e Fábio Dias.
Essa foi a segunda entrega de testes, somando um total de 250 testes rápido que ajudarão na amostragem dos profissionais da saúde.
"É uma satisfação poder trabalhar para ajudar a comunidade, isso é o que faz sentido no Rotary", sustentou o presidente o Rotary Clube de Garça, Fábio Dias.

Redação do Garca.Jor


Aquaprivatização na pandemia

Patricia de Menezes Cardoso

Na noite do dia 24 de junho de 2020, foi aprovado pelo Senado o Projeto de lei 4.162/2019,  sobre a revisão do marco legal do saneamento brasileiro, que além de prorrogar o prazo para o fim dos lixões, facilita a privatização de estatais do setor. Ao mesmo tempo, avança a tramitação o projeto de lei nº 49, também do Senador Tasso Jereissati (PSDB/CE), sobre a implantação do mercado da água no Brasil, na gestão do direitos e outorgas de uso dos recursos hídricos, aprovado na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado em 10 de outubro de 2019. Ambos os projetos de lei têm em comum a redução da água a um bem econômico. A revisão da regulação sanitária durante o pico de mortes causadas pela pandemia do Covid-19 no Brasil, não busca garantir o direito à água e ao saneamento para todos os cidadãos brasileiros, pelo contrário, pode criar um monopólio do setor privado nesses serviços essenciais, ameaçando a universalização do acesso.
A necessidade de lucro almejado pelas empresas privadas e por seus acionistas é incompatível com a baixa capacidade de pagamento por esses serviços da população das periferias das grandes cidades, as áreas rurais e os pequenos municípios, que são justamente as áreas mais carentes da implantação e expansão da rede dos serviços de acesso à água e ao saneamento. Merece atenção o caso de Manaus, quase vinte anos após a privatização de seus serviços públicos de água e esgoto: hoje é o 5º na lista dos piores indicadores de saneamento dentre as 100 maiores cidades do país e com a 5ª tarifa mais cara. O quadro catastrófico do saneamento básico na capital do Amazonas contribui para o avanço da pandemia do novo coronavírus. Ao mesmo tempo, demonstra que  confiar ao mercado a gestão de bens essenciais é transformá-los em privilégios daqueles que podem pagar, ignorando a nossa histórica desigualdade social e econômica. Situação que antecipa os riscos de apostar na solução do problema do saneamento pela obrigação do aumento da participação privada na prestação desses serviços.
O acesso à água e ao esgotamento sanitário é um direito humano fundamental. Direito que integra o saneamento ambiental como componente do direito à cidade (Estatuto da Cidade, 2001) e que reivindica a água como bem comum.
A defesa da água como bem comum e a luta contra sua redução à mercadoria uniu, em março de 2018 em Brasília, cerca de 7 mil participantes e 450 organizações nacionais e internacionais de todos os continentes, no Fórum Alternativo Mundial da Água – FAMA. Realizado em contraposição ao 8º Fórum Mundial da Água, na mesma cidade. Na ocasião, ocorreram ocupações simbólicas de  uma fábrica de água mineral em São Lourenço, Minas Gerais, da Nestlé, por 600 mulheres do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), e outra fábrica da Coca-Cola por 350 militantes de movimentos populares, em Samambaia, no entorno de Brasília.
O Fórum Mundial da Água, tem dentre seus apoiadores a empresa privada de saneamento BRK Ambiental, as grandes corporações da água como Nestlé, Coca-Cola, Ambeve, além de bancos e empresas públicas como Petrobras, Caixa, BNDES e a Itaipu Binacional. O Fórum teve sucesso pelo menos em um dos seus objetivos, o de apresentar soluções e influenciar a classe política, os tomadores de decisão. Ao mesmo tempo que o mercado da água está de olho no Brasil, que concentra 12% da água doce do planeta e a maior bacia hidrográfica do mundo, além de um sistema de gerenciamento de recursos hídricos com a participação da sociedade civil.
Logo após a realização do Fórum Mundial da Água no Brasil, o então Presidente Michel Temer apresentou a Medida Provisória 844/2018 para revisão do marco regulatório do saneamento básico brasileiro a partir do incentivo à privatização. Após o movimento em defesa do saneamento público derrubar duas medidas provisórias, o Senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) apresentou em regime de urgência o projeto de lei nº 3.261/2019, que estava apensado com o projeto de lei nº 4.162/19, de iniciativa do Poder Executivo. Ao tempo da aprovação do projeto de lei na Câmara dos Deputados, o primeiro PL foi arquivado e substituído pelo segundo. O projeto de lei de Bolsonaro, reedita as medidas provisórias de Temer, sendo agora aprovado no Senado.
Dados do IBGE apontam um salto de quase 2 milhões de pessoas a mais vivendo em situação de pobreza de 2017 para 2018. Há milhares de assentamentos no país que não possuem fornecimento regular de água potável. Cerca de 70% da população que compõe o déficit de acesso ao abastecimento de água possui renda domiciliar mensal de até 1/2 salário mínimo. Em 2013, apenas 39% das moradias brasileiras tinham acesso a tratamento de esgoto (IPEA, 2016) e um terço dos municípios brasileiros não tem um programa de saneamento estabelecido (Pesquisa de Informações Básicas Municipais – Munic). Em cada comunidade, vila, nas favelas e periferias, quem sai de casa para buscar a água são as mulheres negras, que correspondem à maioria da população brasileira (51,7% mulheres e 53,6% pretos e pardos, segundo o IBGE/2014). A falta de água e de saneamento prejudicará ainda mais a população mais pobre.
O direito de acesso universal à água e ao saneamento é também direito à saúde pública. Isso porque muitas doenças podem ser evitadas com água potável e esgotamento sanitário nas regiões, além de impedir desastres urbanos como enchentes e alagamentos. sobretudo em contextos de adensamento excessivo e coabitação urbana, por serem locais propícios à ampliação da contaminação pelo coronavírus e do número de óbitos no Brasil pela COVID-19.
A efetividade dos serviços de água e esgoto no combate à pandemia é confirmada por estudos do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), segundo o qual as áreas onde se concentra a população mais vulnerável e com menos acesso à infraestrutura urbana, onde as condições de habitação são precárias e inadequadas, apresentam maior grau de vulnerabilidade à propagação epidêmica (IPEA, Nota Técnica nº 15/2020).
O desafio de construir planos municipais de saneamento básico e fortalecer os conselhos de participação popular é essencial para o enfrentamento do déficit, retrato de nossas profundas desigualdades. Assim como o desafio da integração de políticas públicas que considerem as diferentes dimensões do déficit e que aumente o comprometimento do setor público com a oferta de serviços universalizados, acessíveis a todos(as), de qualidade e geridos de forma eficiente. É frágil o argumento de mudança do Marco Legal do Saneamento (Lei nº 11.445/2007), regulamentado em 2010, contando desde 2013 com o Plano Nacional de Saneamento Básico (PLANSAB). Bastante recente, considerando a negligência histórica por sucessivos governos, e a retomada dos investimentos e do planejamento na área do saneamento com a criação do então Ministério das Cidades.
A lei aprovada altera questões estruturais do saneamento como a redefinição da titularidade dos serviços, que afeta a organização e a autonomia dos municípios e do Distrito Federal; impede entes federados de exercerem o seu direito constitucional de implementarem a cooperação interfederativa e a gestão associada de serviços públicos; define um prazo de validade de Contratos de Programa que poderão ser substituídos em caso de privatização da empresa; facilita a venda das estatais de saneamento, vez que a cessão à iniciativa privada não precisará contar com a concordância dos municípios atendidos. Um dos pontos mais graves é o condicionamento de acesso a recursos federais mediante a realização de concessões e Parcerias Público-Privadas (PPP). Na prática, isso impõe a privatização do saneamento para repasse de verbas. A proposta também praticamente impede o subsídio cruzado e prejudica os municípios mais pobres, que terão ainda mais dificuldade de garantir o acesso à água aos seus cidadãos e cidadãs.
Os estudos de diversos especialistas apontam, ainda, o grave risco de desestruturar a prestação atual, sem nenhuma garantia de que melhores serviços serão prestados. Além da revogação da Emenda Constitucional n.º 95 (Emenda Constitucional do Teto dos Gastos Públicos) diversas medidas são necessárias para o fortalecimento da política pública de saneamento, conforme proposto pelo Observatório Nacional dos Direitos à Água e ao Saneamento (ONDAS): (I) financiamento público da universalização do acesso aos serviços com recursos perenes de financiamento, via empréstimos (Caixa e BNDES) ou de Recursos do Orçamento Geral da União (OGU), com profundo controle dos investimentos por parte da sociedade; (II) criação de um fundo para universalização do acesso, como já ocorre em outros setores, como o de energia, e um programa de revitalização e fortalecimento para as empresas públicas e autarquias; (III) a efetiva implementação da Lei 11.445/2007 com seus vários instrumentos, bem como do Plano Nacional, além da criação de programas de apoio aos pequenos municípios na elaboração de seu plano de saneamento básico. Ações que devem ser combinadas com a urbanização e regularização fundiária das favelas e dos bairros mais excluídos e periféricos, sem infraestrutura urbana adequada para a garantia do direito à moradia digna e direito à cidades.
A experiência recente de outros países comprova a decepção por ter apostado todas as fichas na iniciativa privada. Entre 2000 e 2017, 835 casos de reestatizações dos serviços de água e coleta de lixo foram identificados no “mapa das remunicipalizações” do Instituto Transnacional e Observatório Corporativo Europeu. Desses, 235 correspondem a casos de remunicipalização de sistemas de água abrangendo 37 países, somando 100 milhões de pessoas, como nas cidades de Berlim, Paris, Budapeste, Mali, Buenos Aires, Maputo e La Paz. A tendência observada é que, ao priorizar o lucro como produto final, o capital privado entra em conflito com as reais necessidades da população, o que se reflete em corte de custos trabalhistas, aumento das tarifas e falta de interesse por regiões pobres. Enquanto isso, os serviços públicos de saneamento priorizam o atendimento de toda a população, são submetidos à fiscalização dos órgãos de controle e estão mais próximos da realidade local.
Enfim, defendemos que a garantia de água e esgotamento sanitário para todos(as) só será possível com o fortalecimento do papel do Estado e com a efetiva participação e controle por parte da sociedade. Há muito por avançar para a qualificação do serviços de saneamento no Brasil, mas o remédio proposto pelo projeto de lei aprovado, ao invés de cuidar, pode “matar o doente”.
Conforme destacado pela Associação Nacional dos Serviços Municipais de Saneamento (Assemae), a votação da proposta ocorreu sem o devido debate público, aproveitando a ausência das entidades e trabalhadores do setor, impedidos de se manifestar presencialmente por conta das medidas de isolamento decorrentes da pandemia de Covid-19. Com isso, o Senado  optou por se furtar do amplo debate nacional junto à sociedade civil para atender à reivindicação do setor privado, ignorando que os serviços e companhias públicas representam 95% da operação do saneamento no Brasil.
Deve ser repudiada a aprovação de uma proposta que não dialoga com os impactos decorrentes da pandemia de Covid-19 na vida dos brasileiros e brasileiras, sobretudo os mais pobres, e ignora a expertise da sociedade civil organizada em torno do tema ao aprovar uma proposta que faz terra arrasada dos avanços construídos na última década e beneficia, principalmente, as corporações interessadas em privatizar os serviços de saneamento básico no Brasil.

