segunda-feira, 4 de novembro de 2019

Prepare o bolso: contas do Saae vão ser reajustadas no início de 2020

Não bastasse a crise, as contas públicas continuam a pressionar a vida do cidadão. Exemplo disso é a cobrança de água e esgoto do Saae (Serviço Autônomo de Águas e Esgotos). O novo ano que se aproxima vai ser iniciado com mais um reajuste no valor dos serviços da autarquia. Os montante mais altos a serem sentidos nos bolsos de todos os garcense começarão a valer a partir de 10 de janeiro de 2020.
A tarifa mínima, referente a um consumo de até dez metros cúbicos de água, irá para R$ 40,70, aumento de 3,04%, ao passo que, quem tem de arcar com o valor do hidrômetro, a tarifa mínima chegará a R$ 41,90. Quem consome acima dos dez metros cúbicos passa a pagar valores mais altos, de acordo com uma tabela pré-definida pelo Saae:
De 11 a 20 metros cúbicos de consumo, o excedente será de R$ 2,85 por metro cúbico. Consumo de 21 a 30 metros, tem excedente em R$ 5,55 por metro. De 21 a 40 metros, o adicional fica em R$ 7,25 por metro, ao passo que a cobrança por metro cúbico adicional chega a R$ 8,53 para quem consome de 41 a 50 metros.
Quem gasta entre 51 e 60 metros cúbicos no mês terá de arcar com um adicional de R$ 9,44 por metro, sendo que o valor saltará para R$ 10,14 por metro para quem consumir entre 61 e 70 metros cúbicos. Entre 71 e 100 metros cúbicos terá um adicional nas contas de R$ 10,49 por metro cúbico, ao passo que quem consumir acima de 100 metros cúbicos terá um extra a ser pago de R$ 13,16 por metro cúbico.

Fonte: Jorna Debate


Nenhum comentário:

Postar um comentário