segunda-feira, 30 de dezembro de 2019

Mulher mata marido que tinha meia restritiva e grava vídeo

Uma mulher foi presa após atropelar e matar o ex-marido em Ituverava, município a 413 km da capital paulista, no último sábado, 28 de dezembro. A suspeita confessou o crime em um vídeo exposto nas redes sociais.
"Acabou. Quem achou que eu não teria coragem, acabou”, diz a mulher no início do vídeo. Em seguida, questiona: "sabe onde está o Adriano Alemão? Debaixo do meu carro, morto”.
A suspeita afirma que o homem lhe ameaçava. "Ele falou que eu não ia amanhecer viva. A gente pede socorro para a família e ninguém faz nada”, conta – depois confessa que matou o ex-marido "porque ele falou que eu ia morrer”.
Em seguida, diz que amava a vítima e, por isso, iria chorar. "Mas não de arrependimento. Ele me fez sofrer. Ele acabou com a minha vida”, reconhece.
"Na hora que eu precisei dele, ele estava na rua, usando droga, ameaçando os outros”, relata. Nesse momento, uma viatura da Polícia Militar se aproxima e a mulher grita: "é aqui, estou viva”. "Ele veio para me matar. Eu vou para a cadeia com honra e gloria”, emenda. "Tá feito. Já era”.
Antes de atropelar e matar o homem, a mulher diz que ele havia quebrado seu carro. Pelas imagens, é possível ver o para-brisa danificado. Ainda segundo o vídeo, a suspeita alega que tinha medida protetiva contra o ex-marido.
De acordo com a delegacia de Ituverava, a mulher passou por audiência de custódia neste domingo (29) e encaminhada para a penitenciária.

Fonte: R7


Nenhum comentário:

Postar um comentário