Patricia de Menezes Cardoso é membro da Coordenação Internacional da gestão 2020/2021 do IBDU – Instituto Brasileiro de Direito Urbanístico, integra a Comissão de Direito Urbanístico da OAB/SP, mestre em Direito Urbanístico e Ambiental e doutoranda no Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra.


Sebrae Aqui de Assis altera horário de atendimento ao público

O Sebrae Aqui de Assis nesta segunda-feira, 13 de julho, começou os atendimentos presencias em horário diferenciado para a população.
Segundo as informações a unidade atenderá de segunda a sexta-feira, das 09h às 16h.
O Sebrae Aqui funciona no prédio da Acia, Associação Comercial de Assis, na Avenida Antônio Zuardi, 970 – Vila Cambuí.

Fonte: AssisCity


USP é a sétima universidade que mais produz pesquisa no mundo

A USP é a sétima universidade que mais produz pesquisa no mundo segundo ranking elaborado pelo Centro de Estudos em Ciência e Tecnologia (CWTS, na sigla em inglês) da Universidade de Leiden, na Holanda, e divulgado no dia 8 de julho.
A classificação avalia a pesquisa acadêmica produzida pelas instituições e leva em consideração a produção científica publicada na base de dados multidisciplinar Web of Science, editada pela empresa Clarivate Analytics. Nesta edição, foram ranqueadas 1.176 universidades de 65 países.
A USP, que subiu uma posição em relação ao ano passado, é a única instituição latino-americana a figurar entre as 100 melhores do mundo. As demais universidades brasileiras mais bem avaliadas são a Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp), na 137ª posição; a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), na 178ª; e a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), na 195ª posição.
“Todas as avaliações internacionais têm suas diretrizes e seu viés e a análise dos resultados deve sempre se atentar a esses fatos. No caso da avaliação de Leiden, a um leitor desatento, pode parecer que a preocupação é exclusivamente quantitativa e, nesse quesito, a USP é uma grande produtora de conhecimento, a sétima do mundo. No entanto, não é somente na quantidade que nossa Universidade se destaca. Tivemos a mesma classificação no impacto científico, portanto, além de quantidade, também temos qualidade. O que me deixou também muito satisfeito como dirigente é a evolução da Universidade em itens muito importantes para o momento que estamos vivendo: o aumento da colaboração científica, o crescimento do número de artigos científicos com livre acesso e o destaque da diversidade de gênero entre os autores dos artigos”, destaca o reitor da USP, Vahan Agopyan.
Neste ranking, além da classificação geral, foram analisados os indicadores das instituições no período de 2015 a 2018 em quatro vertentes: impacto científico, colaboração (interinstitucional, internacional e com a indústria), artigos publicados na modalidade de acesso aberto e diversidade de gênero (número de autorias masculinas e femininas).
No quesito impacto científico, a USP ficou na sétima posição, à frente de instituições como Johns Hopkins, Stanford, Oxford e Cambridge. Do total de 17.855 artigos publicados no período, 44% estão entre os 50% melhores do mundo em suas respectivas áreas do conhecimento.
Em relação ao item colaboração, que avalia as parcerias interinstitucionais, internacionais e com a indústria para a produção de artigos, a USP aparece na 13ª colocação.
Essa também foi a classificação da Universidade na análise dos artigos publicados na modalidade de acesso aberto, que se refere à disponibilidade e à gratuidade de acesso por qualquer pessoa aos resultados de pesquisas científicas, sendo uma alternativa ao modelo tradicional de publicação que restringe o acesso ao conteúdo por meio de assinaturas pagas.
Outro aspecto avaliado foi o número de artigos publicados por gênero, dimensão na qual a USP ficou na terceira posição, atrás da Universidade de Harvard e da Universidade de Toronto. O indicador analisa o número de mulheres autoras de artigos da universidade e sua proporção em relação ao total de autores.
Para o pró-reitor de Pesquisa, Sylvio Roberto Accioly Canuto, “a USP tem mostrado um crescimento fantástico nos últimos anos. É uma universidade que sozinha produz tanto quanto um país inteiro, equivalente à Argentina ou Chile, por exemplo. Esse ranking mostra exatamente o que já vínhamos observando. Um crescimento da quantidade e também da qualidade. Mas os esforços devem continuar para aumentar sua visibilidade e impacto, valorizando os trabalhos de qualidade”.
O ranking elaborado pelo CWTS também avalia o impacto científico, o nível de colaboração, o número de artigos publicados na modalidade de acesso aberto e artigos publicados por gênero em cinco áreas do conhecimento: Ciências Biomédicas e da Saúde, Ciências da Terra e da Vida, Matemática e Ciências da Computação, Ciências Físicas e Engenharia e Ciências Sociais e Humanidades.
Em relação à avaliação do ano passado, as áreas de Ciências Físicas e Engenharia e Ciências Sociais e Humanidades registraram melhora em todos os indicadores. Confira, na tabela a seguir, as posições alcançadas pela USP em cada uma delas.

