quarta-feira, 2 de outubro de 2019

Mulher de Adamantina conhece homem pela internet e é vítima de sequestro

Uma mulher de 62 anos, moradora em Adamantina, foi vítima de extorsão mediante sequestro, lesão corporal e ameaça, praticado por um homem de 35 anos. O caso foi descoberto na terça-feira, 01 de outubro, em Presidente Prudente.
De acordo com a Polícia Civil, a mulher de 62 anos conheceu o homem pela internet, com quem mantinha um relacionamento desde o começo do ano. Ambos se encontraram no último sábado (28), em um hotel de Presidente Prudente, e desde então a mulher foi mantida presa no quarto.
Sob ameaça de morte, com violência física e psicológica, houve a exigência de R$ 20 mil por parte do homem, ou ela nunca mais seria liberada, bem como mataria os filhos. Sem dinheiro, a vítima permaneceu sofrendo a violência e sem se alimentar (apenas frutas eram entregues ao consumo).
Nesta terça-feira (1) pela manhã, por descuido do criminoso, a mulher conseguiu enviar uma mensagem de texto a uma amiga, onde simplesmente pedia socorro. A mulher procurou a DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Adamantina. De imediato, a equipe acionou a DIG de Presidente Prudente.
Após trabalho imediato de inteligência da Polícia Civil, no final da tarde desta terça-feira o hotel foi identificado no centro de Prudente, próximo ao Terminal Rodoviário Urbano, a partir das características do veículo da vítima, localizado no estacionamento do estabelecimento.
No hotel, foi requerida a chave reserva do quarto onde o casal estava. A vítima foi resgatada absolutamente debilitada, em choque emocional e com lesões aparentes.
O criminoso foi preso em flagrante por extorsão mediante sequestro, lesão corporal e ameaça. Segundo o delegado responsável pelo flagrante, Matheus Nagano, a mulher chegou a desmaiar na delegacia, onde seria ouvida. A vítima foi encaminhada para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) do Conjunto Habitacional Ana Jacinta.
O caso está em andamento na DIG de Presidente Prudente, onde vai ser investigado.

Fonte: Siga Mais


Nenhum comentário:

Postar um comentário