quarta-feira, 11 de dezembro de 2019

Idoso morre após acreditar em golpe do falso sequestro em Marília

Um professor de 41 anos e o seu pai, um idoso de 66 anos, foram vítimas de extorsão no Jardim São Francisco, em Marília. O idoso ficou tão nervoso que passou mal e morreu. O caso aconteceu em 01 de dezembro, mas foi registrado somente na terça-feira, 10 de dezembro, na Polícia Civil.
De acordo com o Boletim de Ocorrência, na data dos fatos por volta de 11h a vítima de 66 anos recebeu uma ligação de um número desconhecido dizendo que sua filha havia sido sequestrada e queriam dinheiro para libera-la, caso contrário ela seria assassinada.
O professor declarou no BO que os autores passaram a exigir de seu pai a quantia de R$ 5 mil que deveria ser depositada em uma conta.
No momento em que eles se dirigiam para uma agência bancária, para realizar a transferência, o idoso passou mal e perdeu a consciência.
Diante disso, o professor pegou o celular e passou a conversar com os supostos sequestradores que diziam ser integrantes do PCC e exigiam dinheiro para não matar sua irmã.
O professor se dirigiu até a Prontomed para que o pai passasse por atendimento médico e em seguida transitou por mais algumas vias da cidade.
Por meio de aplicativo fez duas transferências bancárias nos valores de R$ 2 mil e R$ 1.700 para os supostos sequestradores.
Após realizar as transferências, um familiar entrou em contato com a irmã dele que informou não ter sido sequestrada e que estava em um ônibus a caminho de Marília.
Por volta de 12h20, o pai do professor faleceu em decorrência de infarto que teria sido causado devido o trauma que sofreu.
O caso foi registrado na Central de Polícia Judiciária (CPJ) como extorsão e será investigado.

Fonte: Marília Notícia


Nenhum comentário:

Postar um comentário