Redação do Garca.Jor


Pub na Inglaterra instala cerca elétrica para manter distanciamento

Com a pandemia do novo coronavírus, bares e restaurantes ao redor do mundo tiveram que se adaptar as novas regras de distanciamento social para conter a disseminação da doença.
Um pub localizado na Cornualha, sudoeste de uma península da Inglaterra, tomou uma medida radical. Agora, o Star Inn possuí uma cerca elétrica instalada no interior do bar para manter os clientes afastados do balcão.
Segundo o proprietário Jonny McFadden, a ação de cautela foi necessária para prevenir o fechamento permanente, já que o pub é muito pequeno e também tradicional na região. "Foi o primeiro pub da Cornualha e hoje é o último pub rural que existe", contou o empresário em entrevista à CNN Internacional.
Jonny McFadden afirmou que geralmente não liga a eletricidade da cerca, mas mesmo assim consegue ter o "efeito desejado". "Todos se mantêm bem longe. É o fator de medo. Está funcionando muito bem", disse.
Questionado sobre como os clientes reagiram à inovação, McFadden disse que foi cômico. "Estamos em uma área rural e para que todos saibam o que é uma cerca elétrica também tenho um pequeno sinal: 'elétrico, perigo'".
A ideia de usar uma cerca elétrica surgiu quando ele estava se preparando para a reabertura, contou. "Pensei que eles [clientes] não respeitariam e para proteger a equipe, a mim e até mesmo eles, é preciso aplicar a regra do distanciamento", afirmou.
Os pubs e restaurantes do Reino unido foram autorizados a reabrir suas portas no dia 4 de julho. Entre as novas regras, o distanciamento social e o uso de máscaras faciais são obrigatórios.

Fonte: FolhaPress


"Julho Amarelo" busca conscientização sobre controle das hepatites virais

Neste mês está sendo verificada em todo o país a campanha "Julho Amarelo". No período, diversas unidades e órgãos de saúde, secretarias, hospitais e universidades realizarão ações para conscientizar a população e intensificar a prevenção e o controle das hepatites virais. Ao longo de 2019, o governo sancionou a Lei 13.802, que instituiu julho como mês para chamar atenção e reforçar as iniciativas de vigilância, prevenção e controle das diferentes hepatites.
A hepatite é uma grave inflamação do fígado e acomete um número cada vez maior de brasileiros. Segundo o Ministério da Saúde, 1,7 milhão são portadores do vírus da hepatite C e 756 mil da hepatite B. Só em 2017, o Brasil registrou 40.198 novos casos de hepatites virais. Dados da OMS (Organização Mundial de Saúde) revelam que já ocorreram 1,7 milhão de mortes no mundo provocadas por complicações dos diferentes tipos da doença. O Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde destaca que os casos da doença são mais recorrentes em homens de 20 a 39 anos.
As hepatites virais (especialmente A, B e C) podem ser transmitidas pela água e alimentos contaminados, de uma pessoa para outra por via sexual, por meio de fluidos corporais (compartilhar o mesmo barbeador, manicure, usuários de drogas, entre outros) e verticalmente, ou seja, da mãe para o filho, por isso a contaminação é bastante comum e a disseminação muito fácil e rápida.
O grande desafio no que se refere às hepatites virais é a dificuldade de diagnóstico, uma vez que a doença pode não apresentar sintomas. Entretanto, alguns sinais mais comuns são olhos e pele amarelados, cansaço, febre, mal-estar, tontura, vômitos, dor abdominal, urina escura e fezes claras.
Muitas pessoas não sabem que estão infectadas e, além de não realizarem o devido tratamento, acabam disseminando a doença. Por isso recomenda-se a realização do teste para hepatite C pelo menos uma vez na vida, com o objetivo de diagnosticar e tratar o mais precocemente.
A vacina é uma forma de prevenção contra as hepatites do tipo A e B. Quem se vacina para o tipo B se protege também para a hepatite D. Ainda não existe vacina para a hepatite C, porém o paciente pode realizar o tratamento cujo índice de cura é superior a 90%.
Algumas medidas simples previnem a infecção das hepatites virais, tais como o uso de preservativos em todas relações sexuais, a exigência de materiais descartáveis e esterilizados em estúdios de tatuagem, salões de manicures e pedicures, o não compartilhamento de agulhas e seringas, a manutenção de exames de rotina em dia, assim como a consulta frequente a um médico.

Redação do Garca.Jor


terça-feira, 14 de julho de 2020

Vera Cruz: mulher é detida depois de desferir cinco facadas no marido

A Polícia Militar prendeu em flagrante uma mulher de 27 anos, indiciada por tentativa de homicídio contra o marido, da mesma idade, na noite desta segunda-feira, 13 de julho, em Vera Cruz.
O caso teria se passado na rua José Godói próximo das 22h. A reportagem apurou que foram desferidas ao menos cinco facadas contra o homem, duas no tórax e três nas costas, mas a faca utilizada não foi encontrada.
A mulher afirmou aos policiais que atenderam a ocorrência que teve uma discussão com o marido, que passou a agredi-la. Ela alegou que utilizou a faca para se defender.
Os policiais militares deram voz de prisão, que foi confirmada pelo delegado responsável pelo plantão. A mulher teria contado que se desfez da faca, mas não apontou o local.
Houve solicitação de perícia no endereço em que tudo aconteceu e a Polícia Civil investiga o caso, que foi registrado inicialmente como tentativa de homicídio e violência doméstica.
O homem foi levado ao Hospital das Clínicas de Marília e seu estado de saúde era considerado estável.

Fonte: Marília Notícia


Operação policial contra facção em presídios faz ação em Álvaro de Carvalho

Uma operação da Polícia Civil do Estado de São Paulo atinge pelo menos 11 cidades nesta terça-feira em combate a uma facção criminosa que atua em presídios. Envolve medidas na penitenciária de Álvaro de Carvalho.
Coordenada a partir de investigações realizadas em Barretos, a força-tarefa cumpre mandados dentro e fora de presídios.
Foram emitidos 36 mandados de busca e 28 de prisão. Os investigados são acusados de organização criminosa, tráfico de drogas e associação para o tráfico.
A operação é resultado de uma prisão realizada em 2019 quando um homem apontado como líder da facção foi encontrado com documentos que apontaram valores e nomes de envolvidos na compra e venda de drogas.
A operação mobiliza pelo menos cem policiais civis das regionais de Ribeirão Preto, Bauru e Araçatuba, além das equipes de Barretos.
As buscas envolvem Barretos, Guaíra e Jardinópolis, além de presídios em Ribeirão Preto, Serra Azul, Guariba, Taiúva, Balbinos, Reginópolis, Álvaro de Carvalho e Andradina.

Fonte: Giro Marília


Briga por biqueira faz com que rapaz seja ferido na zona rural de Marília

Um rapaz de 25 anos foi levado ao hospital depois de ser esfaqueado na noite de segunda-feira, 13 de julho, na zona rural de Marília.
Segundo a polícia militar, a vítima foi levada pelo Samu ao Hospital das Clínicas da cidade, com perfuração no abdômen e ferimento na mão esquerda.
A Polícia Civil informou que o homem estava em estado grave. De acordo com a unidade, o paciente foi atendido no pronto-socorro com ferimentos superficiais e recebeu alta.
Segundo a PM, a mãe do rapaz contou aos policiais onde o suspeito da facada morava e disse que a situação ocorreu devido a uma disputa de ponto de tráfico de drogas.
A ocorrência foi registrada como tentativa de homicídio na Central de Polícia Judiciária de Marília. A perícia esteve no local e a Polícia Civil informou que o suspeito foi identificado, mas não foi encontrado.

Fonte: G1


Resultado do Sisu do segundo semestre já está disponível no site

O resultado do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do segundo semestre de 2020 já está disponível no site oficial do Sisu. Para fazer consulta, o candidato deve informar o número de inscrição e a senha. O período para matrícula da chamada regular será de 16 a 21 de julho. O resultado foi divulgado na manhã desta terça-feira, 14 de julho, pelo Ministério da Educação (MEC).
Ao todo, mais de 814 mil inscrições foram feitas. Segundo o MEC, mais da metade desses estudantes – 424.991 mil – disputam 51.924 vagas ofertadas em 57 instituições públicas de educação superior do país.
Pela primeira vez, o Sisu oferece vagas na modalidade ensino a distância (EaD). Além de ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2019, os candidatos não podem ter zerado a redação. Quem fez o exame na condição de treineiro não pode participar.
De acordo com o edital do programa, a ordem dos critérios para a classificação de candidatos é a seguinte: maior nota na redação, maior nota na prova de linguagens, códigos e suas tecnologias; maior nota na prova de matemática e suas tecnologias; maior nota na prova de ciências da natureza e suas tecnologias e maior nota na prova de ciências humanas e suas tecnologias.
Quem não for selecionado nesta primeira chamada deverá manifestar o interesse em participar da lista de espera, por meio da página do Sisu na internet, entre hoje e 21 de julho.
A partir daí, a convocação começa a ser feita no dia 24 de julho pelas instituições para preenchimento das vagas em lista de espera. Os selecionados devem observar prazos, procedimentos e documentos exigidos para matrícula ou para registro acadêmico, estabelecidos em edital próprio da instituição, inclusive horários e locais de atendimento por ela definidos.

Fonte: Agência Brasil


Galeria Municipal vai mudar de endereço para dar lugar a CAC

Um tradicional espaço da cultura de Garça vai dar lugar a um projeto de atendimento à comunidade. A Galeria Municipal "Edith Nogueira Santos", que ao longo de vários anos foi o espaço para exposições, mostras, feiras e outras atividades majoritariamente artísticas, deixará de funcionar num ponto central e estratégico da cidade, na esquina das rua Minas Gerais e Barão o Rio Branco.
Esse local, que anteriormente foi a sede administrativa do Saae (Serviço Autônomo de Águas e Esgotos), passou a ser reformado há algumas semanas e estará sendo estruturado para receber o novo projeto.
Diante disso, a galeria deverá ser deslocada para uma área anexa ao Museu Histórico e Pedagógico de Garça. No prédio que até há pouco abrigava a Galeria, no segundo andar, funciona atualmente a Secretaria Municipal da Cultura, que também vai ser transferida para a nova área próxima do Museu.
No local em que hoje existe a Galeria "Edith Nogueira Santos" será implantado um equipamento denominado CAC (Centro de Atendimento ao Cidadão). Esse espaço será uma espécie de "poupatempo municipal", com diversos tipos de atendimento ofertados pela Prefeitura de Garça sendo ali concentrados.
Segundo a administração, o objetivo desse novo projeto seria garantir uma otimização de tempo para quem precisa de atendimento presencial em demandas variadas, como a obtenção de uma guia, a solicitação de atendimento da fiscalização, o protocolo de alguma demanda do Procon, alguma atividade relacionada ao Posto de Atendimento ao Trabalhador, entre várias outras demandas.
Nos últimos dias, 15 computadores que foram adquiridos recentemente chegaram ao almoxarifado da Prefeitura e esses equipamentos serão instalados no novo Centro de Atendimento. O segundo andar do prédio que passará a abrigar o CAC vai receber a sede da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, que hoje está instalada à rua XV de Novembro. As mudanças devem ser efetivadas até o final do ano.

Redação do Garca.Jor


Garça tem três novos casos de covid-19 e uma morte suspeita

A Secretaria Municipal de Saúde de Garça divulgou na tarde desta segunda-feira, dia 13, um novo boletim epidemiológico, que traz informações atualizadas sobre a situação da pandemia na cidade. Segundo o informativo, foram registrados mais três novos casos de covid-19 no município, subindo para 37 o número de pessoas infectadas pelo novo Coronavírus em Garça.
Os pacientes são duas mulheres e um homem. Das pacientes mulheres, uma tem 50 anos e a outra 19 anos de idade. Já o homem tem 27 anos e estava na relação de casos suspeitos. Todos estão bem e em isolamento domiciliar.
Outro dado preocupante é o registro de mais um óbito de garcense, que passa a ser investigado como suspeito de covid-19. Trata-se de um homem de 90 anos, que estava em isolamento domiciliar. Com essa nova atualização, a cidade tem um óbito confirmado e um suspeito.
O número de internações também aumentou. Nesta segunda-feira, três pacientes estão internados com suspeita da doença, sendo dois na UTI do Hospital das Clínicas de Marília e um paciente no Hospital São Lucas.
Ainda foi registrado no boletim epidemiológico o aumento do número de casos suspeitos, passando de 32 na sexta-feira, para 40 casos em investigação neste início de semana.

Redação do Garca.Jor


Rotarys de Garça comercializam macarronada em dia de "live"

O Rotary Club Distrito 4510 vai realizar uma "live" com foco na solidariedade. A ação será uma "Noite Italiana", com show de Ricardo Bombarda, showman com 25 anos de carreira e que já teve presença em diversos programas televisivos, além de ter centenas de gravações de clássicos musicais, principalmente em italiano e em inglês.
E para prestigiar essa "live", o Rotary Club de Garça, Rotary de Garça Real e Rotary Club de Garça Azul vão ofertar um acompanhamento especial. Uma deliciosa macarronada — ao molho parisiense ou bolonhesa — está sendo ofertada, ao custo de apenas R$ 30, sendo que os cupons já estão sendo comercializados pelos representantes dos três clubes de serviço.
A "Noite Italiana" ocorre no próximo dia 18 de julho, a partir das 19 horas, e a macarronada poderá ser retirada no mesmo dia, entre 16 e 18 horas, à rua José Augusto Escobar, 907, na sede do Rotary Real. Ao longo da "live" — que será transmitida no canal do Rotary Distrito 4510 no YouTube e na página desse clube no Facebook —, quem fizer doações por QR Code irá concorrer a um cruzeiro a ser realizado em 2021.

Redação do Garca.Jor


Bosque tem liberação de veículos e trailers podem atender por drive-thru

A prefeitura de Garça liberou o trânsito de veículos na região do lago artificial J.K. Williams, onde fica o bosque das cerejeiras. Com a medida, os trailers que ficam no local poderão atender no sistema drive-thru.
O acesso de veículos no parque estava proibido desde o dia 24 de junho para evitar aglomerações e a disseminação da covid-19. Agora os carros podem entrar no lago pela rua Ataliba Leonel, próximo à entrada do residencial Gran Villaggio.
Para o drive-thru, os motoristas devem passar pela rua e retirar os pedidos para consumir em casa. O estacionamento de veículos não está permitido. Para entender a dinâmica de funcionamento dos serviços na região, a prefeitura publicou um vídeo das interdições no local.

Fonte: G1


Marília Shopping retoma atividades com atendimento presencial, seguindo protocolos de segurança

Seguindo orientações de órgãos públicos e do Decreto Municipal 13060 de 10 de julho de 2020, o Marília Shopping informa que passa a atender presencialmente todos os dias das 15h às 19h. Já para atendimento Delivery ou Drive-Thru, os atendimentos permanecem funcionando em horário agendado entre 10h e 20h.
Para as operações da Praça de Alimentação, temporariamente os consumidores poderão fazer seus pedidos e retirá-los no balcão das lojas ou se preferirem também podem utilizar os sistemas Delivery ou Drive-Thru.
Para utilizar desse sistema, os consumidores se comunicam com as lojas através da Vitrine Virtual, bem como via WhatsApp onde são enviadas fotos e informações dos produtos de interesse como descontos exclusivos e facilidades no pagamento. Finalizado o pedido, as entregas acontecem pelos colaboradores das lojas ou se preferir, podem receber suas compras em casa.
Para receber a relação de lojas participantes nos serviços de Delivery ou Drive Thru, basta que os consumidores enviem uma mensagem para o WhatsApp do Marília Shopping no número (14) 99176-9826.
O Marília Shopping destaca que mantém todas as medidas de segurança cabíveis visando a segurança de clientes e colaboradores do empreendimento:
- Em caráter temporário, o acesso ao Shopping ocorrerá por duas Portarias: P1 (acesso pela Rua Tucunarés) e P3 (acesso pela Av. Sanches Cibantos),
- Aferição obrigatória de temperatura nos acessos ao empreendimento,
- A limpeza e higienização foram intensificada: banheiros, corrimãos, mesas, dutos do ar condicionado, elevadores, entre outros locais de uso comum;
- Nas áreas comuns a limpeza também contará com a pulverização de água ozonizada;
- Nos sanitários, mictórios encontram-se intercalados para a utilização;
- Piso das Portas de Entrada e Caixas Eletrônicos, foram sinalizados com a distância de segurança entre os clientes;
- Bebedouros, lounge e bancos com utilização suspensa temporariamente;
- Displays e dispensers de álcool 70% estão dispostos por todo o Marília Shopping;
- Para empréstimo de cadeiras de rodas, o cliente deverá acionar um segurança para que providencie a esterilização e entrega da mesma ao solicitante;
- Uso obrigatório de máscaras para todos os frequentadores;

Redação do Garca.Jor


Setor de segurança tem alta de 40% na busca por tecnologia inteligente

A procura por soluções de segurança voltadas às novas demandas surgidas com a pandemia da covid-19 aumentou 40%, segundo pesquisa da Associação Brasileira das Empresas de Segurança Eletrônica (Abese), feita entre indústrias, distribuidores e prestadores de serviço de todo o país nos meses de abril e maio. O estudo ouviu 227 empresas, o que equivale a cerca de 2% do setor, e mostrou que, entre as tecnologias mais buscadas, estão o reconhecimento facial e as câmeras térmicas.
Elas representavam, antes da pandemia, 6,2% das vendas do segmento e eram utilizadas principalmente para segurança. Depois do início da quarentena, a comercialização desse equipamento aumentou para 13,7%. Isso se deve ao fato de que esse equipamento é capaz de identificar indivíduos com temperatura acima de 37,8°C, mostrando quadro de febre, um dos sintomas da covid-19.
No caso das câmeras com reconhecimento facial, o crescimento foi de 12,3%, em função das exigências dos novos protocolos sanitários e da necessidade de evitar interações dentro de condomínios residenciais e empresas, já que esse tipo de equipamento funciona de forma autônoma, identificando as pessoas e possibilitando maior segurança em locais de acesso restrito.
Segundo a pesquisa, houve aumento de 20% na procura pela portaria remota, uma ferramenta que permite o atendimento em condomínios e empresas a distância.
Os empresários (17,6%) também responderam que houve expansão no segmento residencial, principalmente das soluções de monitoramento a distância de casas de veraneio que ficaram vazias devido às regras do isolamento social.
Segundo a presidente da Abese, Selma Migliori, com o aumento da procura desse tipo de solução o setor tem procurado aprimorar o que já existia, colocando ferramentas mais eficazes e lançando produtos que, em sua avaliação, devem ajudar em todo o processo a partir do próximo ano.
“Temos que dar destaque para as tecnologias que, de alguma forma, colaboram com esse momento da pandemia. Antigamente, as câmeras térmicas eram utilizadas com outras finalidades pelo Exército, e, nesse momento, a indústria começou a adequar essa tecnologia para a necessidade atual, para auxiliar grandes empreendimentos principalmente na retomada das atividades”, disse ela.
Acrescentou que, devido a essa procura, 65,2% das empresas não demitiram nenhum funcionário e 20,3% contrataram novos colaboradores durante o mesmo período.
“Por isso, percebemos que é um setor realmente essencial nesse momento no sentido de implantar tecnologias que colaborem com o cenário atual. Não houve crescimento de negócios durante a pandemia, mas há uma demanda reprimida e há indícios de futuras implantações. A expectativa é de aumento na procura e na implantação, gerando crescimento”.
A pesquisa indica, também, que há novas oportunidades de vagas para o setor: 7,9% dos entrevistados afirmaram que ainda não efetivaram as contratações, mas estão em busca de novos talentos. Entre as áreas com mais oportunidades estão: área técnica (39,6%), área comercial (27,8%) e marketing (11%).
Selma ressaltou que alguns dos empreendimentos - que costumam fazer planos de segurança em um determinado momento do projeto sem tanta preocupação quanto à previsão da tecnologia, como shopping centers, grandes indústrias, hospitais e supermercados - têm procurado prever essas ferramentas também para o entorno dos estabelecimentos e não só em seu interior.
“A segurança começa de fora. Por isso, entendemos que há essa demanda reprimida e, após a pandemia, o setor deve crescer ainda mais com esses negócios efetivados e com essa preocupação em garantir a segurança do acesso verificando pessoas que podem colocar em risco a saúde de outras” explicou.
Segundo a Abrese, o setor de segurança eletrônica é responsável por gerar mais de 250 mil empregos diretos e mais de dois milhões indiretos. Em 2019, o mercado de segurança eletrônica no Brasil faturou R$ 7,17 bilhões.

Fonte: Agência Brasil


segunda-feira, 13 de julho de 2020

Garça recebe exposição de orquídeas ao longo do próximo sábado

A cidade de Garça estará mais florida, perfumada e cheia de vida durante o próximo sábado, 18 de julho. Os apaixonados por plantas, flores e pelo verde vão poder aproveitar uma exposição de orquídeas com diversas espécies cultivadas na região. Centenas de espécies da plantas, incluindo tipos raros com cores exuberantes e formas encantadoras, serão apresentadas para serem apreciadas e adquiridas pelo público.
O Orquidário Portal das Orquídeas de Marília será o responsável por essa mostra na cidade, com a apresentação de um grande número de flores das mais variadas linhagens.
Mais de 25 mil espécimes de orquídeas já foram notificadas até hoje, sendo que o Brasil, devido ao clima, é um dos maiores produtores dessas flores. Tais espécimes se somam às incalculáveis variedades produzidas pelo homem ou naturalmente. Elas medram nos mais variados contextos, em climas quentes ou frios, secos ou úmidos e nas máximas e mínimas elevações.
Os visitantes da mostra obrigatoriamente deverão portar máscaras e somente três pessoas por vez poderão adentrar o recinto no qual as flores estarão expostas.

Serviço — A exposição de orquídeas em Garça ocorre no sábado, 18 e julho, das 09 às 17 horas, no espaço Paulino Orquídeas, localizado à rua Heitor Penteado, 606.

Redação do Garca.Jor


USP toma decisão inédita e expulsa jovem acusado de fraudar cotas raciais e sociais

Um estudante do curso de relações internacionais foi expulso da USP (Universidade de São Paulo) nesta segunda, 12 de julho, sob alegação de fraudar cotas raciais e sociais. Trata-se do primeiro julgamento de fraude da história da universidade em 193 anos de existência, embora outros casos tenham sido abertos para apuração.
Braz Cardoso Neto, 20, alegou ser pardo, ter ascendência negra e ser de baixa renda, mas falhou em comprovar a declaração. Cabe recurso à decisão, e o caso pode parar no Judiciário, segundo avaliaram membros do comitê. A decisão foi unânime.
À comissão responsável pelo julgamento, cujo processo demorou mais de um ano, o jovem enviou fotos de pessoas negras que alegou serem seus avós, mas não compartilhou com os membros do comitê dados que comprovassem parentesco. Além disso, a ascendência não é critério para inclusão na política de cotas da universidade, na qual pesa o fenótipo (aparência).
No âmbito social, o estudante alegou renda familiar de R$ 4.000 para quatro pessoas, sendo três responsáveis pela renda e uma dependente. No entanto, segundo investigação, o jovem viajava constantemente, inclusive para fora do país e, segundo oitivas de colegas de turma, seu meio de transporte era um carro particular.
À comissão, o jovem alegou utilizar transporte público para o trajeto para a universidade e que a viagem a Miami, registrada em fotos nas suas redes sociais, foi um presente à mãe.
O Coletivo de Negras e Negros do Instituto de Relações Internacionais da USP, responsável pela denúncia, anexou ao processo fotos do estudante que comprovariam a suposta incompatibilidade do padrão de vida do estudante com a renda declarada. O próprio estudante reconheceu a autenticidade das fotos anexadas.
O estudante teve amplo direito a defesa, segundo a universidade, mas não conseguiu comprovar a renda declarada para ingresso na instituição e não enviou ao comitê as declarações de renda na integra.
Braz Cardoso Neto ingressou no curso de relações internacionais em 2019 por meio do Sisu utilizando cotas raciais e sociais
No relatório que detalha a apuração e o caso, ao qual a Folha teve acesso, a comissão recomendou a expulsão do aluno da universidade por fraudar cotas raciais e sociais.
No entanto, os membros informam que, apesar de recomendarem a sua expulsão por fraudar a cota racial, reconhecem a validade da autodeclaração do estudante, mas citam que apenas a cor da pele não categoriza expressão racial parda.
O edital do Sisu de 2019, pelo qual o estudante ingressou na universidade, esclarece que "as cotas raciais destinam-se aos pardos negros e não aos pardos socialmente brancos, conclusão que demanda a observação da cor da pele associada às demais marcas ou características que, em conjunto, atribuem ao sujeito a aparência racial negra".
Ainda de acordo com o relatório, a comissão aponta que da mesma maneira que a ascendência branca não resguarda negros de sofrerem racismo, a ascendência negra não imputa a experiência do racismo ao estudante.
Procurado pela Folha o estudante disse que não comentaria o caso por orientação do seu pai, que o representa.

Fonte: Folha de São Paulo


Garça deve ter redução de temperatura a partir da terça-feira

A empresa Climatempo e o IPMET (Instituto de Pesquisas Meteorológicas) da Unesp, em Bauru, apontam aumento de nebulosidade e possibilidade de pancadas de chuva em Garça a partir de terça-feira, 14 de julho.
A mudança no clima é provada pela passagem de uma frente fria que pode provocar também queda de temperaturas na cidade e região.
Com previsão de 16º Celsius de mínima para esta segunda-feira, 13 de julho, pode chegar a 13º na quarta-feira, 15 de julho, após riscos de pancadas de chuva na tarde e noite da terça.
Não há previsão de ventos muito fortes. Na segunda os ventos devem atingir até 20 quilômetro por hora de velocidade, com 15 quilômetros por hora na terça e quarta.
A partir da sexta-feira, 17 de julho, Garç e região devem enfrentar dias abertos, com poucas nuvens e sol, e momentos de queda da umidade relativa do ar, que pode chegar a 30%.

Redação do Garca.Jor


Zoo de Garça participa com outras 18 instituições de curso de educação ambiental

Na próxima sexta-feira, 17 de julho, o zoológico de Garça e o Centro de Educação Ambiental do município serão destaque em um projeto de curso de férias que envolve outras 18 instituições espalhadas pelo país e que busca ressaltar atividades educativas on-line, em apoio à campanha educativa da Azab (Associação de Zoológicos e Aquários do Brasil). Intitulada “Somos Todos Primatas”, a ideia do curso foi da equipe de educação ambiental do Zoológico de Bauru, que  propôs um projeto de ensino à distância a vários zoos e aquários do Brasil.
A atividade a ser proposta e apresentada pelo zoo de Garça tem o título "Desenhando com as sombras" e é voltado para um público alvo a partir dos cinco anos de idade, estimulando a criatividade e a percepção do meio ambiente usando como tema norteador o habitat e os hábitos do bugio (Aloutta caraya).
Ao longo da atividade, um vídeo será apresentado, destacando o tema da atividade e também as dependências do zoo local. "O vídeo que tem, além dos macacos do bosque, crianças de Garça participando, está sendo produzido pela Prefeitura e irá mostrar as características da espécie, utilizando-se também de uma oficina de desenho com sombras para estimular as crianças a aprender sobre a natureza de forma lúdica e divertida", explicou a bióloga Érika Buchignani, do Centro de Educação Ambiental.
Todas as atividades serão postadas na Fanpage criada para o curso de férias, compartilhadas  nas  mídias sociais  das instituições participantes e também disponibilizadas para escolas utilizarem de maneira curricular ou extracurricular no período teoricamente de férias ou durante o ano letivo.
“Espera-se que, com a união das instituições, seja amplo o alcance das atividades, já que a diversidade de conhecimento oferecido oportuniza novos aprendizados, tanto para as crianças e jovens, quanto para os educadores que realizarão uma grande troca de conhecimento”, apontou a bióloga do Zoológico de Bauru, Samantha Bittencourt.

Serviço — A apresentação do zoo de Garça no curso "Somos Todos Primatas" estará disponível a partir das 10 horas do dia 17 de julho, na página "Curso de Férias de Educação Ambiental" no Facebook.

Fonte: Jornal Debate


Sorteio das casas do Jardim "João Serapião" ocorre na próxima quinta pela internet

Os contemplados com as 124 casas que comporão o Jardim "João Serapião", que se encontra em construção na região do Jardim dos Eucaliptos, vão ser conhecidos na próxima quinta-feira, 16 de julho. Nesse dia, a partir das 14h30, a CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano) irá realizar o sorteio entre os inscritos, com a identificação também dos suplentes. O sorteio será auditado e transmitido ao vivo pelas páginas da CDHU e da "Habitação São Paulo" no YouTube e também no Facebook.
Os sorteados receberão comunicado da CDHU por e-mail e SMS avisando que foram contemplados. A fase seguinte será uma entrevista na sede da Secretaria Municipal de Habitação e Mobilidade Urbana, com horário marcado. Todos os detalhes serão divulgados após a realização do sorteio.
A  CDHU recebeu em torno de 7 mil inscrições de garcenses que pleiteiam uma das unidades habitacionais do novo bairro. Do total de casas, 10% são destinadas às famílias com renda mensal entre 5,01 e 10 salários mínimos, 7% às pessoas com deficiência, 5% aos idosos e 4% aos policiais ou agentes penitenciários.
Além de morar ou trabalhar no município há pelo menos cinco anos, os interessados que fizeram as inscrições deveriam ter renda familiar de um a dez salários mínimos, não ser proprietário de imóvel, não possuir financiamento habitacional e não ter sido atendido anteriormente por programas habitacionais. Policiais devem trabalhar na cidade, idosos devem comprovar idade mínima de 60 anos e indivíduos sozinhos, 30 anos ou mais.
As casas terão dois dormitórios, sala, cozinha, banheiro, lavanderia, distribuídos em 56,67 metros quadrados de área útil. O empreendimento é viabilizado pela CDHU em parceria com a Prefeitura de Garça. O financiamento dos imóveis seguirá as novas diretrizes da Política Habitacional do Estado, que preveem juros zero para famílias com renda mensal de até cinco salários mínimos. Para as famílias com renda acima de cinco salários, o financiamento terá taxa de juros de 4% ao ano.
Assim, as famílias pagarão praticamente o mesmo valor ao longo dos 30 anos de contrato, que sofrerá apenas a correção monetária calculada pelo IPCA (Índice de Preços do Consumidor Amplo), o indicador oficial do IBGE. As parcelas são calculadas levando-se em conta a renda das famílias, que podem comprometer, no máximo, 20% dos rendimentos mensais com as prestações.

Valor do ITBI — Os contratos de financiamento habitacional passam a ter novidade: a inclusão do valor do ITBI (Imposto Sobre Transmissão de Bens Imóveis) e dos custos cartoriais nos novos contratos de financiamento imobiliário. A decisão foi anunciada pela Caixa Econômica Federal.
Até então, esses valores eram pagos pelo mutuário de forma unilateral. A partir de agora, com a medida, a Caixa apresenta como possibilidade o financiamento para o pagamento do ITBI e custos cartoriais dentro do contrato habitacional. Isso deverá aliviar as despesas das famílias, já que muitas apresentam dificuldades para arcar com os custos cartoriais e ITBI advindos do financiamento de imóveis.
A inclusão do ITBI e dos custos cartoriais já está valendo para novos contratos de financiamento assinados em todas as agências. Porém, a inclusão dessa inovação vale apenas quando os custos não ultrapassem 5% do valor financiado pelo cliente para operações contratadas com recursos da poupança, ou 4% no caso de imóveis financiados com recursos do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço).

Fonte: Jornal Debate


Washington Redskins anuncia que vai mudar de nome

Uma das maiores franquias da Liga de Futebol Americano nos Estados Unidos (NFL, na sigla em inglês) vai mudar de nome. Em comunicado oficial, o Washington Redskins anunciou nesta segunda-feira, 13 de julho, que vai mudar o nome e o escudo após uma revisão completa da marca.
A possível mudança de nome do Washington Redskins não é novidade. Há décadas que ativistas fazem campanha contra o que se considera uma perpetuação de estereótipos negativos dos povos nativos da América do Norte. O argumento é que Redskins (peles vermelhas, em tradução livre) traz conotação preconceituosa e remete à época de extermínio de indígenas por mercenários.
A pressão para a mudança aumentou muito nos últimos dias, principalmente após a morte de George Floyd. A FedEx, principal patrocinadora dos Redskins, teria exigido a mudança do nome e do logotipo. Outras patrocinadoras, como Pepsi e Nike, também estariam pressionando a franquia.
Em 2013, o presidente do Washington Redskins, Dan Snyder, chegou a afirmar que nunca mudaria o nome do time. Porém, o comunicado desta segunda-feira (13) confirmou a alteração.
“Em 3 de julho, anunciamos o início de uma revisão completa do nome desta equipe. Como parte desse processo, queremos manter nossos patrocinadores, fãs e comunidade informados de nosso pensamento à medida que avançamos. Hoje, anunciamos que retiraremos o nome e o logotipo dos Redskins após a conclusão desta revisão. Dan Snyder e o técnico Rivera [Ron Rivera, técnico da equipe] estão trabalhando em estreita colaboração para desenvolver uma nova abordagem de nome e design que vai melhorar nosso orgulho e tradição da nossa rica franquia e vai inspirar nossos patrocinadores, fãs e comunidade pelos próximos 100 anos”.
A franquia nasceu em 1932, na cidade de Boston (Massachusetts) com o nome de Boston Braves. No ano seguinte, passou para Boston Redskins. Em 1937, a equipe se mudou para Washington e, desde então, passou a adotar o nome Washington Redskins.

Fonte: Rádio Nacional do Rio de Janeiro


Homem é morto a tiros em Ubirajara; criminoso fugiu

Um homem de 24 anos foi morto a tiros na noite deste domingo, 12 de julho, em Ubirajara. Segundo a Polícia Militar, ele foi encontrado caído no quintal da casa dele.
Uma testemunha relatou à polícia que viu quando um homem disparou contra a vítima e fugiu por um matagal.
Caique Vieira Santos chegou a ser socorrido e levado para o hospital de Duartina, mas não resistiu aos ferimentos.
Até a manhã desta segunda-feira (13) ninguém tinha sido preso. A polícia investiga o caso.

Fonte: G1


Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 44 milhões na terça-feira

Nenhum apostador acertou as seis dezenas do Concurso 2.278 da Mega-Sena sorteadas no sábado, 11 de julho, no Espaço Loterias Caixa, em São Paulo. Com isso, o prêmio para o próximo concurso, que ocorrerá, excepcionalmente, na terça-feira, 14 de julho, está estimado em R$ 44 milhões. Os números sorteados foram 08, 17, 34, 37, 43 e 45.
Já a quina teve 98 apostas vencedoras que vão receber, cada uma, R$ 35.640. A quadra teve 6.533 apostas vencedoras e paga prêmio de R$ 763 a cada.
Tradicionalmente, a Mega-Sena tem dois sorteios semanais, aos sábados e quartas-feiras. Em julho, no entanto, a Caixa promove a mega semana das férias, com três concursos na próxima semana, que ocorrerão na terça-feira, quinta-feira (16) e sábado (18).
As apostas para o próximo concurso da Mega-Sena podem ser feitas até as 19h de terça-feira. Um jogo simples, de seis números, custa R$ 4,50. Quanto mais números marcar, maior o preço da aposta e maiores as chances de faturar o prêmio mais cobiçado do país.

Fonte: Agência Brasil


Tupã constata surto de covid-19 em asilo, com 24 casos

A Prefeitura de Tupã realizou neste fim de semana uma operação de emergência para tentar conter um surto de covid-19 em um asilo, a Casa Emanuel, mantido por uma entidade. Foram detectados 24 casos positivos, sendo que 12 pessoas estão internadas (três na UTI) e uma já morreu. O local foi interditado e os internos transferidos para um novo prédio.
De acordo com o prefeito Caio Aoqui (PSD), no domingo pela manhã as equipes da Vigilância Epidemiológica fizeram uma testagem em massa no asilo, quando foi descoberto o surto.
Dos 75 exames realizados, 24 deles apresentaram resultados positivos, sendo 15 entre os internos (dos 46 idosos) e nove em funcionários (dos 29 que trabalham no local)
Do total de notificações positivas, 12 pacientes estão internados na Santa Casa de Tupã, sendo nove na enfermaria e três na UTI. A Prefeitura confirmou nesta segunda-feira que um idoso morreu, mas ainda não há mais informações sobre essa vítima
O asilo, mantido por uma entidade, foi interditado. Diante da gravidade do caso, a prefeitura fez uma operação emergencial para transferir todos os idosos para o prédio onde funcionava um antigo hospital psiquiátrico que foi totalmente limpo e higienizado, além da compra de novos cobertores, colchões e demais equipamentos.
Os idosos foram separados por homens e mulheres, além de uma ala onde estão isolados aqueles casos positivos para covid-19, mas que não precisaram de internação.

Fonte: OCNet


Polícia Civil de Maracaí prende suspeito de estupro

A Polícia Civil de Maracaí prendeu um homem pela prática de crime grave de tentativa de estupro, ocorrido no final do ano passado.
A prisão se deu após instauração de inquérito e apuração das circunstâncias que envolveram a ocorrência, bem como o autor do crime.
Alguns objetos encontrados no local do crime foram devidamente apreendidos e serviram para a identificação e localização do indiciado, que ficou foragido da cidade de Maracaí por um período, mas após sua localização foi ouvido e negou a autoria do estupro.
Apesar da negativa, todos os elementos de prova indicaram que, de fato, teria tentado praticar crime contra a dignidade sexual e foi preso preventivamente.

Fonte: AssisCity


sexta-feira, 10 de julho de 2020

SP 294 recebe obras de recape na região até domingo

Obras de recuperação de pavimento estão sendo realizadas na rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP 294), nas regiões de Bauru e Marília.
Até domingo, 12 de julho, as intervenções estão programadas em dez municípios. Diariamente, os serviços são executados das 07 às 18 horas. Equipes da Eixo SP estão posicionadas nos trechos de Bauru, Piratininga, Avaí e Duartina, entre os quilômetros 347 e 380; do km 381 ao 428, em Garça, Gália e Vera Cruz; e em Marília, do km 428 ao 451.
"São operações das frentes de trabalho preparadas para colocar em prática os investimentos iniciais que irão transformar as rodovias da região logo nos meses iniciais da concessão. Toda esta intensa movimentação de máquinas e homens, no entanto, demanda a compreensão e os cuidados de motoristas que transitam pelo corredor Eixo SP", afirmou José Geraldo de Andrade, superintendente de Obras da concessionária.

Fonte: Jornal da Cidade de Bauru


O vírus que escancara a desigualdade nossa de cada dia

Ralphe Manzoni Jr.

Que o Brasil é um país desigual, isso é um lugar comum. Mas o Sars-Cov-2, nome oficial do novo coronavírus, parece que samba na nossa cara mostrando essa realidade de uma maneira atroz.
Os números gerais mostram que milhares de brasileiros perderam a vida pelo novo coronavírus. Eram mais de 60 mil, quando esse artigo estava sendo escrito. Isso apenas segundo os dados oficiais. Na realidade, devem ser muito mais por conta da enorme subnotificação de casos e mortes. Milhares de brasileiros já foram infectados. E outros milhares ainda serão ao longo dos próximos meses.
Mas quando deixamos de lado a grande fotografia das estatísticas do coronavírus e passamos a analisar os detalhes, os dados mostram, de forma nua e crua, a desigualdade atávica do Brasil. É como um tapa na cara. Não que seja surpreendente. Mas, dessa vez, está desenhado para todo mundo entender.
Uma pesquisa financiada pelo Instituto Semeia, grupo Fleury, Ibope Inteligência e Todos pela Saúde traz cores vivas a esse cenário trágico que afeta as classes mais pobres do Brasil.
Realizada no município de São Paulo, ela colheu 1.183 amostras de sangue dos participantes, divididos em 115 setores da cidade. Em cada um deles, foram sorteadas 12 residências e os moradores convidados a participar do estudo.
Basicamente, os pesquisadores pediam aos moradores para responder um questionário e para fazer uma exame de sangue para medir a quantidade de anticorpos do Sars-Cov-2. A coleta foi feita de 15 a 24 de junho.
Os resultados, divulgados nesta semana, mostraram que 11,4% dos paulistanos têm o anticorpo do vírus. Portanto, tiveram a Covid-19. É um dado impressionante por si só. Mas ele é ainda pior quando analisado sob outros ângulos.
Um exemplo: a soroprevalência da metade mais pobre da população é 2,5 vezes maior do que da metade mais rica (16% versus 5%). Mas não é apenas isso.  Os indivíduos que não completaram o ensino fundamental foram 4,5 mais contaminados pelo novo coronavírus do que aqueles que terminaram o ensino superior (22,9% versus 5,1%).
A soroprevalência é 2,5 vezes maior nos participantes que se identificaram como pretos do que nos brancos (19,7% versus 7,9%). E, por fim, os participantes que vivem em habitações com cinco ou mais indivíduos tiveram contato com o vírus quase duas vezes maior do que aqueles que habitam com um ou dois indivíduos (15,8% versus 8,1%)
A conclusão do estudo é inequívoca. “A epidemia de SARS-CoV-2 no município de São Paulo pode ser entendida como sendo duas epidemias com dinâmicas de propagação distintas, refletindo a desigualdade social presente no município.”
Empiricamente, acreditava-se que essa dinâmica acontecia. Afinal, a maioria das pessoas dos bairros mais pobres não pôde ficar em casa se protegendo do vírus. Portanto, estavam mais suscetíveis ao contágio. Não saíram de casa porque queriam. Ao contrário. Precisavam trabalhar porque suas rendas, em muitas casos, despencaram.
Um estudo divulgado pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) aponta que a renda de trabalhadores informais foi a mais afetada pelos efeitos da pandemia, com diminuição de 40% do valor habitual.
No setor privado, os trabalhadores com carteira assinada receberam 92% do salário habitual. Já os não registrados ganharam somente 76% do valor de costume. Os funcionários públicos contratados no regime da CLT perderam 4% da renda, enquanto que militares e estatutários, somente 2%.
Muito se fala do novo normal, numa referência de como vai ser a vida das pessoas e das empresas quando a Covid-19 passar. Em geral, comenta-se sobre a aceleração do processo de digitalização da sociedade e do aumento da solidariedade entre os brasileiros. De fato, são tendências que devem se materializar.
Mas eu gostaria que o novo normal fosse uma valorização de serviços públicos com o Sistema Único de Saúde, o SUS, que apesar de todos os seus problemas e limitações impediu uma tragédia ainda maior no Brasil.
O personagem Macunaíma, do escritor Mário de Andrade, dizia que “pouca saúde e muita saúva, os males do Brasil são”. Quase um século depois de o livro ser publicado, muitas coisas mudaram no Brasil. Mas ainda falta saúde à população. Se quisermos encarar nossos reais problemas, precisamos começar a combater a desigualdade nossa de cada dia.
Como diria Macunaíma, com sua indefectível ironia: “Ai que preguiça!”

Ralphe Manzoni Jr. é jornalista.


Empresários ligados ao MBL são presos em investigação de lavagem de dinheiro em SP

Dois empresários ligados ao Movimento Brasil Livre (MBL) foram presos na manhã desta sexta-feira, 10 de julho, em São Paulo em uma investigação contra lavagem de dinheiro, segundo o Ministério Público. O grupo nega relação com eles. A operação é realizada em parceria com a Polícia Civil e a Receita Federal.
De acordo com o MP, os presos Alessander Mônaco Ferreira e Carlos Augusto de Moraes Afonso (conhecido como Luciano Ayan) são investigados por lavagem de dinheiro e ocultação de patrimônio. O órgão afirma que a família Ferreira dos Santos, criadora do MBL, deve cerca de R$ 400 milhões em impostos federais. A sede do movimento, na Vila Mariana, Zona Sul de São Paulo, é alvo de buscas.
No entanto, o Ministério Público não esclarece a relação da suposta lavagem de dinheiro praticada pelos presos com a dívida de R$ 400 milhões do criador do movimento.
Em nota, o MBL afirma que Alessander e Carlos Augusto nunca foram membros do movimento e diz que as atividades empresarias e familiares dos fundadores do MBL são anteriores ao próprio Movimento e não possuem qualquer vinculação. (leia a íntegra abaixo).
Ao todo, são cumpridos seis mandados de buscas e apreensão e dois de prisão na cidade de São Paulo e em Bragança Paulista, no interior do estado.
Os presos vão ficar detidos no 2º DP, do Bom Retiro, Centro de São Paulo.
A operação chamada de "Juno Moneta" faz referência ao antigo templo romano onde as moedas romanas eram cunhadas.
Cerca de 35 policiais civis do Departamento de Operações Policiais Estratégicas (DOPE) e 16 viaturas participam da operação.
De acordo com o Ministério Público de São Paulo, existe uma "confusão jurídica empresarial" entre as empresas Movimento Brasil Livre (MBL) e Movimento Renovação Liberal (MRL). O MBL disse, em nota, que "não existe confusão empresarial entre Movimento Brasil Livre e Movimento Renovação Liberal, haja vista que o MBL não é uma empresa, mais sim uma marca, sob gestão e responsabilidade do Movimento Renovação Liberal - única pessoa jurídica do Movimento".
A Promotoria diz que as doações não teriam sido depositadas diretamente na conta do movimento e que ocorreram de forma suspeita através de uma plataforma de pagamentos pela internet.
Segundo o MP, Alessander Monaco Ferreira é investigado por grande movimentação financeira e incompatível, além da criação e sociedade em duas empresas de fachada. Ele teria realizado doações suspeitas ao movimento através da plataforma Google.
O documento cita que Ferreira viajou mais de 50 vezes para Brasília, entre julho de 2016 a agosto de 2018 para o Ministério da Educação com objetivos não especificados. Ele foi contratado pelo governo estadual de São Paulo para trabalhar na Comissão de Avaliação de Documentos e Acesso da Imprensa Oficial do Estado (CADA).
Ainda de acordo com o MP, Carlos Augusto de Moraes Afonso, conhecido como Luciano Ayan, é investigado por ameaçar aqueles que questionam as finanças do MBL e disseminação de "fake news". Ele também teria criado quatro empresas de fachada com indícios de movimentação financeira incompatível, segundo a Receita Federal.
Inicialmente, o MBL divulgou a nota abaixo:
"Alessander Monaco Ferreira e Carlos Augusto de Moraes Afonso não são integrantes e sequer fazem parte dos quadros do MBL. Ambos nunca foram membros do movimento. Uma notícia veiculada de maneira errônea por um portal criou tal confusão."
Posteriormente, o movimentou divulgou um segundo posicionamento.
"Em que pese as alegações amplamente difundidas pela imprensa e até mesmo pelo Ministério Público quanto a ligação do senhores Alessander Mônaco Ferreira e Carlos Augusto de Morais Afonso, vulgo Luciano Ayan com o MBL, inicialmente cumpre esclarecer que ambos jamais fizeram parte do movimento.
Importa destacar que não existe confusão empresarial entre Movimento Brasil Livre e Movimento Renovação Liberal, haja vista que o MBL não é uma empresa, mais sim uma marca, sob gestão e responsabilidade do Movimento Renovação Liberal - única pessoa jurídica do Movimento - o que é fato público e notório, inclusive posto publicamente em inúmeros litígios onde a entidade figura como autora e até mesmo Requerida.
Chega a ser risível o apontamento de ocultação por doações na plataforma Google Pagamentos, haja vista que todas as doações recebidas na plataforma públicas, oriundas do YouTube e vulgarmente conhecidas como “superchats”, significando quantias irrisórias, feitas por uma vasta gama de indivíduos de forma espontânea. Sob o aspecto lógico, seria impossível realizar qualquer espécie de ocultação e simulação fiscal por uma plataforma pública e com quantias pífias.
Por fim cumpre esclarecer que as atividades empresariais e familiares dos fundadores do MBL são anteriores ao próprio Movimento e não possuem qualquer vinculação, haja vista que não possuem qualquer conexão ou convergência de finalidade. Com o respeito e acato ao órgão ministerial, importa esclarecer que as assertivas apontadas quanto ao MBL são completamente distantes da realidade, tratando-se de um devaneio tolo, totalmente despido de sustentação fática e legal com a única finalidade de macular a honra de um movimento pautado nos pilares da ética, da moral e da liberdade."

Fonte: G1


Morre o primeiro-ministro e candidato presidencial da Costa do Marfim

O primeiro-ministro da Costa do Marfim e candidato do partido no poder para as eleições presidenciais de outubro, Amadou Gon Coulibaly, morreu em Abidjan, aos 61 anos, anunciou o secretário-geral da Presidência na televisão estatal.
"Com muita dor, anuncio que o primeiro-ministro Amadou Gon Coulibaly, chefe do governo, nos deixou no início da tarde, depois de participar da reunião de gabinete", disse Patrick Achi, lendo uma declaração do presidente Alassane Ouattara.
Amadou Gon Coulibaly, conhecido como "AGC", havia retornado da França há apenas uma semana, após dois meses de internamento por problemas cardíacos.
"Presto homenagem ao meu jovem irmão, meu filho Amadou Gon Coulibaly, que foi um dos meus colaboradores mais próximos por 30 anos. Celebro a memória de um estadista de grande lealdade, devoção e amor pelo país", disse o presidente em sua declaração.

Fonte: Jornal Estado de Minas


quinta-feira, 9 de julho de 2020

Acidente entre carro e caminhão deixa um morto em estrada em Ocauçu

A colisão entre um carro e caminhão matou o produtor rural Dario Ênio Cabrini Júnior, de 60 anos, na quarta-feira, 08 de julho, na BR 153, em Ocauçu.
O gravíssimo acidente aconteceu por volta das 18h30 quando a Polícia Rodoviária Federal foi acionada no quilômetro 280 + 900 metros. De acordo com a Polícia, um caminhão e um carro haviam batido.
O motorista do caminhão seguia no sentido Marília/Ocauçu. Nesse instante, Cabrini Júnior entrou na rodovia Transbrasiliana em marcha ré. O condutor do caminhão não teve tempo de desviar e evitar a colisão transversal com o automóvel que rodopiou na pista e só parou do outro lado da rodovia.
O produtor morreu ainda no local do acidente. A perícia esteve no local colhendo informação para o laudo que deverá ficar pronto no prazo de 30 dias

Fonte: Visão Notícias


Atualização: prefeito da capital da Coreia do Sul é encontrado sem vida

O prefeito de Seul, Park Won-soon, foi encontrado morto nesta quinta-feira, 09 de julho. A informação é da Yonhap, principal agência de notícias da Coreia do Sul.
Segundo relatos, ele teria saído da residência oficial por volta de 10h40, usando um chapéu preto e uma mochila. A filha do prefeito acionou a polícia às 17h17 locais (5h17 de Brasília), que achou uma mensagem do pai semelhante a um testamento, sugerindo que ele poderia estar planejando suicídio. O telefone dele foi desconectado.
De acordo com a Younhap, a polícia organizou uma operação de busca maciça, na qual participaram 150 agentes, além de drones e cães.
A prefeitura da cidade disse que Park Won-soon não chegou ao trabalho hoje e cancelou todos os compromissos.
Won-soon servia como prefeito desde 2011. Em junho do ano passado, ele foi reeleito para um terceiro mandato.

Fonte: DCM